O mês de novembro é um mês dedicado à consciência negra, que nada mais é que a luta contra o racismo e a busca pela inserção do negro na sociedade brasileira. O dia 20 de novembro criado em 2003, foi instituído a celebração nacional da consciência negra. O referido dia foi incluído no calendário escolar, até ser oficialmente instituído em âmbito nacional mediante a lei nº 12 519, de 10 de novembro de 2011.

Vinte de novembro foi a data escolhida para celebrar o dia da consciência negra, por coincidir com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, um dos maiores líderes negros do Brasil que lutou pela libertação do povo contra o sistema escravista.

Lis Dórea, apesar de ser criança, demonstra em sua rede social, @lis.dorea, engajamento com as ações de empoderamento da criança negra. A artista fala com muito entusiasmo sobre a cor da sua pele, sobre seu cabelo crespo e sobre a sua beleza.

“Ela tem falado sempre com entusiasmo da cor da pele e do cabelo dela e, fica feliz quando encontra alguém com estas características parecidas com as dela. Se identifica e se reconhece”, afirma Zuleide, mãe da modelo e atriz mirim Lis Dórea.

A pequena Lis, segue recebendo elogios por onde passa e ganhando um espaço no mercado, assim como conquistando um destaque profissional promissor. No mês de novembro, mês importante para o empoderamento e visibilidade da criança negra, a artista segue com sua agenda de compromisso e se prepara para um futuro cheio de sonhos.

“No dia 26 de novembro, ela vai se apresentar no cinema teatro de Lauro de Freitas a partir de dez horas da manhã participando do espetáculo Ah Mar! Emoções que emergem do fundo com o núcleo de dança Giovanna Badaró e segue aguardando a confirmação para novas fotos profissionais ”, conclui a mãe de Lis.

Com apenas 6 anos, a modelo mirim iniciou a carreira em 2019 e já participou de campanhas publicitárias no Hospital Santo Amaro, grupo @ism, marcas @bebayulo e Goob.

ASCOM