web analytics

Forças iraquianas recuperam controle do túmulo do profeta Jonas

Em julho de 2014, as forças do então nascente Estado Islâmico dominaram a cidade de Mosul, no Iraque. Além de destruir 11 igrejas, atacaram o túmulo do profeta Jonas. Chamado de Younis em árabe, o local atraía visitantes e ficava dentro uma mesquita que levava o seu nome.

Esta semana, após mais uma investida das tropas iraquianas, foi recuperado o controle da região. A maioria dos jihadistas abandonou Mosul após um conflito que durou meses e contou com o apoio aéreo da Rússia. “Reassumimos o controle da zona de Nabi Younis. Erguemos a bandeira iraquiana sobre a tumba”, afirmou Sabah al-Noman, porta-voz do Serviço Iraque de Luta contra o Terrorismo, que lidera a ofensiva militar em Mosul.

O local do túmulo, erguido no século VIII a.C. deverá ser reconstruído nos próximos meses.    Ele está entre as dezenas de locais históricos destruídos ou gravemente danificados pelos soldados do Estado Islâmico, que os consideravam local de idolatria. Após intensos combates, que custaram a vida de muitos civis, o tenente -geral do exército iraquiano, Talib Shaghati, disse que em breve eles retomarão a porção ocidental da cidade, que ainda está na mão de grupos terroristas. (Com informações de CBN) (mais…)

Quanto pode custar (na realidade) a Grande Muralha de Trump?

É uma das obras mais ambiciosas de sempre. Durante a campanha de Trump foi anunciada e esta semana, o novo presidente dos Estados Unidos apresentou os primeiros planos da Grande Muralha, uma barreira física que irá separar os EUA do México de forma mais radical do que acontece hoje me dia.

Mesmo tendo em conta que a fronteira entre os dois países é já uma das mais patrulhadas do mundo, Donald Trump sonha com uma divisão mais clara para separar os “bad hombres” mexicanos (como ele próprio os descreveu) da “Grande América” que pretende criar.

Segundo o multimilionário líder do ‘mundo livre’, o projeto será concluído com um preço de 15 mil milhões de dólares (14 mil milhões de euros), pago na totalidade pelo México. O presidente Peña Nieto e vários representantes do governo mexicano já disseram repetidamente que não há qualquer hipótese do México pagar a Muralha, mas Trump continua a afirmar com confiança que os Estados Unidos apenas adiantarão o dinheiro, sendo depois reembolsados em pleno pelo Estado vizinho.

Mesmo tendo em conta que o preço anunciado por Trump esta semana subiu substancialmente face ao originalmente anunciado (menos de 5 mil milhões de euros), a verdade é que os especialistas não estão convencidos que seja possível gastar ‘tão pouco’. Os dados do Departamento de Contabilidade do governo dos Estados Unidos recolhidos pela revista Fortune apontam para um custo global que poderá ultrapassar os 25 mil milhões de dólares (23,4 mil milhões de euros) em condições normais. Continue Lendo >> (mais…)

Efígie do Papa vai desaparecer dos euros do Vaticano

As oito novas faces nacionais das moedas (entre 01 cêntimo e dois euros) foram publicadas a 24 de janeiro no Jornal Oficial da União Europeia. O reverso é o mesmo de todas as outras moedas da zona euro.

O Papa Francisco, muitas vezes chamado de “Papa dos pobres”, critica constantemente o poder negativo do dinheiro. Devido à sua raridade, os euros do Vaticano, que são legais em todos os países da zona euro, são geralmente vendidos e comprados no mercado especulativo dos colecionadores.

Os acordos assinados entre a União Monetária Europeia e Itália — de quem o Vaticano depende para cunhar moedas — têm uma quota monetária específica para o Vaticano. A primeira série anual do ‘Euro do Papa’ foi posta à venda pela primeira vez a 01 de março de 2002, com a imagem de João Paulo II. (Noticias ao Minuto)

Choveu (literalmente) dinheiro numa rua de Indianápolis

Os transeuntes de Indianápolis, no estado norte-americano de Indiana, foram surpreendidos esta terça-feira com uma ‘chuva de notas’. Sobre os habitantes que passaram na One North Meridian Street caíram centenas de notas. E ninguém sabe de onde veio o dinheiro.

Depois do alerta dado por uma testemunha, que estranhou o que via, as autoridades encontraram, no topo de um prédio de dez andares, cerca de 100 notas de um dólar. No mesmo local, descobriram ainda cinco invólucros de dinheiro – datados de 29 de dezembro e 20 de janeiro – com a inscrição ‘Federal Reserve Bank’. Desta instituição, ninguém emitiu qualquer esclarecimento.

Há quem tenha relacionado o caso com o assalto, precisamente a 20 de janeiro, de um restaurante localizado no rés-do-chão do mesmo edifício, mas não está comprovado que haja qualquer relação entre os dois incidentes. Segundo a Fox59, o dinheiro em causa foi fotografado e o caso está a ser investigado. (Noticias ao Minuto)

Mídia é oposição e deveria ficar ‘de boca calada’, diz estrategista de Trump

A imprensa norte-americana age como um partido de oposição, foi “humilhada” pelo resultado da eleição e “deveria ficar de boca calada e ouvir um pouco”, afirmou o estrategista-chefe da equipe do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Em entrevista publicada pelo New York Times, Bannon afirmou também que a imprensa “não entende o país” e ainda não entende “porquê Donald Trump é o presidente dos EUA”.

“Pode publicar isso”, acrescentou. Bannon é um dos assessores mais influentes de Trump, segundo o texto da entrevista. Ativista conservador, ele foi executivo-chefe do Breibart News, um site de notícias focado na chamada Alt-right, um grupo que partilha o nacionalismo branco e outros ideais de extrema-direita, como o antissemitismo, mas que rejeita o conservadorismo mainstream nos EUA.

De acordo com o Times, Bannon é responsável por moldar o discurso nacionalista empregado por Trump em seus últimos meses de campanha e que também está presente nos primeiros dias de mandato.

Ele teria sido um das poucas vozes dentro da equipe de Trump que urgiram o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, a dar um tom mais combativo na coletiva do dia seguinte à cerimônia de posse, quando a Casa Branca contestou notícias de que o público presente era menor do que em outras ocasições. “Vocês são o partido de oposição”, afirmou Bannon. “Não o Partido Democrata. Vocês são a oposição. A mídia é o partido de oposição”. (Bahia Noticias)

‘O México não pagará nenhum muro’, diz Peña Nieto em vídeo no Twitter

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, comentou nesta quarta-feira (25), o decreto assinado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para a construção de um muro na fronteira entre os dois países e prometeu defender os imigrantes mexicanos que residem nos EUA.

“Lamento e reprovo a decisão dos Estados Unidos de continuar com a construção de um muro que há anos, distante de nos unir, nos divide. O México não acredita nos muros. Já disse várias vezes, o México não pagará nenhum muro”, disse, em vídeo publicado no Twitter. Após a decisão de Trump, Peña Nieto determinou que os 50 consulados mexicanos nos EUA “se convertam em autênticas defensorias dos direitos dos imigrantes”.

O presidente mexicano não chegou a citar a viagem que está marcada para a próxima terça-feira (31), aos Estados Unidos, quando se encontrará com Trump. “Terei que tomar decisões sobre os próximos passos a seguir”.

O decreto de Trump é assinado durante visita de uma delegação mexicana, liderada pelo chanceler Luis Videgaray e pelo ministro da Economia, Ildefonso Guajardo, que está EUA para criar um diálogo com o novo governo em Washington e tratar da visita de Peña Nieto ao país vizinho. (Bahia Noticias)

Trump bloqueia doação milionária de Obama à Palestina

Doar dinheiro para a Autoridade Palestina é uma maneira indireta de se financiar o terrorismo no Oriente Médio. Vários governos, inclusive o dos Estados Unidos, reconhecem que o Hamas, que controla a Faixa de Gaza, e o Fatah, que possui um grupo jihadista chamado Brigadas dos Mártires de Al Aqsa, promovem o terrorismo, sobretudo contra Israel.

Mesmo assim, a administração Obama fez diversas doações com o título de “ajuda humanitária”, ainda que não se exija uma prestação de contas de como o dinheiro é usado. Uma de suas últimas decisões, tomada horas antes da posse de Donald Trump, previa o envio de U$ 221 milhões para os palestinos.

Contudo, Trump tenta impedir que isso se concretize. O pagamento foi suspenso devido a objeções dos republicanos do Congresso americano. O Departamento de Estado afirmou que reavaliará a situação e poderá fazer “ajustes” uma vez que ele não corresponde às prioridades do novo governo. Durante seu discurso de posse, ele prometeu “Erradicar completamente o terrorismo radical islâmico da face da Terra”.

O Congresso norte-americano havia aprovado o financiamento palestino nos orçamentos da Agência de Desenvolvimento Internacional de 2015 e 2016. Mesmo assim, parlamentares do Partido Republicano – o mesmo de Trump – apontam para o fato que a Autoridade Palestina não cumpriu os acordos feitos anteriormente. Continue Lendo >> (mais…)

‘Aquarius’ é indicado ao César de Filme Estrangeiro

“Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho, é um dos indicados ao Prêmio César de melhor filme estrangeiro. O Oscar do cinema francês teve sua lista divulgada nesta quarta-feira (25), pela Academia Francesa de Cinema, que entregará os prêmios no dia 24 de fevereiro, em Paris.

O longa brasileiro já foi distribuído para mais de 65 países e estreou nos cinemas americanos em outubro, onde recebeu uma indicação ao Spirit Awards, de filmes independentes. Confira a lista completa de indicados:

Aquarius, de Kleber Mendonça Filho (Brasil)
Baccalauréat, de Cristian Mungiu (Romênia)
Juste la fin du monde, de Xavier Dolan (Canadá)
Manchester by the sea, de Kenneth Lonergan (Estados Unidos)
Toni Erdmann, de Maren Ade (Alemanha)
Moi, Daniel Blake, de Ken Loach (Inglaterra)
La fille inconnue, des frères Dardenne (Bélgica)

Trump vai ordenar a construção do muro na fronteira com o México

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenará nesta quarta-feira (25), a construção do muro na fronteira com o México, que chegou a ser anunciado durante a campanha eleitoral. Nesta terça, ele já sinalizou a medida em seu perfil oficial no Twitter: “Grande dia para a segurança nacional amanhã. Entre muitas outras coisas, vamos construir o muro”, publicou.

Segundo informações do jornal americano The New York Times, além da delimitação da fronteira, ele pretende também fazer um corte drástico na quantidade de imigrantes que podem se reinstalar no país e bloquear sírios e cidadãos de outros países “propensos ao terrorismo”, ao menos temporariamente.

Pessoas que tiveram acesso às ordens relatam ainda outras iniciativas como a manutenção da prisão na Baía de Guantánamo, o decreto da Irmandade Muçulmana como uma organização terrorista, e prosseguir com as prisões secretas. (Bahia Noticias)

Conheça os indicados para o Oscar 2017

A academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou, na manhã desta terça-feira (24), os indicados ao Oscar 2017. “La la Land: Cantando Estações”, com 14 indicações, iguala recorde histórico de “Titanic” e “A Malvada”. Confira Aqui lista completa: (mais…)

Obama enviou mais de 200 milhões de dólares à Palestina nas últimas horas de mandato

Ganhador do prêmio Nobel da Paz em 2009, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama passou os oito anos de governo com seu país envolvido em guerras. Atualmente, forças americanas estão presentes em 7 países com algum tipo de conflito bélico em andamento. Agora, vem à tona que um dos últimos atos de seu mandato foi enviar US$ 221 milhões à Palestina, conforme mostram as agências internacionais.

De acordo com a Associated Press, o Congresso foi informado sobre essa intenção na sexta-feira (20), de manhã, poucas horas antes de Donald Trump tomar posse. Ao todo, os EUA enviaram US$ 227 milhões. Sendo que US$ 4 milhões de dólares eram destinados a programas relacionados com mudanças climáticas e US$ 1,25 milhão foi dado a organizações que trabalham com a ONU.

Pessoas ligadas ao ex-secretário de Estado John Kerry explicam que o assunto foi tratado como prioridade e que havia ordens para não ser divulgado. Oficialmente a verba é doada para “causas humanitárias”, mas não existe prestação de contas.

Ou seja, o Fatah e o Hamas, grupos políticos que controlam a Autoridade Palestina, podem usar da maneira como quiserem, embora o próprio governo americano reconheça que o Hamas e as Brigadas de Al Aqsa -braço militar do Fatah – sejam classificadas como organizações terroristas que frequentemente fazem atentados contra Israel. Especialistas avaliam que a decisão de Obama se deu graças a postura abertamente pró-Israel de Trump e o fato de Obama ser inimigo político do premiê Benjamin Netanyahu. (Gospel Prime)

Trump corta financiamento de clínicas de aborto

Havia muita expectativa nos Estados Unidos se o presidente Donald Trump cumpriria todas as promessas que fez quando era candidato. Com uma agenda conservadora, ele falou várias vezes sobre cortar o financiamento público de clínicas de aborto, sobretudo da ONG Planned Paranthood, que era uma importante apoiadora de Hillary Clinton. Nesta segunda-feira (23), Trump, assinou uma ordem executiva para limitar a ajuda financeira a ONGs que realizam abortos.

Em cerimônia do Salão Oval, ele começou a mostrar que está disposto a levar a cabo todas as medidas que prometeu, mesmo que sejam impopulares. Nos Estados Unidos, o aborto é praticado livremente desde a década de 1970. Ontem fez 44 anos que foi dada a sentença do famoso caso “Roe v. Wade”, que legalizou o aborto na prática. A decisão de Trump não torna o aborto ilegal, mas diminuirá sua incidência como um todo.

O que o novo presidente fez, na verdade, foi reeditar uma medida estabelecida pelo presidente republicano Ronald Reagan em 1984. Ela bloqueia o repasse de verba federal a organizações internacionais que promovem o aborto ou o realizam em suas clínicas. O democrata Barack Obama havia rescindido a medida logo que tomou posse, em 2009.Continue Lendo >> (mais…)

Tempestade solar pode causar prejuízos de bilhões por dia

A Terra é alvo, a cada 100 anos, de uma tempestade solar, um fenômeno que desencadeia explosões de radiação que, ao alcançarem o campo magnético do planeta, interferem no funcionamento de tudo o que seja tecnológico.

Um estudo publicado na revista científica Space Weather, e ao qual o site Gizmodo teve acesso, revela agora que uma violenta tempestade solar poderia causar prejuízos diários de US$ 40 bilhões só nos Estados Unidos. Um evento desta dimensão poderia, portanto, colocar em risco a saúde da economia norte-americana e, consequentemente, das restantes economias do mundo.

O Gizmodo diz ainda que estas tempestades são habituais, mas são fracas o suficiente para não penetrarem no campo magnético da Terra. “Achamos importante que se entenda como um violento evento espacial pode afetar a produção doméstica dos EUA em vários setores da economia. Sem esquecer-se das potenciais perdas em outras nações”, explicou o coautor do estudo, Edward Oughton, num comunicado. (Noticias ao Minuto)

Trem descarrila em Nova York e deixa 103 feridos

Um comboio de trem descarrilou durante a hora do rush nesta quarta-feira (4), em um terminal do Brooklyn, em Nova York, deixando 103 feridos. Segundo o Departamento de Bombeiros local, nenhum dos prejudicados sofreu ferimentos graves. Ao menos onze foram levados ao hospital.

Segundo Aaron Neufeld, que estava em um dos vagões a caminho de Manhattan, a composição brecou bruscamente quando se aproximava de uma estação, e muitos passageiros caíram. Em seguida, uma nuvem de fumaça apareceu em alguns dos vagões e do lado de fora

Uma vez fora dos trens, ele viu que o primeiro vagão havia descarrilado e estava com os vidros quebrados. O incidente ocorreu perto das 8h20, horário local. O comboio da LIRR saiu da estação de Far Rockaway e, segundo a autoridade metropolitana de transportes, foi um “acidente”. (Associated Press) (mais…)

Turquia detém 8 sob suspeita de conexão com ataque em Réveillon

O governo da Turquia deteve oito pessoas suspeitas de terem laços com o ataque terrorista que matou 39 pessoas na noite de Réveillon, informou a agência estatal de notícias, Anadolu. Eles foram levados para o escritório antiterrorismo e estão sendo interrogados. O atirador, que escapou da cena do crime, não está entre eles.

Autoridades locais disseram ter identificado 38 das 39 vítimas até o momento. Sete deles seriam turcos, enquanto três eram sauditas, três libaneses e três iraquianos. Tunísia, Índia, Marrocos e Jordânia perderam dois cidadãos cada. Os demais eram do Kuwait, Canadá, Israel, Síria e Rússia.

Separadamente, o governo alemão afirmou que dois residentes no país teriam morrido no ataque, reivindicado pelo Estado Islâmico. Um deles teria dupla nacionalidade alemã e turca, enquanto o outro seria um turco. Outras sessenta e nove pessoas ficaram feridas. (Estadão Conteúdo) (mais…)

Rússia pede por apoio da ONU para o cessar fogo na Síria

A Rússia pediu nesta sexta-feira (30) para que o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) adote rapidamente uma resolução apoiando o acordo de cessar-fogo na Síria e reiterando apoio para um plano de paz que se inicia com um governo de transição.

O projeto ainda pede por um acesso “rápido, seguro e sem impedimentos” para a entrega de ajuda humanitária no país, apontando para a reunião do final de janeiro entre o governo sírio e a oposição na capital do Casaquistão, Astana, como “uma importante parte do processo político conduzido pela Síria, facilitado pelas Nações Unidas”. (Associated Press) (mais…)

Voltar à página inicial