web analytics

Jornal francês ‘Le Monde’ questiona: golpe ou farsa?

O jornal francês Le Monde, um dos mais influentes do mundo, publicou editorial neste fim de semana, em que afirma que o impeachment de Dilma Rousseff é “golpe ou farsa”, que vitima o povo brasileiro. “A ironia quis que a corrupção fizesse milhões de brasileiros saírem para as ruas nos últimos meses, mas que não fosse ela a causa da queda de Dilma Rousseff. Pior: os próprios arquitetos de sua derrocada não são santos”, diz um trecho.

“O homem que deu início ao processo de impeachment, Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, é acusado de corrupção e de lavagem de dinheiro. A presidente do Brasil está sendo julgada por um Senado que tem um terço de seus representantes, segundo o site Congresso em Foco, como alvos de processos criminais.”

“Ela será substituída por seu vice-presidente, Michel Temer, embora este seja considerado inelegível durante oito anos por ter ultrapassado o limite permitido de doações de campanha. Se esse não é um golpe de Estado, é no mínimo uma farsa. E as verdadeiras vítimas dessa tragicomédia política infelizmente são os brasileiros.” (Noticia ao Minuto) (mais…)

Trump promete expulsar imigrantes ilegais no primeiro dia como presidente dos EUA

Candidato à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano, Donald Trump prometeu em discurso neste sábado (27/08) expulsar todos os imigrantes ilegais no seu primeiro dia de mandato.

“No primeiro dia, expulsarei rapidamente os imigrantes criminosos deste país, entre eles centenas de milhares que foram postos em liberdade sob a administração Obama-Clinton”, disse durante evento no estado de Iowa.

Ele ainda reforçou a proposta de construir um muro na fronteira com o México para dificultar a passagem de imigrantes e pediu o voto da população negra americana citando o desemprego como argumento. “Cada vez que um cidadão negro ou qualquer cidadão perde o seu trabalho por causa de um imigrante clandestino, os direitos destes cidadãos americanos são absolutamente violados”, afirmou o candidato. (Bahia Noticias) (mais…)

Câmara aprova requerimento que agiliza votação da PEC do teto dos gastos

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou no início da tarde desta segunda-feira (10/10) um requerimento que acelera a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que prevê um teto para os gastos públicos para os próximos 20 anos.

O requerimento apresentado pelo líder do governo na Casa, o deputado André Moura (PSC-SE), retira a exigência de um intervalo de duas sessões entre a aprovação de uma PEC na comissão e sua votação em plenário.

A proposta de teto dos gastos foi aprovada na comissão na última quinta-feira (06) e no dia seguinte não houve sessão. Dessa forma, era necessária a aprovação do requerimento para que a PEC seja aprovada nesta segunda, como deseja o governo federal (Bahia Noticias) (mais…)

24 urnas já apresentaram problemas na Bahia; 14 foram substituídas

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) afirmou que 24 urnas eletrônicas apresentaram problemas em todo estado. Salvador lidera o número de ocorrências com um total de oito substituições. Ao todo, 14 máquinas foram trocadas. Segundo o TRE, os demais equipamentos passaram por ajustes e substituição de bateria interna.

“As trocas de urnas foram feitas no CEEPS Anísio Teixeira, Damásio Educacional, Escola de 1º Grau Josias de Almeida Melo, Escola de 1º Grau Santa Bárbara, Escola Municipal Consul Schindler, Escola Estadual Ministro Pires de Albuquerque, Escola Estadual Conselheiro Vicente Pacheco de Oliveira e na escola Padre Norberto e no Centro de Educação Especial da Bahia. Na sequência de substituições, está Vitória da Conquista, com quatro trocas, e Itapetinga, com duas”, afirmou o TRE. (Metro1) (mais…)

Chico Buarque deve ir ao Senado apresentar defesa contra impeachment de Dilma Rousseff

Militante contra o impeachment, o cantor e compositor Chico Buarque deverá estar presente na sessão de segunda-feira no Senado para ouvir a presidente afastada, Dilma Rousseff, apresentar pessoalmente sua defesa.

Dilma tem direito a trazer 35 convidados para acompanhar sua defesa. Entre convidados como o ex-presidente Lula, ex-ministros, assessores e aliados, Chico Buarque entrou na lista neste sábado, mas ainda não confirmou à Mesa Diretora do Senado se estará presente à sessão.

Caso compareça, ele deve ficar na tribuna do Senado no local reservado aos convidados da defesa. Separados por um “muro” humano, composto por profissionais da imprensa, estarão os convidados da acusação, que serão os representantes de movimentos sociais favoráveis ao impeachment. (O Globo) (mais…)

Vereador vota contrário as contas da prefeitura e critica tratamento dado a imprensa no São João

As contas da Prefeitura de Santo Antônio de Jesus, referentes ao exercício de 2014, foram aprovadas nesta última segunda-feira (27/06) pela Câmara Municipal pela maioria dos vereadores presentes, sendo que Uberdan Cardoso (PT) votou contra. Essa é a oitava vez que o parlamentar vota contrário às contas da Prefeitura de Santo Antônio de Jesus.

A aprovação segue parecer do Tribunal de Contas do Município (TCM/BA), que já havia sinalizado pela decisão, apesar das ressalvas. A sessão que levou menos de uma hora e aprovou as contas da prefeitura no piscar de olhos foi conduzida pelo presidente da Câmara, Luiz Almeida Santos (PP) conhecido popularmente como Luiz do Alto,  que chegou a ser orientado a não realizar a sessão por falta de quórum.

O que chamou a atenção também na sessão desta última segunda foi as criticas feita pelo vereador Uberdan Cardoso em relação ao tratamento dado pelos organizadores do São João com a imprensa local. Essa não é a primeira vez que a imprensa de Santo Antônio de Jesus é deixada de lado na cobertura da festa, este ano até as rádios não fizeram a cobertura da festa como nos anos anteriores.

“Não é saudável para o município esse tipo de tratamento onde se desrespeita aqueles que diariamente fazem seu trabalho, não podemos de forma alguma cercear a liberdade de imprensa. Uma cidade como essa, o epicentro do recôncavo, não pode ficar refém de uma gestão que desrespeita a imprensa”, disse Uberdan que saiu em defesa da categoria. O tratamento dado à imprensa deixou várias pessoas indignadas, inclusive os profissionais da imprensa, a população e políticos. (News Saj) (mais…)

Saiba o que muda na campanha política deste ano, principalmente sobre propaganda

Algumas das principais restrições da Justiça Eleitoral visando “equilibrar” a disputa da eleição municipal deste ano começam a valer nos próximos dias. A partir de quinta-feira, dia 30 de junho, fica proibida a participação de candidatos em programas de rádio de televisão, sob pena de cancelamento da candidatura após a convenção partidária.

Quem tem programas de rádio e televisão e pretende disputar a eleição leva grande vantagem em relação aos concorrentes, mesmo saindo do ar pouco mais de três meses antes do pleito. O apresentador-candidato  realiza uma autopromoção em meios de comunicação de ampla penetração na população, o que os outros candidatos não fazem.

Com as limitações impostas pela minirreforma eleitoral, que proibiu o financiamento privado de campanhas, ter o nome veiculado em emissoras de rádio e televisão é uma grande vantagem. A partir de sexta, dia 1º, toda propaganda partidária gratuita também fica suspensa das rádios e emissoras de TV.

eleicoes2010Nomeações: As maiores restrições ocorrem, no entanto, a partir de sábado, 2 de julho, três meses antes da eleição. Não será possível aos agentes públicos “nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, ‘ex officio’, remover, transferir ou exonerar servidor público, na circunscrição do pleito, até a posse dos eleitos, sob pena de nulidade de pleno direito”, diz a norma do Tribunal Superior Eleitoral.

Existem algumas ressalvas. São nos casos de “nomeação ou exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de confiança; nomeação para cargos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais ou conselhos de contas e dos órgãos da presidência da República; nomeação dos aprovados em concursos públicos homologados até 2 de julho de 2016; nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, com prévia e expressa autorização do chefe do Poder Executivo; transferência ou remoção ‘ex officio’ de militares, de policiais civis e de agentes penitenciários”.

Sem recursos: Os já escassos recursos públicos, nesse quadro de crise econômica, vão diminuir no período eleitoral de acordo com a legislação. Isso porque está vetada “transferência voluntária de recursos da União aos estados e municípios e dos estados aos municípios, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvados os recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistente para execução de obra ou de serviço em andamento e com cronograma prefixado e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública”.

1-Cartilha Propaganda Eleitoral-page-001Propaganda: As propagandas institucionais das prefeituras são proibidas a partir do dia 2 de julho, “salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral”.

O gestor não pode  fazer pronunciamentos em cadeia de rádio e de televisão, fora do horário eleitoral gratuito, “salvo quando, a critério da Justiça Eleitoral, tratar-se de matéria urgente, relevante e característica das funções de governo”.

As solenidades de inaugurações, contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos municipais também são vedados, assim como a participação de candidatos em inaugurações de obras públicas de qualquer esfera.

Convenções: O advogado Ademir Ismerim, especialista em legislação eleitoral disse que até o período reservado para as convenções partidárias, 20 de julho a 5 de agosto, os pré-candidatos vão poder continuar se movimentando como prevê a lei.

“Ele só não vai poder comparecer a inaugurações de obras públicas. A fiscalização por ora é mais para ver se as prefeituras estão cumprindo as normas que vetam a publicidade institucional”, disse. Ismerim admitiu que o candidato apresentador de televisão ou radialista leva vantagem por terem o nome divulgado por mais tempo. (A Tarde) (mais…)

Quinze dos 20 prefeitos do Recôncavo podem disputar a reeleição municipal

Dos 20 municípios do Recôncavo baiano em quinze, os prefeitos podem disputar a reeleição nas eleições municipais deste ano. De acordo com levantamento, apenas em Castro Alves, Governador Mangabeira, Santo Amaro, São Felipe e Varzedo os gestores não estão aptos a concorrer a mais um mandato por já estarem na segunda gestão consecutiva.

Em São Sebastião do Passé, o prefeito Janser Mesquita (PMDB) também não deve tentar a recondução. Nos bastidores, comenta-se que o peemedebista desistirá por causa dos altos níveis de rejeição, que pesquisas internas têm apontado. Devem disputar a reeleição três prefeitos do PMDB e dois do PP e PSB. PRP, PT, PSD, PCdoB, PDT, PTN, DEM e PTB poderão, cada, ter um gestor reeleito.

eleiçãoNas cidades de São Francisco do Conde e Cruz das Almas, os prefeitos vão tentar a recondução após assumirem os cargos em 2014 e 2015, respectivamente. Na primeira, o vice Evandro Almeida (PP) tomou posse na prefeitura após a morte de Rilza Valentim (PT). Já em Cruz, Ednaldo Ribeiro (PMDB) assumiu depois que Dr. Jean renunciou o mandato por problemas de saúde.

Em Governador Mangabeira, a prefeita Domingas da Paixão (PT), que não poderá tentar a reeleição, já anunciou que apoiará o seu vice, Luiz de Zequinha (PSD). O lançamento da pré-candidatura dele ocorreu no dia 19 de junho. Nos municípios de Castro Alves, Santo Amaro, São Felipe e Varzedo, os gestores ainda não definiram quem vão apoiar no pleito. Os olhos dos políticos, no entanto, estão todos voltados para Santo Antônio de Jesus, cidade do Recôncavo com o maior número de eleitores. Segundo dados Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), lá 58.773 pessoas estão aptas a votar.

No final de fevereiro, houve uma reviravolta no município, após o prefeito Humberto Leite decidir abandonar a base do governador Rui Costa (PT) e se aliar ao grupo liderado pelo prefeito ACM Neto (DEM). O motivo para saída foi o fato do gestor estadual declarar apoio à candidatura do deputado estadual Rogério Andrade (PSD).

Em Cachoeira, a expectativa é com relação à possibilidade de uma briga familiar. Lá o prefeito Carlos Pereira (PP) pode concorrer à reeleição contra o seu tio Tato Pereira (PSDB), que administrou a cidade de 2004 a 2012. A maneira como o sobrinho tem governado estaria desagradando Tato, que tem feito críticas públicas ao atual gestor.

O tucano também teria ficado insatisfeito com pouco apoio dado por Carlos Pereira nas eleições de 2014, quando o ex-prefeito concorreu para o cargo de deputado estadual e não obteve êxito.    Especialistas da área acreditam que os temas nacionais, como a crise política e econômica, devem influenciar nas eleições deste ano, mas as discussões sobre os problemas locais devem prevalecer. (Tribuna da Bahia) (mais…)

ACM Neto critica ‘baderna’ na cidade em dia de protestos pró-Dilma

O prefeito ACM Neto (DEM) criticou as manifestações ocorridas na manhã desta terça-feira (10/05) na capital baiana por pessoas contrárias ao impeachment da presidente Dilma Rousseff em atos que classificam como “defesa da democracia”. Segundo o democrata, “pequenos grupos de pessoas espalhados em pontos importantes de Salvador” estão provocando “baderna e prejudicando a rotina de uma cidade inteira”.

Neto disse ainda que as manifestações realizadas por entidades sindicais e movimentos ligados ao PT atrapalham a vida de milhares de pessoas que precisam se locomover para o trabalho, escola e até mesmo a unidades de saúde, já que até a entrada de hospitais foi bloqueada com a utilização de ônibus que sofreram com atos de vandalismo.

“É preciso que a polícia atue para garantir a mobilidade na cidade, porque não podemos permitir que a população seja prejudicada dessa forma, sobretudo num momento de crise, quando precisamos de serenidade”, acrescentou ACM Neto. O prefeito afirmou que os órgãos da prefeitura, a exemplo da Transalvador, estão atuando nas ruas para minimizar os impactos provocados pelos manifestantes. Ele frisou ainda que as manifestações pacíficas sempre tiveram o apoio da prefeitura. “O que não vai aceitar nunca é baderna”, frisou. (Informa1) (mais…)

S. A. de Jesus: Velho amigo, deputado Alan Sanches critica postura de Dr Everaldo

Na manhã deste sábado (07/05) o deputado estadual Alan Sanches comentou sobre a política de Santo Antônio de Jesus, principalmente a respeito da exoneração do seu amigo e colega médico, Dr. Everaldo Ferreira Júnior, do cargo de secretário de cultura. “Quando Dr. Everaldo foi convidado para ser secretário de cultura de Santo Antônio de Jesus não foi indicação nossa, ele mesmo vem construindo sua vida política”, disse.

Ainda segundo o deputado, o grupo do prefeito Humberto Leite achou que Everaldo podia contribuir nesse momento e convidou. “Nós sabemos da personalidade de todos que trabalham conosco e a dele não foi diferente. Everaldo, eu acho que prefere fazer do jeito dele e não do prefeito”. O deputado Alan Sanches explicou que Humberto Leite conseguiu transformar o São João numa festa que agrada, no entanto Everaldo queria fazer do jeito dele.

Humberto Leite é o responsável pelo São João e caso algo der algo errado todos vão cobrar do prefeito. “Há muito tempo que Everaldo não me escuta quando a gente conversa. Em algumas atitudes discordamos muito. Ele sempre fala que não é liderado por ninguém, mas nós temos que andar em grupo, decidindo conjuntamente”, concluiu Dr Alan. (Redação: Tribuna do Recôncavo  | Informações: Blog do Valente e Rádio Andaiá) (mais…)

Dilma Rousseff comenta sobre anulação do impeachment

A presidente Dilma Rousssef anunciou a criação de novas universidades federais durante uma cerimônia no Palácio do Planalto na manhã desta segunda-feira (09/05). Em relação a anulação do processo de impeachment que foi assinada pelo deputado Waldir Maranhão, Dilma comentou que ainda não sabe sobre a veracidade da determinação.

“Eu soube agora da mesma forma que vocês souberem, apareceu nos celulares que um recurso foi aceite e o processo de impeachment está suspenso”, revelou Dilma. Após a declaração da presidente, o público presente na cerimônia comemorou com animação a anulação do processo.

No entanto, Dilma afirmou que não tem ainda a informação oficial e que ainda não sabe nada sobre as consequências. A presidente declarou: “Vivemos uma conjuntura de manhas e artimanhas, por favor, tenhamos cautela”. Muito aplaudida, Dilma frisou que é preciso entender o que está em curso no país e compreender a situação para se poder lutar. (Noticia ao Minuto) (mais…)

Dilma acredita que Olimpíada terá sucesso mesmo com ‘instabilidade política’

A presidente Dilma Rousseff comandou nesta terça-feira (03/05) a cerimônia de acendimento da tocha olímpica no Palácio do Planalto. A chegada da chama ao solo brasileiro marca a chegada das Olimpíadas ao Brasil. Para Dilma, mesmo com o atual cenário de “instabilidade política” no país, os jogos do Rio serão um “sucesso”.

“Sabemos as dificuldades políticas que existem em nosso país hoje. Conhecemos a instabilidade política. O Brasil será capaz de, mesmo convivendo com um período difícil, muito difícil, verdadeiramente crítico da nossa história, e da história da democracia, o nosso país saberá conviver porque criamos todas as condições para isso, com a melhor recepção de todos os atletas e todos os visitantes estrangeiros”, disse Dilma durante a solenidade.

“Somos um país cujo povo sabe lutar pelos direitos e proteger a democracia. [O Brasil] é um país onde as Olimpíadas terão o maior sucesso nos próximos meses. […] O que vale é a luta, e nós sabemos lutar”, acrescentou. Dilma deu o pontapé inicial para o revezamento da tocha olímpica em Brasília, que contará com a atuação de 12 mil condutores, percorrendo 327 cidades das cinco regiões do país e terminando com o acendimento da pira na cerimônia de abertura dos Jogos, no dia 5 de agosto. (metro1) (mais…)

Empreiteiro preso em 2007 diz que Lula sempre ganhou mensalinho da OAS

O engenheiro Zuleido Veras foi preso em 2007 em uma operação da Polícia Federal, acusado de pagar propina em troca de contratos milionários no governo – um roteiro de corrupção muito similar ao do hoje famoso petrolão. Dono da construtora Gautama, o empreiteiro ficou doze dias na cadeia, respondeu ao processo em liberdade e, neste ano, o Supremo Tribunal Federal considerou nulas as provas contra ele.

Na década de 80, antes de abrir o próprio negócio, Veras ocupou durante dez anos um cargo importante na OAS, uma das empreiteiras envolvidas no escândalo de pagamentos de suborno da Petrobras, segundo a Veja. Trabalhou ao lado de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS e hoje um dos condenados no esquema de fraudes na estatal. Nesse período, Veras testemunhou o início de um relacionamento que pode explicar muito sobre alguns eventos ainda em apuração na Operação Lava-Jato.

Além dos golpes contra a Petrobras, Léo Pinheiro está sendo investigado por ter pago propina a políticos importantes, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, suspeito de ter recebido de presente da empreiteira um tríplex numa praia do Guarujá e a reforma de um sítio em Atibaia, ambos no Estado de São Paulo. Em entrevista a Veja, Zuleido Veras conta que as relações financeiras entre Lula e a OAS reveladas pela Lava-Jato não o surpreenderam: elas existiam desde que o ex-presidente ainda era apenas um político promissor.

O empresário afirma que Léo Pinheiro sempre deu dinheiro a Lula para “sua sobrevivência”, valores que hoje ficariam entre “30.000, 20.000, 10.000 reais”, e também ajudava “por fora” nas campanhas políticas do ex-¬presidente. Em troca, os petistas estendiam a mão aos interesses da OAS. Em outra declaração polêmica, Veras diz que o petrolão foi criado no governo Lula com a missão de garantir recursos para eleger a presidente Dilma Rousseff (PT). (Bocão News) (mais…)

Marqueteiro do PT planejava pronunciamento de Lula na TV

O conteúdo e forma mais adequados a este programa seria -e é!- uma fala de dez minutos do presidente Lula – ele fazendo o depoimento que precisa fazer e está devendo a si mesmo, ao partido e à nação.” E-mails interceptados na Operação Lava Jato mostram o marqueteiro João Santana, responsável pelas campanhas à Presidência do PT, defendendo um longo pronunciamento do ex-presidente Lula sobre a crise no programa partidário do partido na TV no início deste ano.

Santana foi preso em fevereiro sob suspeita de receber no exterior dinheiro desviado da Petrobras. Em mensagem em dezembro passado ao presidente do partido, Rui Falcão, Santana diz que o pronunciamento de Lula na TV seria uma grande oportunidade. “Trata-se de rede nacional, produzida e controlada pelo partido. Momento raro e único!”, diz. O programa do PT foi ao ar no dia 23 de fevereiro, por coincidência, mesmo dia em que Santana e a mulher se entregaram à Polícia Federal. A fase Acarajé da Lava Jato foi deflagrada um dia antes. No horário do partido na TV, Lula acabou aparecendo por apenas um minuto. Santana diz na mensagem que não teria como dirigir o vídeo, mas poderia opinar.

EM DEFESA DA CPMF

Nos e-mails apreendidos, também há cópias de um material de uma campanha do governo federal em defesa da volta da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira). A volta do tributo foi uma das principais causas da presidente Dilma Rousseff em 2015. No material, há reproduções de um comercial de TV que tenta convencer o espectador de que a contribuição é uma “poupança social” necessária para superar a crise.

“A CPMF vai combater a sonegação e a lavagem de dinheiro de certos poderosos”, diz um dos vídeos. Um dos trabalhos afirma que o objetivo dos vídeos é amenizar os “malefícios” da contribuição. O e-mail foi enviado para o marqueteiro em novembro por um diretor de uma das empresas dele. Santana virou réu nesta sexta-feira (29) sob suspeita de lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa. Os e-mails foram anexados aos autos de uma das duas ações penais contra ele. Com informações da Folhapress. (NM) (mais…)

Áudio de ‘gemido de mulher’ interrompe deputado em comissão

Nesta quinta-feira (28/04), durante o debate sobre o pedido de afastamento da presidente Dilma Rousseff na Comissão Especial do Impeachment no Senado, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) passou por um momento constrangedor quando foi interrompido por um ‘gemido de mulher’.

Segundo informações do IG, um assessor que utilizava o celular logo atrás do senador reproduziu um áudio constrangedor, que acabou sendo captado pelos microfones da Casa. Em seguida, Cunha chegou a pedir que o imprevisto fosse descontado de seu tempo ao microfone. “Peço que desconte do meu tempo o choro do bebê”, disse, visivelmente constrangido.

De acordo com a publicação, o áudio da mulher circula em mensagens no WhatsApp, normalmente “disfarçado” em outros conteúdos, e visa justamente constranger aqueles que apertarem o “play”. “Quem nunca abriu um daqueles vídeos com áudio da moça gemendo não é mesmo?”, brincou um internauta. (NM) (mais…)

Michel Temer e Aécio Neves acertam participação do PSDB em possível governo

O vice-presidente Michel Temer e o presidente do nacional do PSDB, Aécio Neves, acertaram na noite desta quinta (28/04) a participação do partido no eventual governo Temer caso a presidente Dilma Rousseff seja afastada temporariamente do cargo pelo Senado Federal. O encontro aconteceu em São Paulo.

De acordo com a Folha de S. Paulo, Temer informou que o partido aceita integrar a administração interina com a ocupação de cargos na equipe ministerial. Na próxima terça-feira (03) está programado pela cúpula nacional do PMDB a entrega de documento com propostas de mudanças para o país.

Só depois disso os convites para os tucanos serão oficializados. Um dos sondados pela equipe do PMDB foi o senador José Serra (PSDB-SP). No provável governo Temer, Serra assumiria o Ministério das Relações Exteriores. Já a Secretaria dos Direitos Humanos seria entregue para a deputada federal Mara Gabrilli (PSDB-SP).  (folha) (mais…)

Voltar à página inicial