A experiência da produção de mudas de umbu gigante, de agricultores da comunidade de Gameleira, no município de Anagé, localizado no Sudoeste Baiano, que é referência no Nordeste brasileiro, está sendo replicada pelo estado da Bahia. Resistente, altamente produtiva, as mudas de umbu gigante resultam em uma boa qualidade de frutos e bom retorno financeiro para os produtores.

A produção exitosa foi conferida, nesta semana, por uma equipe técnica da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que estuda a possibilidade de ampliar o cultivo para outros agricultores e agricultoras familiares.

Na propriedade de Abmario Ribas, conhecido como José de Lé, são cerca de 400 pés e, neste ano a expectativa é produzir 1.300 quilos da fruta e sete mil mudas. Ele explica como começou a cultivar em uma área experimental. “O umbu gigante veio através de um pesquisador, fui pesquisando mais, tomando gosto pela planta e comecei a multiplicar as mudas. Era pedreiro em São Paulo, mas depois do plantio de umbu gigante resolvi ficar na minha terra e, hoje, forneço frutos para alguns mercados de Vitória de Conquista, mas já realizei a venda para diversos estados do Nordeste, e envolvi meus dois filhos também na produção”.

Anagé: Experiência com a produção de umbu gigante de agricultores familiares deverá ser multiplicada - bahia, anage

Foto: SDR/CAR

Seu filho, Jonas Ribas, também é produtor de umbu gigante. Formado em uma Escola Família Agrícola (EFA), ele aprendeu como a agricultura familiar é rica, diversa e traz oportunidades para os jovens. “Foi ao longo da minha passagem pela EFA que meu pai começou a atividade da produção de umbu. Percebi que dá para ganhar um dinheirinho com o umbu e desenvolver atividades na própria propriedade, para ter uma renda e se manter na roça”.

A CAR, em parceria com a Embrapa Semiárido, implantou um Campos de Aprendizados Tecnológicos (CAT) de umbu gigante, no município de Anagé, capacitando os agricultores, e formando um jardim clonal para a multiplicação do umbu gigante na região. Por meio do projeto Pró-Gavião estimulou os agricultores a produzir, comercialmente, o umbu, para além da produção extrativista.

No ano passado, a CAR realizou um dia de campo na comunidade de Gameleira com agricultores familiares atendidos pelo projeto do Estado da Bahia, Bahia Produtiva para mostrar a experiência do cultivo de umbu gigante.

SDR/CAR