Por Ariane Guimarães – Professora da Rede Alpha Fitness

Os dias que antecedem e se prologam durante a menstruação quase sempre deixam em um dilema as mulheres que gostam de fazer atividade física: se deve ir treinar, ou ficar em casa?! A cólica é um sintoma comum na vida de muitas mulheres e indicam que a menstruação está para chegar. Além dela, outros desconfortos também podem atrapalhar, como a sensação de inchaço, a maior sensibilidade em algumas áreas do corpo e a fadiga. As alterações hormonais podem causar modificações na rotina, já que as mulheres passam a ter menos disposição para cumprir com as demandas do dia a dia.

“Além do fluxo menstrual em si, os sintomas pré-menstruais podem ser incômodos. Exercícios aeróbicos como natação, caminhada, corrida e ciclismo são recomendados. Eles podem ajudar a aliviar a dor, superar sintomas como depressão e fadiga, e reduzem a retenção de água e o inchaço, o que é muito comum e desconfortável”, explica Ariane Guimarães, Professora da Rede Alpha Fitness, Unidade Barra.

E não pense que fazer esforço físico nesse momento vai acabar aumentando o mal-estar. Pelo contrário: os exercícios colaboram para minimizar o mau humor e a irritação característicos do período menstrual, pois liberam serotonina e endorfina, neurotransmissores ligados à sensação de bem-estar. Ao se movimentar durante a menstruação, a mulher pode começar a se sentir mais ativa durante todo o dia, o que reduz a vontade de permanecer em repouso.

“A atividade física também atua no balanço de uma série de outras substâncias que ajudam a eliminar o excesso de líquido que provoca inchaço e desconforto. O esporte melhora a circulação sanguínea em todos os músculos do corpo e os enriquece com oxigênio e nutrientes. Isso melhora a capacidade do músculo de liberar mais energia”, finaliza a especialista.

Para não jogar a toalha de vez e abandonar os dias de treino, uma solução é reduzir a intensidade seja no aeróbico ou no treinamento de força. Dessa maneira, é possível manter a rotina de ginástica sem sofrer. E se a mulher não sentir nenhum tipo de desconforto ou fadiga muscular antes ou durante a menstruação, pode seguir a rotina normal de atividade física.

Pipa Comunicação