web analytics

Cresce consumo de suplementos; Especialista alerta para riscos do uso inadequado

Foto: Divulgação

Dados apresentados pela Associação Brasileira da Indústria de Suplementos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad) apontam que 54% dos lares do país possuem ao menos uma pessoa que consome suplementos alimentares.

O crescimento no consumo desses produtos vem sendo vertiginoso, mas os especialistas alertam que nem todo mundo precisa deles e, embora sejam vendidos sem prescrição, o ideal é usá-los com acompanhamento, para não ter problemas futuros.

“O alimento é a matéria prima da qual o indivíduo irá extrair energia e nutrientes para assegurar sua saúde e seu desempenho físico. Existem situações nas quais só o alimento não consegue garantir essa oferta. Para esses casos, é que o suplemento alimentar pode ajudar a suprir o déficit. Mas se usado inadequadamente, pode causar problemas”, explica o nutricionista da Rede Alpha Fitness, Thomas Araújo. (mais…)

Pesquisa aponta que a prática de exercícios físicos retarda o envelhecimento

Imagem Editada | Foto: Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians/ Fotos Públicas

Existem milhares de fatores que impulsionam as pessoas a praticarem algum tipo de atividade física ao longo da vida, seja por motivos de saúde ou por pura afinidade, e o fundamental disso tudo é saber da importância dessa prática para a vida. Segundo pesquisa realizada pelas universidades de Birmingham e King´s College London, no Reino Unido, pessoas com idade já avançada, que têm um histórico regular quanto à prática de exercícios físicos, conseguem manter a imunidade, massa muscular e níveis de colesterol semelhantes aos de indivíduos mais jovens.

“É sempre importante reforçar os benefícios da prática regular de atividades físicas para as pessoas, principalmente para aquelas que já estão com idade avançada; já que ao contrário disso, a inatividade física vem como um fator de grande risco para o desenvolvimento de doenças crônicas, como diabetes e/ou hipertensão arterial”, afirma Igor Castro, Diretor Técnico da Rede Alpha Fitness.

O estudo ainda revelou que o sistema imunológico dos praticantes de exercícios parece não ter sido abalado com o avançar da idade. A constatação veio depois dos estudiosos analisarem a estrutura onde ocorre o amadurecimento das células que comandam nossas defesas, o timo. (mais…)

OMS alerta para surto de sarampo na fronteira entre Brasil e Venezuela

Foto: BN

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para a proliferação do surto de sarampo na fronteira entre a Venezuela e o Brasil, como resultado do colapso dos serviços de saúde de Caracas.

Novos dados publicados nesta terça-feira (10) alertam que a doença, erradicada do continente em 2016, voltou a ganhar força nos últimos meses e passou a se espalhar, em parte levada pelo fluxo de migrantes venezuelanos.

Em um documento da entidade, os números apontam que onze países da região já foram afetados pelo sarampo, entre eles o Brasil. (Bahia Noticias)

Transtorno bipolar atinge cerca de 8% da população brasileira

Dra Fabiana Nery | Foto: Divulgação​

Apesar dos esforços feitos pelos profissionais da área da saúde para desmistificar o debate das doenças mentais, o transtorno bipolar é um tema ainda cercado de preconceitos e informações incorretas.

Justamente para contribuir no processo de conscientizar sobre o problema, o dia 30 de março foi estabelecido como Dia Mundial do Transtorno Bipolar. O Transtorno Bipolar do Humor é um transtorno mental crônico e com alta prevalência na população geral. Estima-se que cerca de 15 milhões de brasileiros sejam portadores de formas clínicas e sub-clínicas do transtorno, o que corresponde a 8% da população.

O transtorno bipolar é ainda a sexta maior causa de incapacidade do mundo. A patologia é caracterizada por alterações de humor que se manifestam através da alternância entre episódios de depressão e de euforia (também denominados de mania), em diversos graus de intensidade. (mais…)

Alimentação correta e exercícios ajudam na prevenção da osteoporose

Foto: Divulgação

A osteoporose, doença que enfraquece os ossos, deixando-os mais sensíveis e sujeitos às fraturas, devido à perda progressiva da densidade óssea, pode ser prevenida com uma dieta balanceada, rica em cálcio, magnésio, vitamina d e em proteínas, além, claro, de uma rotina de exercícios físicos.

Os hábitos e estilo de vida influenciam, e muito, na saúde da massa óssea do corpo, por isso é tão comum fraturá-los e sofrer com todo o processo de recuperação, que não é nada agradável e pode durar um longo tempo. A osteoporose aumenta a suscetibilidade de ocorrer uma fratura, podendo ser causada não só por quedas, mas também por movimentos corporais simples, como se curvar e tossir. Por conta disso, manter uma dieta balanceada e fazer exercícios, são fundamentais para prevenir o mal.

“A ingestão adequada de cálcio evita a perda de massa óssea. A vitamina D faz com que o cálcio fique retido nos ossos e dá equilíbrio entre cálcio e fósforo, diminuindo o risco de fraturas. O fósforo participa da formação óssea e o magnésio transporta o cálcio e influi na qualidade do osso, para que ele seja forte”, explica o nutricionista Gabriel Pacheco, da Rede Alpha Fitness. (mais…)

SUS vai distribuir novo medicamento para tratar tuberculose a partir de maio

Foto: Divulgação

Um novo medicamento para tratar tuberculose deve chegar à rede pública de saúde em maio. O medicamento isoniazida, de 300 miligramas permitirá a substituição de três comprimidos por apenas um.

A expectativa é que a mudança garanta mais conforto aos pacientes. Segundo o Ministério da Saúde, foram adquiridas cinco mil caixas do remédio, que correspondem a 2,5 milhões de comprimidos. A implantação do medicamento será acompanhada por uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Os estudos terão apoio de pesquisadores externos nos estados do Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e no Distrito Federal, que receberão, inicialmente, o medicamento. Em 2017, foram registrados 69,5 mil novos casos e 13.347 casos de abandono do tratamento de tuberculose. (mais…)

Cães fazem bem: brincar com eles reduz estresse por até 10 horas

Foto: Renato Santana/ Divulgação

Quando você chega em casa, se sente melhor ao brincar com seu cachorro, mesmo após um dia exaustivo? Pois saiba: você está certíssimo. Um estudo, feito pela University of British Columbia (UBC), do Canadá, comprovou que interagir com o animal pode reduzir o estresse físico e mental. E os efeitos duram por até 10 horas no organismo. Com resultado divulgado no no site da instituição, a pesquisa analisou 246 estudantes universitários.

Eles ficavam livres para brincar e fazer carinho em até 12 cães, sendo que, antes e depois das sessões, tinham que preencher alguns questionários. Após 10 horas da interação com os bichos, voltavam a responder as perguntas. O estudo descobriu que os participantes estavam com mais energia, mais felizes e com o estresse menor do que outros alunos que não passaram pela experiência com os cachorros. “Descobrimos que, mesmo após 10 horas, os estudantes ainda apresentavam emoções menos negativas e se sentiam mais apoiados e menos estressados”, disse Stanley Coren, coautor do estudo e professor de psicologia na UBC.

No fim, os pesquisadores também concluíram que as universidades deveriam ser encorajadas a oferecer terapia com cachorros em épocas de maior estresse para os alunos. “Nossas descobertas sugerem que as sessões com os cães têm um efeito positivo mensurável no bem-estar dos alunos”, declarou a autora principal da pesquisa, Emma Ward-Griffin. (Correio)

Dicas para que pessoas alérgicas possam aproveitar a ceia da Semana Santa com segurança

Foto: Gabriel Jabur/ Agência Brasilia/ Fotos Públicas

Semana Santa chegando e os planos para reunir a família em torno da mesa e aproveitar os tradicionais e deliciosos pratos começam a ser pensados e alguns cuidados na preparação dos alimentos devem ser tomados para que todos possam participar, inclusive os alérgicos.

Dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (ASBAI) apontam que 8% das crianças e 2% dos adultos brasileiros sofrem de algum tipo de alergia alimentar. Os alimentos que mais causam reações adversas no organismo são leite de vaca, clara de ovo, trigo, soja e frutos do mar. A professora do curso de Gastronomia do Centro Universitário Estácio, Joseni Lima, dá algumas dicas para quem possui alergia e não quer deixar de comer as delícias da ceia da Semana Santa.

Para as pessoas que não comem camarão, Joseni afirma que é importante garantir a presença de temperos e condimentos como: cebola, coentro e, especialmente, o gengibre nas receitas baianas de moqueca, caruru e vatapá. “Esses elementos são realmente importantes para garantir o gosto marcante dessas receitas e para que elas não percam sabor devido à ausência do camarão”.

A professora também sugere incluir bacalhau no preparo dos alimentos como forma de substituir o crustáceo “Uma alternativa para quem quer marcar bem no sabor é a substituição do camarão por bacalhau. Apesar da substituição o alimento preparado fica com apresentação convencional tanto na cor quanto no sabor”. (mais…)

À espera de um transplante: mitos e verdades sobre a doação de medula óssea

Editado | Foto: Everson Bressan/ SMCS/ Fotos Públicas

Os números de doadores de medula caíram em 2017. Essa queda tem impacto direto em pacientes que buscam o tratamento de doenças como a leucemia e o linfoma (cânceres no sangue). O Dr. Celso Massumoto, onco-hematologista e coordenador da área de Transplante de Medula Óssea (TMO) do Hospital 9 de Julho, explica que a doação pode salvar vidas. “Os doadores voluntários, cada vez mais escassos, poderiam ajudar milhares de pacientes que esperam um transplante de medula” afirma o médico.

A doação acontece de forma rápida. O voluntário faz um cadastro e, em cinco minutos, é coletado 5ML de sangue. O material é analisado para saber se é compatível com algum paciente e para excluir a possibilidade de doenças que poderiam ser transmitidas aos pacientes que recebem as doações. Quando há a compatibilidade, é feita a coleta da medula em ambiente seguro e com toda a assistência médica necessária ao doador. Apesar de simples, o Dr. Massumoto explica que as pessoas ainda têm dúvidas sobre a doação.

Para esclarecer esses questionamentos e reforçar a importância da doação de medula, listamos alguns mitos e verdades sobre o tema. Confira a seguir! (mais…)

Ministério da Saúde confirma 237 mortes e 723 casos por febre amarela

Foto: Rodrigo Nunes/ MS/ Fotos Públicas

O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira (01), os números atualizados de casos de febre amarela no país, conforme informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde. Entre 1º de julho de 2017 e 28 de fevereiro de 2018, foram confirmados 723 casos da doença no país, que resultaram em 237 mortes. No período equivalente do ano anterior, entre julho de 2016 e 28 fevereiro de 2017, foram confirmados 576 casos e 184 óbitos. Ao todo, 2.867 casos suspeitos foram notificados. Destes, 1.359 foram descartados e 785 ainda estão sendo investigados. A febre amarela é uma doença sazonal, com maior número de casos no verão, e segundo o Ministério da Saúde, apesar de o número de casos no atual período de monitoramento ser superior à sazonalidade passada, a incidência da doença entre a população caiu.

No período de monitoramento 2017/2018, a incidência da febre amarela foi de 2,2 casos para 100 mil/habitantes, enquanto na sazonalidade passada, 2016/2017, a incidência foi 7,1/100 mil habitantes. “O vírus da febre amarela hoje circula em regiões metropolitanas do país com maior contingente populacional, atingindo 32,3 milhões de pessoas que moram, inclusive, em áreas que nunca tiveram recomendação de vacina. Na sazonalidade passada, por exemplo, o surto atingiu uma população de 8 milhões de pessoas, muito menor que a atual.”, explicou o ministério, por meio de informe.

O Ministério da Saúde tem reforçado a importância da vacinação para a população da Bahia, do Rio de Janeiro e de São Paulo e recomenda que os estados “continuem vacinando até atingir alta cobertura”. Dados preliminares do ministério informam que, até 27 de fevereiro, 5,5 milhões de pessoas foram vacinadas nos três estados, 23,2% do público-alvo da campanha. De acordo com o ministério, os estados receberam 20,2 milhões de doses da vacina em 2018, até o momento. Foram enviadas 15,7 milhões de doses para implementação da Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela para a Bahia (300 mil), Rio de Janeiro (4.7 milhões) e São paulo (10.7 milhões). (IstoÉ)

Risco nutricional: pesquisa releva que um quarto dos brasileiros crê que gorduras são prejudicais à saúde

Foto: Andre Frutuoso/ Fotos Públicas

Quem não quer enxugar a silhueta e manter o corpo definido hoje em dia? Ainda mais nessa época do ano, em que o clima mais quente propicia o uso de roupas mais confortáveis e despojadas que deixam maior parte do corpo a mostra. É perfeitamente normal querer se livrar do excesso de peso, o problema é que, para isso, muitas pessoas seguem informações equivocadas que, além de não ajudarem, ainda podem comprometer a saúde.

A alimentação é recheada de informações controversas e uma delas é em relação às gorduras, que adquiriram status de vilã nos últimos tempos. Diversas dietas e atividades físicas da moda tem como objetivo principal eliminá-las da rotina alimentar e do corpo. Infelizmente, esses métodos vêm ganhando muitos adeptos. No entanto, estudos recentes apontam para uma nova perspectiva com relação ao consumo das gorduras e os nutricionistas afirmam que, não só há gorduras que fazem bem ao organismo, como elas são essenciais. (mais…)

Nutricionista dá dicas de como desintoxicar o corpo e recuperar o ânimo após o carnaval

Imagem Ilustrativa | Foto: Thiago Gomes / Agência Pará/ Fotos Públicas

Durante o carnaval é muito fácil que aconteçam os excessos, tanto alimentares quanto no consumo acima do normal de bebidas alcoólicas. Muitas vezes, até os mais comedidos acabam passando da conta. O consumo de alimentos inadequados e o uso exagerado de bebidas alcoólicas com certeza causam sobrecarga no organismo e os efeitos são danosos e prejudiciais à saúde. Para quem passou da conta e deseja se refazer e aliviar o cansaço após a maratona do carnaval, a nutricionista e professora do curso de Gastronomia do Centro Universitário da Bahia, Joseni Lima, dá algumas dicas.

Para limpar o organismo, a professora sugere a adoção de uma dieta vegana durante uma semana, sem o consumo de alimentos de origem animal e utilizando sucos naturais entre as refeições. “Abuse dos alimentos de origem vegetal, conferindo um colorido especial às suas refeições”, recomenda Joseni.

De acordo com a nutricionista, alimentos que ajudam muito neste tipo de dieta são: água de coco, limada, suco de laranja, suco verde, suco de laranja com maçã e muita água. Calcule pelo menos 35 ml para cada quilo de seu peso. (mais…)

Fisioterapia dá dicas para evitar lesões durante o Carnaval

Foto: Daniele Rodrigues/GOVBA

Para aqueles que desejam curtir o período de festa do Carnaval sem incômodos físicos é necessário tomar alguns cuidados para prevenir ou atenuar o impacto do esforço extra sobre o corpo físico. A energia gasta e o esforço despendido por quem que vai brincar os vários dias do reinado de Momo pode causar lesões devido à sobrecarga no corpo. A coordenadora do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Estácio, Daniella Gomes, dá algumas dicas para que os exageros da festa não causem danos à saúde, principalmente dos mais sedentários.

De acordo com a fisioterapeuta, o principal cuidado para evitar lesões musculares é o alongamento dos membros inferiores, coluna lombar e cervical, que são as partes do corpo mais exigidas pelo folião. “É importante que o indivíduo, durante o alongamento, respeite o limite de cada músculo e articulação. Cada grupo muscular deve ser alongado durante 30 segundos”, recomenda.

Daniella Gomes afirma que o descanso entre um dia e outro de festa é muito importante, principalmente para aqueles que estão fora de forma. “A manutenção da forma física é importante o ano inteiro, mas se o indivíduo esqueceu isso ao longo do ano, precisa ter cuidado redobrado para evitar lesões nas articulações e nos músculos, principalmente no alongamento”, alerta. (mais…)

Carnaval sem dor: como evitar lesões e curtir ao máximo a festa

Foto: Nicollas Motta/ PMPA/ Fotos Públicas

Falta pouco para a festa mais esperada do ano. Ir atrás do trio elétrico, desfilar na avenida e curtir um bloco de rua são verdadeiras atividades físicas que requerem um esforço considerável, por muitas horas.

Para cair na folia e curtir ao máximo, o educador físico e coordenador técnico da Rede Alpha Fitness, Guilherme Reis, dá dicas sobre como evitar lesões durante o evento. “Faça exercícios específicos dias antes do Carnaval. Os mais indicados são os aeróbicos, como caminhada, corrida ou pedalada, através dos quais é possível desenvolver um melhor condicionamento físico para suportar os dias de muito esforço nos blocos”, conta Guilherme.

Fazer treinos para os membros inferiores também é importante, alerta o especialista! “Já que é a região do corpo que irá suportar uma carga elevada de esforço, precisamos ter uma preocupação extra com ela! Os agachamentos são exercícios imprescindíveis na preparação para a festa”, diz.

Outra dica muito simples é quanto aos alongamentos: “faça alongamento. É imprescindível antes da folia para ativar a musculatura. Outra sugestão é alongar o corpo como um todo, durante os intervalos dos blocos de carnaval. Após a diversão, não esqueça também de fazer um alongamento para relaxar, evitar ou atenuar as dores musculares e preparar o corpo para o dia seguinte”, explica. (mais…)

Professor de Nutrição dá dicas de cuidados com a alimentação e hidratação durante o verão

Morro de São Paulo | Foto: Jocinere Soares

O verão é uma das estações do ano mais esperada, tempo de descanso e maior lazer ao ar livre, fundamentais para redução do stress e melhora da qualidade de vida. Entretanto, alguns cuidados extras são importantes devido a exposição aos raios ultravioletas, elevação da temperatura do ambiente e consumo de alimentos potencialmente causadores de intoxicação. Alice Ferreira Mesquita, professora do curso de Nutrição do Centro Universitário Estácio da Bahia, dá dicas de como curtir esse período com alimentação saudável e adequada.

Inicialmente não se descuide quanto ao uso de óculos escuros, roupas com proteção UV, protetor solar, e boné, esses são cuidados externos fundamentais na manutenção da hidratação e temperatura normais do nosso corpo. É imprescindível a ingestão de líquido (água, água de coco e sucos naturais) que deve ser realizada durante todo o dia, preferencialmente antes de sentir sede, pois, esse é um sintoma de desidratação.

Para Alice Ferreira, aínda que a rotina do verão exija maior praticidade, não devemos nos descuidar da alimentação. “O ideal é consumir frutas, legumes e alimentos naturais diariamente, montar principalmente saladas coloridas, assim estará garantindo a ingestão de antioxidantes (vitaminas e minerais) que protegem o corpo de diversas doenças. O ideal seria levar os alimentos de casa, e caso isso não seja possível, existem opções de produtos como: sucos naturais sem conservantes, biscoitos integrais, oleaginosas (nozes, castanhas, castanha-do-Pará, castanha de caju, amendoim, etc.), frutas desidratadas, água de coco, dentre outros”, completa Alice. (mais…)

Vacina contra febre amarela deve ser tomada 10 dias antes de viagens a locais de risco

Foto: Rodrigo Nunes/ MS/ Fotos Públicas

Próximo ao início do Carnaval, o Ministério da Saúde divulgou um comunicado nesta segunda-feira (29) destacando que a vacina contra febre amarela deve ser tomada pelo menos dez dias antes de qualquer viagem para locais do país onde há a recomendação de imunização. A recomendação da pasta só é válida para pessoas que nunca se vacinaram – quem já tiver recebido uma dose em algum momento da vida não precisa voltar aos postos de saúde.

“Para garantir a proteção, a dose deve ser aplicada com, pelo menos, dez dias de antecedência à viagem, tempo necessário para o organismo produzir os anticorpos contra a doença”, informou o ministério. Atualmente há 20 estados e o Distrito Federal na chamada “Área com Recomendação de Vacinação”.

“Para quem vai se deslocar no período do carnaval para uma dessas áreas, a recomendação é buscar a imunização até o fim de janeiro”, afirma a nota. Clique aqui e confira a última atualização da lista de locais com recomendação de vacinação. (Bahia Noticias)

Voltar à página inicial