Maragogipe: Consórcio propõe reativação do estaleiro Enseada Paraguaçu

Foto: Carla Ornelas/ GOVBA

Paralisado desde 2014, o estaleiro Enseada Paraguaçu, em Maragogipe, no recôncavo baiano, pode retornar as atividades a partir de um projeto apresentado na tarde desta terça-feira (12), em reunião no Senai Cimatec, em Salvador. A proposta é uma das quatro concorrentes de uma licitação lançada pela Marinha do Brasil e a única que visa à construção e manutenção de navios de guerra em solo baiano.

O vice-governador e titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), João Leão, participou do encontro. “Estamos dando todo o suporte possível e torcendo para que a proposta que pretende usar o estaleiro vença. É uma estrutura que reuniu um investimento de R$ 3 bilhões e hoje está parada. Precisamos voltar a ver três, quatro mil pessoas trabalhando e, para isso, estamos apoiando essa iniciativa, junto com a Federação das Indústrias da Bahia”, garantiu Leão.

PROJETO

Uma das quatro propostas ainda na disputa, o projeto detalha a construção de quatro corvetas classe Tamandaré, nas dependências da Enseada, e foi elaborado pela Consórcio Villegagnon – composto pela Naval Group, Mectron e pelo grupo baiano Estaleiro Enseada. A proposta é a única concorrente da licitação que conta com uma organização da Bahia e que prevê as atividades dentro do território estadual. (mais…)

Maragogipe: Estaleiro Enseada pode fabricar corvetas para Marinha do Brasil

Foto: Carla Ornelas/ GOVBA

A notícia de que o estaleiro Enseada pode voltar a operar traz um novo fôlego para o setor da indústria naval da Bahia, na avaliação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do estado (SDE). Instalado em Maragojipe, no Recôncavo baiano, o equipamento, maior e mais moderno do país, participa da tomada de preço para construir quatro Navios de Guerra (Corvetas) para a Marinha do Brasil. Detalhes do projeto e do Consórcio Villegagnon, que envolve a empresa francesa Naval Group, serão apresentados durante encontro promovido pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), nesta terça-feira (12), às 14h, no Senai Cimatec.

O Consórcio Villegagnon, composto pelo Naval Group, Mectron e Estaleiro Enseada, que tem a Odebrecht como acionista majoritária, é um dos quatro classificados para a última etapa da licitação, cujo resultado está previsto para ser divulgado no dia 22 deste mês. No evento, que ocorrerá no auditório do Senai Cimatec, na avenida Orlando Gomes, em Salvador, lideranças empresariais, autoridades da gestão pública e fornecedores irão conhecer o projeto que, caso vença a disputa, vai promover a retomada de operação o estaleiro Enseada Indústria Naval, gerando mais de 1 mil empregos, diretos, e cerca de 4 mil indiretos, ao longo de 7 anos.

“O estaleiro Enseada é um celeiro de oportunidades e já chegou a empregar mais de 7,4 mil pessoas, em sua maioria do Recôncavo, quando operou, até 2014. Além de ser intensivo em mão de obra, o estaleiro é um negócio sistemista, que tem ampla capacidade de geração do desenvolvimento local. Esperamos que, no segundo semestre, trabalhadores já estejam sendo mobilizados para a fabricação das corvetas”, afirma o vice-governador e titular da SDE, João Leão. Para ele, é prioridade máxima que o único estaleiro de 5ª geração no Brasil, com tecnologia de ponta e qualidade na produtividade, volte a funcionar. (mais…)

Evento na Fieb apresenta projeto para construção de navios de guerra em Maragojipe

Crédito: Pixabay

Um evento da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) marcado para esta terça-feira (12/03) vai apresentar um projeto de construção de quatro navios de guerra para a Marinha do Brasil. A proposta prevê colocar em operação o estaleiro Enseada Indústria Naval, em Maragogipe, gerando dois mil empregos ao longo de sete anos.

O projeto é do Consórcio Villegagnon, um dos quatro classificados para a última etapa da licitação dos navios. O evento acontece no auditório do Centro de Eventos do Senai Cimatec, em Piatã e busca reunir lideranças empresariais interessadas em participar da construção.

O resultado da licitação deve ser divulgado no dia 22 deste mês. O Consórcio Villegagnon, composto pelo Naval Group, Mectron e Estaleiro Enseada, apostam na Gowind 3000 para a concorrência das Corvetas Classe Tamandaré (CCT). O projeto tem valor estimado de R$ 6 bilhões. (Bahia Noticias)

Maragogipe: Vereadores acionam a Justiça para anular eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal

Foto: Reprodução/ Google Maps

Vereadores de Maragogipe estão tentando anular a eleição da Câmara da cidade, pois acusam o atual presidente, Luisinho Ribeiro, de “rasgar a Lei Orgânica Municipal e o Regimento Interno”. Após recolherem documentos e ouvirem ex-vereadores, os cinco edis da oposição ingressaram com um processo judicial, solicitando a anulação da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Maragogipe. O grupo entende que ela também não obedeceu a Lei Orgânica Municipal.

Eles citaram que a eleição para a Direção da Câmara iria acontecer em 29 de novembro de 2018, mas que votaram uma emenda para antecipá-la, no entanto, no dia 28 de novembro, o presidente da Casa decretou a nulidade da emenda por falta de cumprimento de formalidades. Segundo o vereador Fernando Cardoso (PSD), isso foi uma estratégia, pois o grupo que estava no poder “sabia que a eleição estava perdida naquele dia”. Cardoso denuncia que o diretor da Câmara possui mais de 20 anos ocupando o cargo e que a eleição da Mesa Diretora tem que ocorrer na última sessão do período legislativo, o que não ocorreu.

A eleição foi realizada no dia 13 de dezembro, enquanto que a última sessão foi no dia 20 do mesmo mês, descumprindo o que determina a Lei Orgânica Municipal. Os vereadores da oposição também questionam a reeleição dos vereadores Luisinho e Juninho da Colônia, para os cargos de presidente e vice-presidente. Eles acreditam que a Justiça acatará os seus argumentos e anulará a eleição. Outra denúncia é que somente os oposicionistas estão sem receber salários desde dezembro. (Bocão News)

Maragogipe: Jovem é baleado na zona rural

Um jovem sofreu tentativa de homicídio, na noite de sábado (12/01), no município de Maragogipe, no Recôncavo baiano.

Vinícius da Conceição dos Santos, de 21 anos, estava em frente à casa de sua sogra com mais dois amigos, na localidade de Fazenda Guapira, zona rural do município, quando um homem a bordo de uma motocicleta acabou caindo do veículo.

Ao levantar, o indivíduo sacou uma arma de fogo e disparou contra os três, atingindo Vinícius no braço esquerdo e mão direita. Vinícius foi socorrido e levado para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Nossa redação não foi informada sobre o seu estado de saúde.

Redação: Tribuna do Recôncavo | Informações: Forte Na Noticia

Maragojipe: Policial Militar é baleado após briga de trânsito

Foto: Reprodução/ Forte no Recôncavo

Um policial militar foi baleado na tarde de sábado (05/01) na cidade de Maragojipe, no Recôncavo baiano. O sargento Luiz Bernado de Jesus, 60 anos, teria se envolvido em uma briga de trânsito com um homem identificado apenas como Douglas.

Os disparos atingiram o militar e o carro modelo Fiat Siena. A vítima foi socorrida e transferida para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus). Não há informações sobre o estado de saúde. O autor dos disparos ainda não foi encontrado pela polícia.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Forte da Notícia

Maragogipe: Mulher suspeita de matar mãe e filhas é indiciada por homicídio qualificado

Foto: Reprodução/ Recôncavo Agora

A mulher presa por suspeita de matar mãe e filhas envenenadas e ocultar provas do crime, no distrito de Nagé, cidade de Maragojipe, no recôncavo baiano, foi indiciada nesta quarta-feira (7) por homicídio triplamente qualificado – por motivo torpe, dissimulação e uso de veneno. A informação foi divulgada pela Polícia Civil.

De acordo com o delegado Marcos Veloso, titular da cidade e responsável pelas investigações, além do indiciamento, Elisângela Almeida de Oliveira também teve a prisão temporária convertida em preventiva.

Ainda segundo o delegado, o marido de Elisângela, Valci Boaventura Soares, que também foi preso por suspeita de coagir testemunhas para que não dessem depoimentos sobre o caso, não foi indiciado e foi solto, também nesta quarta, por falta de provas.

O inquérito do caso foi remetido para o Ministério Público da Bahia (MP-BA), que decidirá se vai ou não oferecer denúncia à Justiça. (mais…)

Maragogipe: Suspeita de envenenar mãe e filhas fala pela 1ª vez sobre o caso

Foto: Reprodução/ Recôncavo Agora

A Polícia Civil voltou a ouvir na sexta-feira (19), o marido e pai das três vítimas de envenenamento que ocorreu em Maragogipe. O pescador Jeferson Eduardo Brandão e outras duas pessoas foram interrogadas pelo delegado titular, Marcos Veloso, que continua investigando o caso para obter mais provas contra Elisângela Almeida de Oliveira, presa junto com o marido por suspeita de cometer os crimes.

As vítimas morreram em três segundas-feiras seguidas, no dia 30 de julho, 6 e 13 de agosto. Primeiro faleceram as filhas, Greisse Santos da Conceição, 5 anos, e Ruteh Santos da Conceição, 2, e, por último, Adriane Ribeiro Santos, 23, que era esposa de Jeferson. De acordo com a família dele, também foram ouvidos uma das irmãs de Jeferson, Josiana, e o marido dela, Gilvan.

A Polícia Civil confirma que duas pessoas passaram por oitivas, mas não revelou quem foi ouvido ou por qual motivo segundo o Correio. A ideia dos depoimentos era esclarecer alguns pontos sobre a investigação. Na quarta-feira (11), Elisângela, que falou sobre sua relação com Jeferson, a quem disse considerar como um filho, mas que ela considera suspeito, e o marido dela, Valci Boaventura Soares, foram presos suspeitos dos assassinatos. (mais…)

Maragogipe: Polícia confirma que suspeita envenenou mulher e filhas

Foto das vítimas | Reprodução/ TV Bahia

A Delegacia Territorial (DT), de Mararogipe divulgou, nesta terça-feira (16), o resultado da acareação realizada com os acusados da morte de Adriane Ribeiro Santos, de 23 anos, e das filhas dela Greisse Santos da Conceição, de cinco anos, e Ruteh Santos da Conceição, de dois anos. Segundo a apuração, a suspeita envenenou Adriane e as filhas depois que a autora passou a demonstrar interesse pelo marido da vítima e as duas se desentenderam.

A suspeita e seu companheiro estão presos, desde o dia 11 de outubro, quando a polícia cumpriu um mandado de prisão temporária contra o casal. A polícia confirmou que foi utilizado um inseticida de uso agrícola, misturado em alimentos oferecidos as vítimas para consumar o crime.

Um mandado de busca e apreensão já havia sido cumprido na casa de Elisângela e Valci, que vinha coagindo testemunhas para que não dessem informações à polícia e destruindo provas que poderiam revelar seu envolvimento nas mortes.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bahia Noticias

Maragogipe: Casal é preso suspeito de envenenar mãe e filhas

Foto das vítimas | Reprodução/ TV Bahia

Um casal foi preso pela polícia, na tarde desta quinta-feira (11/10), suspeito de envenenar uma mulher e as duas filhas dela em Maragogipe, no recôncavo baiano. Ao saber das prisões, um grande número de moradores da cidade cercou a delegacia para pedir justiça. Os portões da unidade policial foram fechados.

A polícia ainda não divulgou o que pode ter motivado o crime, no entanto, as investigações apontam que o casal estava coagindo testemunhas para que não dessem informações, e destruindo provas que poderiam revelar o envolvimento deles nos crimes.

O casal será ouvido na delegacia. Conforme a Polícia, as vítimas foram envenenadas com um inseticida agrícola. Adriane Ribeiro e suas filhas Greicy Kelly de 5 anos e Ruth Santos de 2 anos morreram em um intervalo de 15 dias, entre o final de julho e o início de agosto, após apresentarem mal-estar com sintomas parecidos. O cachorro de estimação das vítimas também morreu. O pai das meninas é o único sobrevivente da família. (mais…)

Maragojipe: 150 pessoas confirmam presença no “faxinaço” marcado para este sábado

Foto: Divulgação

Cerca de 150 pessoas do município de Maragojipe já confirmaram presença no mutirão da campanha Limpando os Manguezais, que acontece a partir das 8h deste sábado, 29, na área de mangue do bairro do Caijá. O grupo de voluntários é formado por estudantes e moradores do local, numa articulação da equipe técnica do Projeto CO2 Manguezal, executado pela Fundação Vovó do Mangue com vistas à recuperação e preservação de áreas de mangue nas baías de Iguape e de Todos os Santos.

A atividade faz parte da segunda edição da campanha nacional promovida pela entidade cearense Ecomuseu Natural do Mangue (Ecomunam) e que ocorrerá em cidades de vários outros estados do litoral brasileiro, a exemplo de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão, Pernambuco, Ceará, Santa Catarina e Pará.

Ecomunam – O EcoMuseu Natural do Mangue é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, cuja sede está situada na Praia de Sabiaguaba, na cidade de Fortaleza (Ceará). A entidade tem como principal objetivo a conscientização e preservação dos manguezais, já tendo atuado de forma colaborativa com movimentos socioambientais locais, regionais e internacionais.

Texto: Hilda Fausto/ ASCOM

Maragogipe: Projeto CO2 Manguezal adere à campanha nacional Limpando os Manguezais

Arte: Divulgação

O Projeto CO2 Manguezal, executado pela Fundação Vovó do Mangue visando à recuperação e preservação de áreas de mangue nas baías de Iguape e de Todos os Santos, aderiu à campanha nacional II Limpando os Manguezais. Promovida pela entidade Ecomuseu Natural do Mangue (Ecomunam), a ação acontecerá no próximo sábado, dia 29, a partir das 8h, em cidades de vários estados do litoral brasileiro, tendo o CO2 concentrado sua participação na área de mangue do bairro do Caijá, em Maragojipe, um dos quatro municípios baianos atendidos pelo projeto.

Para fortalecer o sucesso do “faxinaço” em Maragojipe, a equipe do CO2 Manguezal está convidando, de forma voluntária, a comunidade local. “É uma oportunidade de conscientizarmos a população maragojipana e de toda a região quanto à necessidade de preservar os manguezais, que é um rico e diverso habitat da fauna e da flora, além de um berço natural para o sustento de muitas famílias”, enfatizou a coordenadora geral do Projeto, Rosiane Campos.

Além da Bahia, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão, Pernambuco, Ceará, Santa Catarina e Pará também já aderiram ao movimento, formando uma grande rede de limpeza. (mais…)

Maragogipe: Meia tonelada de lixo é retirada da Ilha do Galego

Foto: Divulgação

Isopor, tampas de garrafas, espumas de geladeira, aparelhos de tv, sandálias e sapatos, lâmpadas, garrafas de vidros, pneus, brinquedos, seringas e preservativos foram alguns dos muitos resíduos retirados de uma área de 2.000m² da Ilha do Galego, em Maragojipe. O “faxinaço” teve a participação do Projeto CO2 Manguezal, executado pela Fundação Vovó do Mangue com vistas à recuperação e preservação de áreas de mangue nas baías de Iguape e de Todos os Santos.

A ação fez parte da #SemanaMaresLimpos 2018, promovida pela campanha Mares Limpos, sob a coordenação da ONU Meio Ambiente. Distribuídos em 30 sacos, os 485kg de lixo retirados foram agrupados e encaminhados para o descarte adequado. Após a limpeza, a área foi preparada e a equipe do CO2 Manguezal iniciou o replantio de mudas de mangues.

Inicialmente prevista pela equipe técnica e voluntários para ser concluída em apenas um dia, a limpeza foi feita em dois dias (18 e 19 de setembro) devido à grande quantidade de resíduos presentes no local.  Segundo o biólogo do CO2, Bruno Barbosa, “o aumento da poluição na área cresceu de forma assustadora. É necessário conscientizar a sociedade sobre os prejuízos causados por essa poluição ambiental. Essas ações que envolvem a comunidade tem como cunho fomentar o protagonismo da transformação nessas áreas”, afirmou. (mais…)

Maragogipe: Plantio de árvores nativas marca comemorações do Dia Mundial da Árvore

Foto: Divulgação

O plantio de cerca de 120 mudas de árvores nativas em uma área localizada na Samambaia, zona rural de Maragojipe, no Recôncavo baiano, marcou a semana em que se comemora o Dia Mundial da Árvore, 21 de setembro. A ação de reflorestamento foi uma iniciativa do Projeto CO2 Manguezal, executado pela Fundação Vovó do Mangue com vistas à recuperação e preservação de áreas de mangue nas baías de Iguape e de Todos os Santos.

Canafístula rosa, Ipê roxo, Biriba, Urucum, Ingá edulis, Saboneteira, Aroeira e Pitanga foram as mudas selecionadas. O local escolhido foi uma indicação do parceiro do Projeto, o empresário Raimundo Nunes Dias, mais conhecido como Remo.

Para ele, “cuidar dos rios e das matas é uma obrigação de todos, pois, assim, preservaremos e entregaremos aos nossos filhos e netos um mundo mais saudável”, disse o empresário, que solicitou uma visita técnica da equipe do Projeto CO2 Manguezal em uma área de sua propriedade, para viabilidade de reflorestamento.      (mais…)

Caso Maragojipe: Delegado nega que suspeita de cometer os crimes tenha se entregado à polícia

Foto: Arquivo Pessoal

O delegado Marcos de Sena Veloso, responsável por investigar as mortes da mãe e duas filhas na cidade de Maragojipe, no recôncavo da Bahia, negou que a acusada de cometer os crimes tenha se entregado à polícia.

A informação de que a suspeita tinha prestado depoimento na delegacia do município acompanhada de dois advogados veio a público na quinta-feira (20). Ainda segundo o delegado, também não é possível afirmar que Greicy Kelly Santos da Conceição, de 5 anos, Ruth Santos da Conceição, 2 anos, e Adryane Ribeiro, 23 anos, morreram vítimas de envenenamento, já que o resultado da necropsia ainda não está disponível.

As mortes ocorreram em um intervalo de menos de 15 dias. O caso ocorreu entre julho e agosto deste ano. Durante o período, o cachorro de estimação das vítimas também morreu. O pai das meninas é o único sobrevivente da família. (Bocão News)

MATÉRIA RELACIONADA: Corpo de garota morta por suspeita de envenenamento será retirado da sepultura

Maragogipe: Corpo de garota morta por suspeita de envenenamento será retirado da sepultura

Foto: Arquivo Pessoal

O corpo de uma menina de cinco anos, morta por suspeita de envenenamento, será retirado da sepultura por decisão da Justiça na próxima sexta-feira (31). A garota veio a óbito, antes de outra irmã (de dois anos) e da mãe, que também morreram pela mesma suspeita, em um intervalo de 15 dias, em Maragogipe, no Recôncavo. A autorização judicial para exumar o corpo de Greicy Kelly Santos da Conceição foi informada nesta segunda-feira (27).

A menina de 5 anos foi enterrada no Cemiterio de Nagé, por “morte natural”, antes da suspeita de envenenamento. A Polícia Civil investiga se um líquido e um chocolate, encontrado na casa da família, podem ter provocado a morte das vítimas. Um cachorro da família também morreu no período. Uma perícia foi feita, mas novos testes devem ser realizados pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), já que o primeiro laudo não foi suficiente.

Greicy Kelly morreu no dia 30 de julho. Ela chegou a ser levada para um hospital em São Félix, vizinha a Maragogipe, mas não resistiu. No dia 6 de agosto, a irmã dela, Ruth Santos da Conceição, de 2 anos, também morreu após passar mal. Já na segunda-feira (13), a mãe das meninas, Adriane Ribeiro Santana Santos, também teve um mal-estar antes de vir a óbito.

Reportagem: G1 | Redação: Bahia Noticias

Voltar à página inicial