Os quatro réus do caso da Boate Kiss já foram soltos após a decisão da 1ª Câmara Criminal que anulou o julgamento ao acatar as apelações dos advogados de defesa.

Por volta das 23h desta quarta-feira (03), menos de cinco horas após a decisão, os últimos dois réus foram soltos. Elissandro Sphor e Mauro Hoffmann, que eram sócios da boate e estavam cumprindo pena em Canoas desde dezembro, saíram da cadeia e vão responder ao processo em liberdade.

Os outros dois réus, o roadie do grupo musical Gurizada Fandangueira, Luciano Bonilha Leão, e o vocalista da banda, Marcelo de Jesus dos Santos, foram soltos horas antes, em São Vicente do Sul.

Metro1