Itagimirim: Comerciante de 63 anos morre e 11 ficam feridos após acidente

Itagimirim: Comerciante de 63 anos morre e 11 ficam feridos após acidente - itagimirim, destaque, bahia, transitoFoto: Redes Sociais

Uma pessoa morreu, duas tiveram ferimentos graves e nove sofreram lesões leves, no acidente registrado no início da noite de domingo, dia 05, na BR-101, a cerca de dois quilômetros da cidade de Itagimirim (BA). As vítimas viajavam em dois carros, que, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal, colidiram de frente em uma reta.

O comerciante Ananias Pereira da Silva, 63 anos, motorista de um dos veículos, morreu na hora. Ele morava na cidade de Itagimirim e levava sete pessoas em um Siena, dentre elas uma criança e duas adolescentes, que tiveram somente escoriações. Havia excesso de dois passageiros. Já dois ocupantes do outro carro, um Focus, tiveram ferimentos graves e três, incluindo duas crianças, lesões leves.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu quando o comerciante tentou fazer uma ultrapassagem em um trecho permitido e acabou batendo de frente com o Focus, que seguia do município baiano de Tancredo Neves para a cidade de Guaratinga. Com o impacto, o Siena capotou. O corpo do comerciante ficou preso nas ferragens e precisou ser removido pelos bombeiros. As vítimas graves foram resgatadas pelo Samu e encaminhadas para o Hospital Regional de Eunápolis.

Radar 64

Itagimirim: Colisão entre veículos deixa quatro mortes na BR-101

Itagimirim: Colisão entre veículos deixa quatro mortes na BR-101 - itagimirim, destaque, transitoFoto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Uma colisão frontal entre dois carros resultou na morte de quatro pessoas, na tarde desta sexta-feira, dia 12, na BR-101, no município de Itagimirim, no Extremo-sul da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a origem do acidente foi uma ultrapassagem forçada do motorista de um Hyundai Ix35 em local proibido.

Os quatro passageiros do veículo atingido, de cor branca – dentre eles um adolescente – morreram na hora. No Hyundai Ix35, que seguia no sentido da cidade de Eunápolis, estavam três ocupantes, inclusive outro adolescente, que foram socorridos com ferimentos e estão hospitalizados.

Os corpos do motorista e do passageiro do banco da frente ficaram presos nas ferragens. O trânsito na altura do km 685 ficou em meia pista. Os veículos serão removidos do local após a chegada da perícia. Até o fechamento desta matéria as vítimas ainda não foram identificadas.

Redação: Blog Marcos Frahm | Infomações: Radar64

Itagimirim: Grupo fecha pista em protesto contra prisão em disputa de terra

Itagimirim: Grupo fecha pista em protesto contra prisão em disputa de terra - itagimirim, bahiaFoto: Reprodução/ Vídeo/ TV Bahia

Moradores da cidade de Itagimirim, no sul da Bahia, bloquearam um trecho da BR-101 no início da manhã desta segunda-feira, dia 26. Por causa do protesto, um longo congestionamento se formou na rodovia, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os manifestantes ocuparam os dois sentidos da via, montando barreiras, e só liberaram a rodovia após a chegada de veículos de imprensa e um representante da empresa Veracel Celulose, alvo do protesto.

De acordo com os manifestantes o ato ocorre em protesto contra a prisão de algumas pessoas em uma disputa de terra envolvendo as famílias e uma empresa de celulose na região. A Veracel Celulose informou que sempre esteve à disposição para o diálogo com a comunidade envolvida e reforça que a base de sua relação é e continuará sendo realizada de forma pacífica e de acordo com a lei.

De acordo com a Veracel não houve qualquer enfrentamento ou situação que tenha colocado em risco a comunidade e “repudia veementemente qualquer ato de violência, assim como quaisquer abusos ou arbitrariedades”. A Veracel acrescenta que toda sua área é produtiva e que possui toda a documentação de posse legítima de suas terras.

G1/ Bahia

Itagimirim: Agricultora colhe batata doce gigante no quintal de casa

Itagimirim: Agricultora colhe batata doce gigante no quintal de casa - itagimirim, bahiaFoto: Reprodução/ Vídeo/ Bahia Rural - TV Bahia

Uma agricultora familiar colheu uma batata-doce gigante de 9,8 kg no distrito de União Baiana, em Itagimirim, região sul da Bahia. A planta foi cultivada no quintal de casa, por pouco mais de três meses, e tratada somente com adubos naturais e sem fertilizantes. Maria do Socorro Rodrigues disse que cultiva batatas há cerca de cinco anos e, em média, o material colhido não passa de 800 gramas. Raras vezes encontra batatas pesando cerca de 2 kg. Dessa vez, no entanto, a raiz foi tão grande que ela precisou pedir ajuda ao marido para retirar do solo.

“Já produzo há cinco anos e já colhi batatas de até 2,5 kg. Mas essa é a primeira vez que eu vejo. Me surpreendi na hora que eu cavei e achei essa batata. Fiquei impressionada”, disse a agricultora. O próprio companheiro, o também agricultor João José dos Santos, foi quem levou a planta para pesar após a colheita e conferiu o peso da batata. “Eu fiquei impressionado pelo tamanho da batata. Gigante! Desse tamanho eu também nunca tinha visto. Ela pesou 9,8 kg”, afirmou espantado. Segundo o casal, eles não utilizam adubos importados ou irrigação.

A planta se desenvolveu por três meses e meio e Maria explicou os cuidados utilizados no cultivo. “Quando limpo, eu não retiro os matos que ficam. Deixa apodrecer na terra mesmo. Sempre pego todo o mato e deixa apodrecer. Esse é o único adubo que tenho aqui”, comentou. A engenheira agrônoma Ana Carolina Souto disse que as condições favoráveis do solo contribuíram para a batata alcançasse esse tamanho. De acordo com ela, o fato da planta dar origem a um único tubérculo foi determinante para que se desenvolvesse dessa maneira.

G1/ Bahia

Itagimirim: Mercado Municipal é reformado; feirantes recebem barracas padronizadas e kits

Itagimirim: Mercado Municipal é reformado; feirantes recebem barracas padronizadas e kits - noticias, itagimirim, bahiaFoto: Fernando Vivas/ GOVBA

As 200 famílias agricultoras que trabalham no Mercado Municipal de Itagimirim (BA) e toda a população do município passam a contar com o Mercado Municipal reformado, com condições hidrossanitárias adequadas para a comercialização de produtos. A entrega do equipamento foi realizada, nesta quinta-feira (20), pelo governador Rui Costa. A ação, executada a partir de convênio entre a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e a Prefeitura Municipal de Itagimirim, teve investimentos da ordem de R$433,4 mil.

Localizado na sede do município, que tem uma população de 6.825 habitantes, a reforma do Mercado Municipal de Itagimirim trará benefícios à economia local, permitindo a comercialização de produtos de forma segura e higiênica, aumentando assim a qualidade de vida das famílias que vivem do comércio e de toda a população do município.

Também foram entregues 30 barracas de feira livre padronizadas e 30 kits feirantes, contendo máscaras de proteção, gorro, avental, frasco de álcool em gel e folheto que explica os cuidados que os feirantes devem ter ao participarem das feiras livres. A iniciativa integra a campanha Viva Feira & Feira Segura desenvolvida pela SDR/CAR, que visa a adequação de espaços e das condições para a comercialização de alimentos, permitindo a regularidade do abastecimento para os centros urbanos e garantindo renda para as famílias agricultoras.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: SDR/CAR

Itagimirim terá Unidade Polivalente de Beneficiamento de Mandioca

Para fortalecer e garantir a geração de renda para as famílias agricultoras do município de Itagimirim (BA), na região de Eunápolis, será implantada a Unidade Polivalente de Beneficiamento de Mandioca, no distrito de União Baiana. A ação é resultado de um convênio firmado entre o Governo do Estado, via Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Associação de Agricultores de União Baiana.

A iniciativa está beneficiando diretamente 48 famílias, e inclui não só as obras de construção civil, mas também a aquisição de máquinas e equipamentos, veículos e assistência técnica e extensão rural (Ater), entre outras ações. O projeto, denominado Roça do Povo, do Distrito de União Baiana, em Itagimirim, há 16 anos mantém um dos maiores plantios de mandioca da Costa do Descobrimento. Pelos produtores e produtoras da associação são colhidos, anualmente, mais de 1,5 milhão de quilos da raiz, para a produção da farinha, fécula e derivados.

O Bahia Produtiva é um projeto do Governo do Estado, executado pela SDR/CAR, a partir de acordo de empréstimo com o Banco Mundial. A ação seleciona e apoia projetos de inclusão produtiva e acesso ao mercado, socioambientais, de abastecimento de água e esgotamento sanitário, de interesse das comunidades mais pobres da Bahia, nos 27 Territórios de Identidade do Estado, desde 2015. Por meio do projeto são apoiados sistemas produtivos estratégicos como o da mandiocultura, ovinocaprinocultura, bovinocultura de leite, apicultura e meliponicultura, fruticultura e piscicultura, entre outros.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Ascom/ SDR

MP solicita cancelamento de shows e eventos em Eunápolis, Itagimirim e Itapebi

MP solicita cancelamento de shows e eventos em Eunápolis, Itagimirim e Itapebi - itapebi, itagimirim, eunapolis, bahiaImagem de Vektor Kunst por Pixabay

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou aos municípios de Eunápolis, Itagimirim e Itapebi, na Costa do Descobrimento, o cancelamento imediato de quaisquer shows e eventos que possibilitem aglomeração de pessoas, para evitar a propagação do novo coronavírus.

O documento assinado pelo promotor João Alves da Silva Neto recomenda ainda que as prefeituras oriente seus setores competentes para que se abstenham de expedir alvarás e autorizações para a realização de eventos particulares. O MP-BA dá um prazo de 72 horas para que os municípios adotem políticas públicas de prevenção ao contágio do novo coronavírus, orientando a população e elaborando um plano de contingência para a Covid-19.

A recomendação do MP também sugere a realização de uma campanha oficial, por parte das prefeituras, informando sobre o risco de letalidade da Covid-19 para os jovens, os idosos e pessoas com comorbidades, além de explicar a necessidade de evitar aglomerações para impedir o contágio individual, bem como as consequências de uma contaminação simultânea e em larga escala da população. (mais…)