Diocese de Amargosa realizou Encontrão de Catequese neste fim de semana

A Dimensão Bíblico Catequética da Diocese de Amargosa (DBC), realizou neste domingo (28/08) na Matriz de São Benedito em Santo Antônio de Jesus, o 10º Encontro Diocesano de Catequese. Para a assessora diocesana da DBC, Cristiane Nogueira, foi um momento de oração, de reflexão, de encontros e reencontros. “Como o padre Marco Antônio falou, é o momento da gente repensar a nossa catequese, viver os nossos conceitos em relação a catequese, e viver um tempo novo”, disse.

Ainda em entrevista ao repórter Hélio Alves, Cristiane explicou que a catequese não é somente para crianças. “A catequese hoje começa, mas não tem fim, porque catequizamos crianças, adolescentes, jovens e adultos. Nós também vemos como catequese os círculos bíblicos, os encontros de pais e padrinhos, de noivos e catecumenato. Então, a catequese é para todos”, destacou.

chica elieteFrancisca Bezerra (Chica), coordenadora da Pastoral Catequética na Paróquia Santo Antônio, contou que no primeiro encontro diocesano realizado em 2006 teve a participação de 200 catequistas, e neste domingo o 10º Encontrão contou com a participação de aproximadamente mil catequistas.

“É uma alegria muito grande pra mim, que sonhei com esses encontros diocesanos, ver essa multidão aqui reunida”, disse Chica.

Já a senhora Eliete Couto, da comunidade de Nossa Senhora do Carmo em Varzedo, contou que é catequista desde os 14 anos de idade. “É uma missão que quando a gente abraça a gente não consegue deixar mais. É como ouvimos aqui no encontro, vamos nos apaixonando a cada dia e isso vai trazendo cada vez mais força e vontade da gente catequizar os nossos irmãos desde os pequeninhos até as famílias.”, concluiu.

O encontrão contou com a presença do Bispo Diocesano Dom Valdemir Ferreira, e do coordenador da Dimensão Bíblica Catequética da Diocese de Amargosa, Padre Marco Antônio. (Tribuna do Recôncavo)encontro de catequese 6Veja mais fotos AQUI em nossa fanpage! (mais…)

Membros da RCC da Diocese de Amargosa participam de formação em S. A. de Jesus

simbolo rcc1Neste sábado (20/08) membros da Renovação Carismática Católica (RCC) das diversas paróquias da Diocese de Amargosa estiveram reunidos mais uma vez na Paróquia São José do Andaiá em Santo Antonio de Jesus, para a escola permanente de formação que vem acontecendo mensalmente em duas turmas.

A escola permanente de formação é um ambiente de estudo através de módulos, sendo os formadores membros da RCC da própria diocese. O objetivo é formar membros da RCC e formar formadores, para que estes  cresçam cada dia mais em graça e conhecimento.

Para a coordenadora diocesana Tatiane Figueiredo, a formação é um serviço a longo prazo. “O Espírito Santo nos modela na formação e esta nos ajuda na oração, na pregação e na vida.”

O sábado de formação foi marcado por momentos de estudo, espiritualidade, oração, louvor, testemunhos de fé e socialização, contando com membros da RCC de várias paróquias da diocese, os formadores e a coordenadora diocese.

A formadora Sandra, da cidade de Nazaré, ressaltou a importância dos grupos de oração da Renovação Carismática nas paróquias. “Os grupos de oração da  RCC é uma grande porta que se abre para os sofredores, endividados, angustiados. Quantas vezes nos grupos  de oração costumam aparecer bêbados, porque a música e a pregação  o convida, ali é o coração de Jesus, que é da igreja.”

Também foi ressaltado a importância da formação para que todos os grupos de oração vivam o mesmo princípio, como diz a sagrada escritura em Atos dos Apóstolos 4:32: “A multidão de fieis era um só coração e uma só alma(…).”. É isso que todos os grupos precisam ter, a unidade para que todos falem a mesma linguagem. Fé e renovação espiritual são os elementos essenciais ao fortalecimento do “ser cristão”! (Jocinere Soares/Tribuna do Recôncavo)

COMENTÁRIOS: 

Maria do Carmo da Silva Santos: Fé e renovação espiritual são os elementos essenciais ao fortalecimento do “ser cristão”! (mais…)

Festa de São Roque em Mutuípe foi marcada por muita fé e devoção

Os festejos em louvor à São Roque na Paróquia de Mutuípe tiveram início com uma carreata percorrendo as ruas da cidade, culminando com a celebração da Santa Missa em honra do Bom Jesus,  no dia 06 de agosto, conduzida pelo pároco Pe. Almiro Rezende que com grande zelo e fervor apostólico conduz esta Paróquia.

A partir da reflexão do TEMA IGREJA: COMUNIDADE QUE PARTILHA OS DONS E OS BENS, a comunidade foi motivada a refletir sobre a importância do Dízimo à luz da Palavra de Deus nas dimensões (religiosa, social, missionária e comunitária), cuja reflexão foi conduzida a cada noite por sacerdotes de Paróquias vizinhas e paroquianos de outras Dioceses.

Durante o novenário, a comunidade paroquial participou de forma ativa: pastorais, comunidades dos bairros com seus respectivos padroeiros, comunidades rurais, Associações e representantes dos diversos setores da sociedade: educação, saúde, agricultores, profissionais liberais, poderes constituídos e as corporações.

festa mutuipe 2Mantendo a tradição, aconteceu a noite da partilha, momento significativo onde as comunidades rurais e urbanas (após a missa), ofertaram para a comunidade os  frutos da sua labuta diária: bolos, frutas, beijus e biscoitos, que foram degustados pelos presentes.

A última noite do novenário foi agraciada com a presença do bispo emérito, D. João Nilton, culminando este período de renovação espiritual para os fiéis que reconhecem S. Roque como um grande intercessor diante de Deus por nós, em especial pelos doentes. Na sua reflexão, Dom João enfatizou a vivência do amor pelos cristãos a exemplo de São Roque, Ir. Dulce, Madre Tereza de Calcutá e outros santos, ressaltando também a importância desta data (15/08) fazendo jus à criação da Diocese de Amargosa hà 74 anos. A comunidade agradeceu a sua presença com uma mensagem e aplausos. O pároco, Pe. Almiro agradeceu-lhe pela constante disponibilidade em servir a Paróquia S. Roque/Mutuípe e pela profunda reflexão.

O “grande dia, 16 de agosto, foi marcado pela Primeira visita do Bispo Dom Valdemir que presidiu a Missa Solene conduzindo os fiéis à reflexão da Palavra de Deus e dos momentos litúrgicos, unindo fé e vida, ressaltando a sua alegria em participar deste momento, destacando o Papa Francisco e São Roque como exemplos de fidelidade à Igreja.

A missa festiva foi marcada pela presença de centenas de paroquianos oriundos das comunidades urbanas, rurais e de paróquias vizinhas, sendo concelebrada pelo PE. Nelson (pároco da Paróquia de S. Antônio em S. Antônio de Jesus), do PE. Edson (pároco da Paróquia Senhor do Bonfim em Jiquiriçá). Fizeram-se presentes também dois seminaristas.

Os festejos foram encerrados com a Procissão percorrendo as ruas da cidade com centenas de fiéis e com a participação de D. Valdemir que concluiu os festejos proclamando a bênção do Santíssimo Sacramento, fazendo as considerações finais, proferindo alguns informes pastorais e agradecendo ao Pároco Pe. Almiro pela dedicação missionária.

O Pe. Almiro expressou carinhosamente gratidão à todos pelo fervor  na participação durante o novenário e no dia festivo, agradeceu a notável  presença do nosso pastor, D. Valdemir e incentivou os fiéis a perseverarem no compromisso com a Comunidade-Igreja. (Maria do Carmo/Tribuna do Recôncavo)

festa mutuipe 5Veja AQUI mais fotos em nossa fanpage! (mais…)

SAJ: Diocese de Amargosa realiza encontro com lideranças da Pastoral do Dízimo

Nos últimos dias 29 e 30 de julho no Centro Comunitário de São Benedito (Santo Antônio de Jesus) a Comissão Diocesana de Pastoral do Dízimo da Diocese de Amargosa, realizou dois encontros de formação de grande importância para o trabalho da Pastoral do Dízimo.

No primeiro momento, dia 29 de julho, foi realizada uma palestra para todos os padres da Diocese, inclusive com a presença do Bispo Dom Valdemir Ferreira. O objetivo maior do evento foi despertar nos sacerdotes a necessidade de um envolvimento maior dos leigos no processo de condução das pastorais do dízimo em todas as comunidades da Diocese. A palestra foi proferida por André Luiz Moreira dos Santos da Diocese de Camaçari-Ba, que é membro da Comissão para a Pastoral do Dizimo – CNBB – Regional Nordeste III, Bahia e Sergipe.

O segundo momento, dia 30/07, contou com a presença de cerca de 150 pessoas, incluindo lideranças de conselhos e pastoral do dízimo de todas as comunidades da diocese de Amargosa. O mesmo palestrante, André Luiz, realizou um trabalho de conscientização da importância que tem o dizimista para a comunidade. Dentre outros pontos foi destacado que os grupos de pastoral do dízimo de toda a diocese devem voltar os seus olhares para o dizimista, para a pessoa que se coloca à disposição em fazer a experiência do dízimo na comunidade.

-“A pastoral do dízimo deve se conscientizar de que ela não foi feita para cuidar do dízimo. Do dízimo quem cuida é o conselho administrativo, a tesouraria e a administração da paróquia. A pastoral do dízimo é para cuidar do dizimista. É para despertar no dizimista o seu sentimento de pertença à comunidade. Não importa apenas dar o dízimo, é necessário ter a consciência de ser parte deste Corpo Místico de Jesus Cristo, a sua Igreja”, disse André.

gil e ze roberto

Pe Zé Roberto e Gilbenício

Para Gilbenício Brandão, membro da equipe diocesana, o movimento do dízimo nas paróquias da Diocese de Amargosa tem crescido e despertado no cristão o sentimento de corresponsabilidade com as necessidades da comunidade.

“Como muitas vezes erradamente afirmamos, o dízimo não é para Deus. Deus não precisa do dízimo nem do dinheiro de ninguém. O dízimo é de Deus, e deve ser colocado à disposição da comunidade. Quando Deus o instituiu e pediu aos irmãos que o trouxessem para o templo, o seu objetivo maior era despertar no coração deles a partilha dos dons e dos bens. Assim o cristão é convidado pelo próprio Deus a colocar-se à disposição de sua comunidade através da partilha”, destacou Gilbenício.

O evento já é o segundo realizado pela Comissão Diocesana de Pastoral do Dízimo composta por Cristiane (Aratuípe), Orlando (Amargosa) Irmã Ana Maria (Nazaré), Mara e Gilbenício (São Benedito – SAJ) sob a coordenação e orientação do Padre José Roberto, pároco das paróquias de Aratuípe e Jaguaripe.

-“Essa equipe pretende inserir no calendário diocesano a realização de novos movimentos dessa natureza, com o objetivo de unificar o trabalho da Pastoral do Dízimo, e consolidá-la, não como uma equipe de arrecadação, mas como uma pastoral que busca, à luz da Palavra de Deus, um maior envolvimento do dizimista com as necessidades da Igreja frente às realidades de sua própria comunidade”, concluiu Gilbenício. (Tribuna do Recôncavo)dizimo sb pe (mais…)

Missa de aniversário do Pe Edson presidida por Dom Valdemir reúne multidão no São Benedito

Aconteceu na noite deste sábado (23/07) na Igreja Matriz de São Benedito em Santo Antônio de Jesus, a missa de aniversário de ordenação presbiteral do Padre Edson de Melo, que contou com a presença de milhares de fieis e foi presidida pelo bispo da Diocese de Amargosa, Dom Valdemir Ferreira.

Em entrevista concedida ao Portal Tribuna do Recôncavo o padre Edson destacou sua alegria em ver a igreja lotada, principalmente por crianças e jovens. “É motivo de alegria sobretudo de confirmação do nosso trabalho, já que nós da Paróquia São Benedito estamos trabalhando de acordo com o nosso projeto diocesano, que é ter uma igreja para todos, onde a fé vai sendo vivida no dia a dia dos nossos paroquianos”, disse.

pe edson e dom valdemir okPadre Edson ainda falou sobre a presença de Dom Valdemir em sua missa de aniversário de ordenação sacerdotal. “Vejo a presença do bispo como um momento de nos fortalecer na fé e de confirmar o projeto pastoral, como ele mesmo disse que as comunidades precisam ser multiplicadas para chegar até a periferia, chegar as pessoas que ainda não foram alcançadas”, destacou.

Já Dom Valdemir, novo bispo da Diocese de Amargosa, comentou sua participação nas missas de aniversário de ordenação do padre Marco Antônio (dia 18) e neste sábado (23) na missa do padre Edson. Para ele, está sendo motivo de alegria participar dessas datas significativas tendo, portanto, esse primeiro contato com os fieis.

Ainda em entrevista ao Tribuna, o bispo falou sobre sua primeira reunião do Clero de Amargosa nos dias 19 e 20. “Foi excelente, na primeira parte nós falamos sobre cada um, se colocou sobre a nossa realidade, a realidade da nossa diocese, e eu pude conhecer a história de cada um. No segundo momento da reunião falamos sobre a Pastoral Vocacional e quais encaminhamentos poderemos dar para a segunda reunião, que já está marcada para os dias 13 e 14 de setembro com todos os padres”, concluiu Dom Valdemir.

No final todas as crianças foram ao altar cantar parabéns para o aniversariante, os leigos prestaram homenagens ao Padre Edson e a Dom Valdemir com faixas e flores, e um bolo enorme foi partilhado entre os fieis presentes. (Fotos: Jéssica Santos | Redação: Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo). ASSISTA O VÍDEO!   publica missa pe eedsonpublico todo pe edsonVER AQUI MAIS FOTOS EM NOSSA FANPAGE! (mais…)

Padre Nilvandro e jovens da Diocese de Amargosa participam da JMJ na Polônia

pe nilvandro_nEm entrevista concedida a Rádio Clube de Santo Antonio de Jesus, o padre Nilvandro Oliveira, pároco das Paróquias São Brás em Taperoá e Sagrado Coração de Jesus em Nilo Peçanha, declarou que representará o clero da Diocese de Amargosa na JMJ (Jornada Mundial da Juventude), na Polônia.

A JMJ é um evento internacional organizado pela igreja católica que reúne milhares de jovens de todo o mundo, representando uma igreja viva. O evento será presidido pelo papa Francisco, na Cracóvia – Polônia. O padre Nilvandro, representante do clero da Diocese de Amargosa, respondeu a algumas perguntas feitas pelo radialista Hélio Alves.

HÉLIO ALVES: Quando acontecerá a JMJ, padre Nilvandro e como será a semana missionária?

PADRE NILVANDRO: Estarei representando nosso clero da Diocese de Amargosa e lá estaremos em comunhão com todos os jovens da nossa Diocese, do Brasil e do mundo inteiro nesse momento de experimentarmos de fato a misericórdia do Pai.

A Jornada acontecerá do dia 19 a 29 de julho. Sendo que no dia 19 começa a semana missionária, onde [nós padres] ficaremos na Diocese confessando, visitando as casas e fazendo as atividades. Depois começa de fato a jornada na Cracóvia no dia 25,  na terra do papa João Paulo II (ele que foi o grande criador da JMJ), teremos visita ao  Santuário, à casa de João Paulo e outras atividades diferentes.

HÉLIO ALVES: Para essa jornada, como está a articulação aqui na Diocese de Amargosa para a ida de jovens até a JM?

PADRE NILVANDRO: Algumas paróquias da Diocese fizeram suas caravanas ou estão enviando alguns jovens; fiquei informado de que da Paróquia Santo Antônio irão alguns jovens e certamente jovens de outras paróquias também deverão ir representando os jovens de nossa Diocese. Isso foi dificultado pelos custos, o euro está muito caro; mas se houver uns quinze jovens junto comigo estaremos bem representados; que dentro desse cenário também fazemos parte dessa igreja que é universal, que está no mundo inteiro e se abre este ano para acolher todos no coração misericordioso do Pai, de modo especial a nossa juventude.

HÉLIO ALVES: Padre, qual será este ano o tema que vai nortear o evento da JMJ 2016?

PADRE NILVANDRO: “Sede misericordiosos, como vosso Pai é misericordioso.” Este é o ano da misericórdia e é lá que surge essa devoção da misericórdia, na Polônia e o papa João Paulo II, foi um grande propagador da devoção de Jesus misericordioso, da Divina misericórdia. Tanto que os panfletos que iremos receber lá estarão escritos “Jesus, eu confio em vós” e “Jesus é misericordioso”, para falar de fato que Jesus é o rosto da misericórdia do Pai.

Primeiro: A juventude irá experimentar essa grande misericórdia de Deus que se derrama em nossas vidas;

Segundo: somos chamados a sairmos dessa jornada vivendo a misericórdia, sendo nós os misericordiosos diante de um mundo marcado por tantos sinais de violência, sinais de agressão à própria juventude; nós vivemos em um país onde se morre muitos jovens, negros, homossexuais, tanta juventude excluída, sem direitos; Nós que somos igrejas somos chamados a olhar para essa juventude com um rosto e uma ação misericordiosa, a fim de promovermos a vida, alternativas que possam contribuir para que de fato tenha uma juventude viva , alegre, vibrante e cheia de Deus. Deus conta com todos nós. Finalizou. (Jocinere Soares/Tribuna do Recôncavo)jmj amargosa

(mais…)

Padres da Diocese de Amargosa participam de retiro

Com o tema ‘Espiritualidade do Cotidiano na Vida do Presbitério’ os padres da Diocese de Amargosa participaram do Retiro do Clero, de 5 à 8 de julho.  Em contato com o Portal Tribuna do Recôncavo o padre Valter Moura, pároco da Paróquia São Filipe e São Tiago informou que o Retiro é tempo de se distanciar das atividades do dia a dia.

“Nesta oportunidade buscamos nos aproximar mais de Deus, deixando Jesus falar ao nosso coração. E dentro desta realidade ouvimos outras vozes, outras palavras. É um momento privilegiado de intenso cuidado de Deus Pai por seus filhos a fim de que nós seus servos possamos fazer a sua vontade de salvar a todos por meio de nossas mãos e coração”, disse.

Já o padre Neivaldo Carvalho, pároco das Paróquias de Itatim e Milagres falou que o retiro é um meio para renovar o compromisso missionário de cada participante. “É uma oportunidade que nos fortalece na fé, e nos reanima para continuarmos assumindo a missão a nós confiada”, afirmou.

O Retiro do Clero de Amargosa contou com a participação e pregação do Bispo da Diocese de Camaçari, Dom João Carlos Petrini. Já o novo bispo Dom Valdemir Ferreira não pôde está presente no retiro, ele participará da reunião do clero nos dias 13 e 14 de julho. (Tribuna do Recôncavo)   (mais…)

Veja como foi a posse e primeira missa de Dom Valdemir em Amargosa neste domingo, 03/07

Neste domingo (03/07) a Diocese de Amargosa vivenciou um momento especial: a posse de seu novo bispo, Dom Valdemir. O evento começou às 8 hs na Praça do Bosque, com o acolhimento das paróquias que chegavam em caravanas  vindas da Diocese e de outras regiões que vieram prestigiar esse momento; às 9 hs houve a celebração de posse de Dom Valdemir na Catedral, conduzida pelo arcebispo Metropolitan  da arquidiocese de Salvador Dom Murilo Krieger, também com a presença dos bispos eméritos Dom João Nilton, da Diocese de Amargosa e Dom Augusto Alves da Rocha, de Floriano no Piauí, onde Dom Valdemir até então era bispo;  às 10 hs  após a posse Dom Valdemir presidiu  a sua primeira Missa na Diocese de Amargosa.

dom valdemir e dom joao

A chegada de Dom Valdemir, era muito esperada na Praça do Bosque pelos católicos vindos das 28 paróquias da Diocese, bem como católicos que vieram de várias outras regiões, como da Diocese de Floriano no Piauí de onde estava Dom Valdemir e de Vitória da Conquista, sua terra natal. Com animação do ministério de música da RCC da Paróquia do Andaiá, o bispo Dom Valdemir entrou em procissão junto com vários outros bispos, um vasto clero da Diocese e de outras regiões do Brasil, seminaristas e equipe de liturgia. O público cantava, saudava e aplaudia o novo bispo, e este retribuía com gestos e sorrisos. Neste momento o canto processional de saudação e proteção, era entoado : “…Iluminai a nossa Igreja Diocesana/ protegei a Valdemir, nosso bispo/ abençoai o nosso clero diocesano…”

DOM VALDEMIR POSSE3Em seguida foi feito o canto de abertura já tão familiar dos católicos, favorecendo esse momento de acolhimento a Dom Valdemir pelos diocesanos: “somos um povo que alegre vai/ marchando dia a dia ao encontro do pai…”.

Durante a celebração Dom Valdemir frisou a alegria em está tomando posse na mesma data, em que tomara em Floriano há seis anos atrás, e da alegria em ser o novo pastor da Diocese de Amargosa; revelou que seguirá dando continuidade ao trabalho de Dom João e contará também com a parceria deste, dos seus longos anos de experiência na Diocese de Amargosa e de todo clero.

Agradeceu a presença de todos que vieram de várias regiões do Brasil e à sua família, contando com a presença de nove irmãos no evento, dentre eles católicos e evangélicos. (Jocinere Soares/Tribuna do Recôncavo). VEJA MAIS FOTOS AQUI EM NOSSA FANPAGE!posse povoo (mais…)

Show do Padre Alessandro Campos reúne multidão em Santo Antônio de Jesus

Nesta quarta-feira (22/06) em comemoração aos 164 anos da Paróquia Santo Antônio, em Santo Antônio de Jesus (Diocese de Amargosa), houve a celebração da Santa Missa presidida pelo pároco, padre Nelson Franca e com a participação de vários padres, no espaço do São João. Essa parceria da celebração no local dos festejos juninos já acontece há alguns anos entre a Prefeitura Municipal e a Paróquia. Logo após é seguido de show católico, que neste ano contou com a presença do padre sertanejo Alessandro Campos.

missa aniv par

O padre Alessandro Campos já conhecido do público por ter se tornado o “Padre Sertanejo do Brasil”, e pelo programa “Família Sertaneja” na Rede Vida de televisão atraiu um numeroso público de várias cidades vizinhas, que aguardavam ansiosos esse momento.

O padre Alessandro entrou no palco cantando a música que marcou sua carreira e o fez conhecido do público do Brasil inteiro “O Que É Que Eu Sou Sem Jesus”, e o público correspondeu cantando junto com ele e colocando as mãos ao alto.

Logo após o padre desculpou-se pelo atraso, segundo ele enfrentou um longo engarrafamento desde que saiu de Salvador às 15 horas. Mas o público esqueceu o atraso e se empolgou cantando, dançando, rezando junto com padre e se emocionando. Percebia-se sobretudo o grande número de idosos que foram  assistir o show do padre Alessandro.

pe alessandro helioEm entrevista concedida ao repórter Hélio Alves Padre Alessandro Campos agradeceu o convite e a oportunidade de está retornando à Bahia e pela primeira vez está fazendo show na abertura de um São João. Declarou admiração pelos baianos por ser um povo alegre, trabalhador e religioso. Agradeceu ao público presente, à Prefeitura Municipal, aos padres presentes: padre Nelson Franca, padre Anderson Aparecido, padre Neivaldo Carvalho e padre Arquimedes Neto. Mencionou também o nome de Dom Valdemir, novo bispo da Diocese de Amargosa, que tomará posse no dia 3 de julho.

Durante três vezes do show o padre Alessandro solicitou que o público rezasse com ele, pedindo paz e proteção para as famílias, a cidade, a Diocese de Amargosa. Também houve momentos de oração de cura e libertação – como característica dele nesses momentos de oração, Padre Alessandro buscou a intercessão de Nossa Senhora Aparecida, segurando uma imagem da Santa e também fez oração com o crucifixo, simbolizando Jesus Cristo ressuscitado.

Em determinado momento do show o padre solicitou ao público que aplaudisse os irmãos evangélicos que ali estavam, sendo que eles costumam participar de todos seus shows e disse: “Jesus Cristo quer a unidade entre todos, somos irmãos.”

O seu repertório foi totalmente de músicas já conhecidas do público, dos seus CDs, que costuma cantar no seu programa de televisão, em ritmo de forró,  e sucessos bem antigos que marcaram época, como “ Majestade, ó sabiá”, de Roberta Miranda, “Formatura”, de Nalva Aguiar, “ Beijinho doce”, entre outras.

Já finalizando o show, houve a participação do sanfoneiro mirim Cristian no palco junto com padre Alessandro. Padre Alessandro Campos finalizou o show cantando a mesma música da abertura “O Que É Que Eu Sou Sem Jesus”, e declarou que espera ser convidado todos os anos para voltar a cantar em Santo Antônio de Jesus. (Jocinere Soares/Tribuna do Recôncavo). Aguarde o vídeo!

padre alessandro saj pe

publico padre alessandro

(mais…)

SAJ: Paróquia Santo Antônio celebrou festa do seu padroeiro nesta segunda-feira, 13/06

Com o tema “Igreja, comunidade que partilha os dons e os bens”, a Paróquia Santo Antônio em Santo Antônio de Jesus (Diocese de amargosa), realizou na manhã desta segunda-feira (13/06), a Missa Festiva do seu padroeiro. Em entrevista concedida ao repórter Hélio Alves o pároco, padre Nelson Franca falou a respeito do ponto mais alto dos festejos.

“Estamos chegando ao ápice da festa que é a celebração Eucarística; todos nós em torno da mesa do altar de Deus, agradecendo os dons e os bens que Deus nos concede, pedindo a Ele a graça de sabermos partilhar e vivendo essa experiência de comunidade, onde cada um, todos, capazes de colocar o que somos e o que temos à serviço e a favor dos irmãos”, disse.

Padre Nelson ainda relatou a respeito do trezenário. “O trezenário ocorreu dentro do que estava previsto, às 19h30min, sempre com um celebrante do clero da Diocese de Amargosa, partilhando conosco a sua experiência, ajudando-nos a refletir o tema que era proposto para cada noite, dentro daquilo que nos propõe o projeto diocesano de pastoral”.

Com relação ao aniversário da Paróquia o padre frisou: “Tudo já está organizado, o aniversário é dia 19, mas será comemorado dia 22, aproveitando toda estrutura já montada para o São João e lá vamos fazer a Missa como gratidão a Deus pelos 164 anos da Paróquia, e em seguida um show religioso com padre Alessandro Campos”. O padre Nelson ainda ressaltou que já fez vários contatos com padre Alessandro por telefone e está tudo confirmado e o mesmo foi convidado também a participar da Santa Missa.

IMG_20160613_111457480hA Missa Festiva de Santo Antonio teve início às 10h30min desta segunda (13), tendo como celebrante o Bispo Emérito Dom João Nilton dos Santos Souza e concelebrantes padre Nelson Franca, padre Marco Antônio (pároco da Paróquia São José do Andaiá), padre Edson de Melo (pároco da Paróquia São Benedito), padre Gilton Abreu (pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Conceição do Almeida, que também atende a rede de comunidades  de Dom Macedo Costa) e padre  Valter Moura (pároco da Paróquia São Filipe e São Tiago na cidade de São Felipe).

A celebração iniciou-se com um acolhimento/coreografia onde as pessoas eram convidadas a refletir acerca da importância das mãos e o quanto estas podem acolher o outro.

Em sua homilia, Dom João ressaltou a história de vida de Santo Antônio, que optou por uma vida simples, franciscana, a vida a serviço de Deus e dos menos favorecidos. “Antônio partilhava a palavra de Deus e como gesto concreto, partilhava os bens que possuía: o pão, o alimento de cada dia”.

Dom João nos propôs uma reflexão: “Por que o mundo está vivendo essa crise terrível aqui no Brasil e fora? Porque [as pessoas] têm palavra, tem riqueza, mas não tem fraternidade, não tem solidariedade, não tem partilha. Embora se reze o pai nosso, se peça o pão de cada dia, mas [peço] para mim, para o outro não(….). Temos fome de amor humano, e o amor humano para ser verdadeiro, tem que ser divino, porque esse amor não exclui”.

Durante a celebração houve também apresentações, uma delas teve como foco refletir a importância de usar de misericórdia com aqueles que precisam:  assistir aos enfermos, visitar os presos, dar de comer a quem tem fome, vestir os nus e dar pousada aos peregrinos.

A Missa foi finalizada com os agradecimentos feitos pelo pároco, Nelson Franca aos padres participantes, aos fieis católicos e ao Bispo Emérito Dom João pela presença. A tarde houve procissão, como ato de fé pelas ruas da cidade. (Jocinere Soares/Tribuna do Recôncavo). CLIQUE AQUI PARA VER MAIS FOTOS EM NOSSA FANPAGE!  

IMG_20160613_121150413IMG_8031 (mais…)

S. A. de Jesus: Mesmo com chuva, tradicional procissão de Santo Antônio atrai multidão

A festa do padroeiro da paróquia Santo Antônio em Santo Antônio de Jesus (Diocese de Amargosa), neste domingo (13/06), foi concluída com uma procissão que percorreu várias ruas da cidade. Mesmo chovendo uma multidão participou deste ato público de Fé, desde a saída da Praça Padre Mateus às 16h até a chegada às 18 horas.

Algumas residências foram ornamentadas e seus proprietários distribuíram pães para os fiéis. O casal, Dr. Armando e Dra. Guiomar, defensores públicos, saudaram os participantes da procissão em sua residência na Rua Antônio Fraga, e em seguida se deslocaram para a residência da professora Ilza na Rua Santo Antônio, onde novamente foram distribuídos pãezinhos.

IMG_8159O filho do casal, Daniel, que se trajou de Jesus Cristo pelo terceiro ano consecutivo, falou ao repórter Hélio Alves sobre a emoção de representar a pessoa mais importante do mundo. “É uma coisa emocionante porque você sente aquela energia, você incorpora a pessoa que foi Jesus e consegue passar essa energia para o povo”, disse.

Na Rua Santo Antônio crianças do Dízimo Mirim da Comunidade de São Cosme e Damião, vestidos de anjos, saudaram os fiéis com faixas e cartazes dizendo: “Somos dizimistas mirins e você?”, “O Dízimo é um instrumento da Igreja em sua ação evangelizadora”.

Ao chegar na Praça Padre Mateus Padre Nelson Franca fez os agradecimentos de praxe, prestou uma homenagem aos arrematadores que se destacaram no leilão e anunciou a nova comissão de festa, que será formada por: Tiago e Geisiane, Vando e Edna, Bonfim e Sônia, Ivan e Mariana, e o casal presidente Luiz Argolo e Fernanda Carla. (Tribuna do Recôncavo). CLIQUE AQUI PARA VER MAIS FOTOS EM NOSSA FANPAGE!  

IMG_8110

IMG_8128

Paróquia São José do Andaiá realizou festa do seu padroeiro neste domingo, 01/05

t

Aconteceu na Matriz de São José do Andaiá em Santo Antonio de Jesus (Diocese de Amargosa), neste domingo (primeiro de maio), a festa do seu padroeiro, cuja missa foi presidida pelo Bispo Emérito Dom João Nilton e concelebrada pelo pároco Pe Marco Antonio, e pelos padres Nelson Franca da Paróquia Santo Antonio e Edson de Melo da Paróquia São Benedito.

Em sua fala Dom João ressaltou que São José é patrono dos trabalhadores porque foi carpinteiro, e a igreja o colocou padroeiro de todos os trabalhadores. “Como sendo um dia especial para a classe operária no Brasil, queremos também nos unir e pedir a Deus que abençoe a todos os trabalhadores e que nos ajude a encontrar meios mais rápidos possíveis para que todos possam ter acesso ao trabalho e tenham o seu trabalho garantido, e assim [terem] melhores condições de vida para si e para a sua família”, disse.

IMG_20160501_124956383Já o padre Marco Antonio agradeceu a todos que se empenharam na campanha da reforma da Igreja Matriz, aos membros da comissão e aos paroquianos que participaram da campanha do porquinho, que arrecadou R$ 27.482,00 (vinte e sete mil, quatrocentos e oitenta e dois reais).

“Graças a Deus o povo da cidade de Santo Antonio de Jesus é muito generoso, já que a campanha também contou com a participação de pessoas das paróquias de São Benedito e Santo Antonio, que se sensibilizaram e entraram nessa com a gente. Com uma ideia tão simples, a gente conseguiu recursos para concluir a restauração da parte interna da igreja, mas para mim o resultado vai além do econômico, foi de fato um gesto concreto em torno do tema da festa de São José deste ano, que nos lembra a importância da partilha dos nossos bens, do pouco que nós temos, como resultado do nosso trabalho”, concluiu o padre Marco.

No final da celebração, um grupo de jovens apresentou uma dramatização mostrando de uma forma muito criativa o que aconteceu durante o novenário, a participação dos padres, a exemplo do padre Nelson Franca que ao ver a igreja reformada falou que a Matriz de São José tem hoje o presbitério mais bonito da Diocese de Amargosa. No final houve a dança do forró de São José. No final da tarde a festa foi concluída com a procissão e benção do Santíssimo Sacramento. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo)

IMG_20160501_124150015

IMG_20160501_115854397 (mais…)

Diocese de Amargosa realizou neste domingo a Romaria das Comunidades

IMG-20160530-WrrrA0021A Diocese de Amargosa realizou neste domingo (29/05) na Paróquia de Milagres a Romaria das Comunidades, que na oportunidade celebrou os 50 anos da Cáritas Diocesana. O pároco da Paróquia Nossa Senhora de Brotas, padre Neivaldo Carvalho, destacou a importância das ações da Cáritas nos municípios que sofrem com a seca.

Segundo ele, a Cáritas nesses últimos anos teve um olhar específico para o semiárido construindo cisternas de consumo e produção, com a finalidade de evitar a migração dessas famílias para as grandes cidades. Na Diocese de Amargosa as cisternas foram construídas nos municípios de Amargosa, Elísio Medrado, Milagres, Itatim, Castro Alves, Santa Terezinha, Iaçú e Rafael Jambeiro.

Preocupada com a preservação do meio ambiente, tendo em vista que o tema da Campanha da Fraternidade de 2016 foi “Casa Comum Nossa Responsabilidade”, no final da celebração os representantes da Caritas distribuíram 10 mudas de ipê para cada município da Diocese.

Já o padre Almiro Rezende Peixoto, administrador diocesano, falou sobre os preparativos para a posse do novo bispo da Diocese de Amargosa, Dom Valdemir, no próximo dia 3 de julho. Segundo o padre Almiro, virão 4 ônibus de Floriano e virão também caravanas de Vitória da Conquista, por este motivo foi definido em reunião que haverá uma coleta em todas as paroquias da Diocese de Amargosa neste domingo, dia 05 de junho.

“Vamos gastar com palco, som, outdoor e alimentação, a gente não sabe quantas pessoas virão. Queremos que você se empenhe, cada um em sua comunidade faça a sua coleta e entregue ao seu pároco”, disse o padre Almiro.

Dom Valdemir chegará em Amargosa no dia 01º de julho, e a posse acontecerá no dia 03/07. Em breve você acompanhará aqui no Tribuna do Recôncavo novas informações sobre a posse do novo bispo da Diocese de Amargosa. (Tribuna do Recôncavo)IMG-20160530-WA0019

(mais…)

Festa de Nossa Senhora do Bom Conselho reúne multidão em Amargosa

13076988_60017ttt7943481631_3292607902915498523_n (1)Nesta terça-feira (26-04) aconteceu a festa da padroeira da Paróquia e Diocese de Amargosa, Nossa Senhora do Bom Conselho. A Missa festiva foi presidida na Catedral pelo bispo emérito Dom João Nilton e concelebrada pelo administrador diocesano, padre Almiro Rezende e demais sacerdotes da Diocese.

O bispo emérito Dom João Nilton em sua homilia fez um relato acerca das expressões de fé no domingo do dia 17, com a carreata, onde se sentia uma vibração dos fieis católicos através de portas enfeitadas, fogos, incenso, gestos de carinho, que expressavam encontro de afeto, emoção e partilhas. Durante todo o novenário a igreja estava lotada, nave, e muita gente ao lado de fora.

“Ali estava o amor a Deus na contemplação de Maria, a mulher do sim. O que é que atrai, puxa as pessoas com chuva ou sem chuva? O amor de Deus, revelado, estampado no crucificado no Jesus de Nazaré; Ele não caiu do céu, entrou na história humana, tem uma descendência humana, tem sangue humano, tem o sangue de uma mulher, de Maria, tem o afeto, o amor, a ternura de José, que o adotou, o assumiu, vencendo as barreiras dos temores, dos preconceitos que marcam a vida de qualquer homem. Ele teve família.” 13102862_600177763481649_7159924140365684930_n

Em seguida Dom João explicou que entre os incontáveis títulos de Nossa Senhora está o “Bom Conselho”, pois Maria como mãe é conselheira. Ele afirmou: “Maria não só educou Jesus, mas como nossa mãe nos educa. Como em Bodas de Caná ela continua nos dizendo “faça tudo o que Jesus mandar. E como é bom os filhos estarem sintonizados com a mãe.”

E na última parte de sua homilia o bispo emérito ressaltou a grandiosidade do amor e da misericórdia de Jesus, salientando que Jesus de Nazaré veio para todos, não ficou insensível a nenhuma realidade humana, comovia-lhe  as lágrimas de uma viúva que via seu filho morto, compadecia-se de um cego que clamava, que queria ver a luz, não ficou insensível àqueles homens leprosos que eram jogados fora por causa da doença contagiosa, como tantos nos dias de hoje, ainda são descartados. Chamou-os para perto, tocou-os, abraçou-os. Nada, ninguém escapava do seu olhar, da sua ternura, da sua mansidão, do seu gesto de fraternidade, de amizade e de carinho. Eis porque todos queriam chegar perto, porque as palavras de Jesus encantavam, Ele falava como ninguém nunca tinha falado, falava com autoridade.

13078298_918414148269274_445442104_o“Jesus não foi um homem somente de palavras, mas de ação concreta. Quem ama chega perto, toca, se permite ser tocado, quem ama não exclui, não joga fora, não descarta. Queridos irmãos e irmãs, este Jesus é o centro da nossa fé. Jesus nos foi dado por Maria e está vivo porque ressuscitou. Que tempo feliz celebrarmos, Maria no tempo da Páscoa, tempo que recorda que Cristo é a luz do mundo, quem o segue não caminha nas trevas. Não estamos caminhando às escuras por mais que o mundo esteja tantas vezes envolto em sombras: guerras, injustiças, corrupções, ladroagem, tanta violência espalhada no mundo inteiro, egoísmo, individualismo, indiferença, descarte de pessoas humanas, leis miseráveis, leis injustas, leis que dão direito para se tirar uma vida ainda em gestação, leis que terminam encurtando a vida de alguém por causa de seu sofrimento ou porque já é um peso, um fardo para a sociedade. Gasta com todas as futilidades, não respeita a vida humana e ainda faz leis. É o nosso mundo que atrai a juventude para a violência. Para decapitar pessoas, por ter outros interesses, outra religião. Não é assim… o mundo se empobreceu de Deus”.

13055335_600179950148097_4022447111373438112_nDom João continuou: “E Maria se levanta nessa paróquia e nessa Diocese para continuar a nos dizer “seja um sim a Deus. Não recuse o convite de Deus por mais forte e por mais desafio que Ele traga, deixe que Deus faça maravilhas em sua vida como fez na minha própria vida, diz Maria. Como foi importante o seu sim para o mundo. Não para ela, que como Maria mulher tinha suas aspirações: era noiva, queria casar e ter filhos, mas contrariou sua vontade, para fazer a vontade de Deus”,  ressaltou o bispo.

Para finalizar Dom João ainda disse aos fieis presentes: “Não podemos fazer da nossa fé uma fantasia, apenas um rótulo, uma máscara, mas um compromisso de fidelidade até as últimas consequências e esse nosso sim tem uma repercussão na nossa vida, enquanto nos torna mais santos. E quem sabe através dessa generosidade vamos dissipando essa sombra e trazendo  para o mundo o sol, a luz do amor, da verdade, da justiça, da alegria, da esperança, da paz. A festa mais bonita está em aprendermos e vivermos a palavra de Deus, vivermos o amor de Deus de maneira concreta, e termos a convicção de que amar é difícil, consertarmos não é fácil, tirarmos de nós egoísmos não é tão simples, porém esta fé  nos faz pensar, refletir e desprezar situações que nos parecem vantajosas, mas não são diante de Deus. E que possamos dizer “Eis-me aqui, quero contribuir na construção do reino de Deus, do amor e da paz, quero renunciar minha ideologias, meus interesses, as minhas inconveniências para ser inteiramente teu.”- finalizou Dom João.

A Festa de Nossa Senhora do Bom Conselho foi concluída na tarde desta terça-feira (27) com uma procissão que reuniu centenas de pessoas nas ruas de Amargosa. O grupo saiu da Catedral, passou pela Rua da Rodagem, Praça da Feira, Rua da Lama, Praça do Cristo, Maracanã, Bosque e retornou para a Catedral. (Informações: Hélio Alves e Vinícios Teles | Redação: Jocinere Soares/Tribuna do Recôncavo)

13106594_918414101602612_1626278550_o

13096325_600179500148142_3761573759131109746_n

(mais…)

Voltar à página inicial