web analytics

Recôncavo Baiano recebe exposição Cotidiano Expresso Pela Arte

De abril a outubro de 2017 três cidades do Recôncavo sediarão a exposição Cotidiano Expresso Pela Arte – Gravuras de Cesarino, do artista mineiro Cesarino Gonçalves do Nascimento. O projeto é uma homenagem ao artista que reúne cerca de 30 obras de xilogravuras retratando o cotidiano e a religiosidade do povo mineiro e carioca. Além da exposição, que conta com recursos de áudio descrição e braile, garantindo a acessibilidade, o projeto realizará oficinas educativas com o objetivo de aproximar o público com a técnica artística das obras expostas.

Muritiba, cidade onde vive a esposa do artista, Margarida Santos do Nascimento, será a primeira a receber a exposição, com abertura dia 08 de abril, às 19 horas, seguindo aberta à visitação até 22 de maio na Avenida Rui Barbosa em Muritiba. Em seguida as obras vão para Cruz das Almas, onde serão expostas na Casa da Cultura Galeno d’Avelírio, de 27 de maio a 30 de julho. Cachoeira encerra o circuito no período de 01 de setembro a 01 de outubro, no Núcleo de Memória e Documentação do Recôncavo.

Cesarino (1928-1978), artista negro, nasceu na cidade de Barão de Cocais e cresceu em Sabará, ambas interior de Minas Gerais, estudando desenho e gravura na Escola de Belas Artes de Minas Gerais. Mais tarde passou em um concurso para cartógrafo no Ministério da Saúde, quando se mudou para o Rio de Janeiro. Durante sua vida participou de concursos e bienais recebendo diversos prêmios e teve suas obras expostas no Leilão Cenaberta- Hotel Gloria- RJ (1974) e em Salões Universitários nas cidades do Rio de Janeiro- RJ, Brasília-DF, Rio Grande do Sul-RS e Salvador-Ba. (mais…)

Projetos culturais recebem R$ 15 milhões do Fazcultura na Bahia

Diversos eventos em Salvador e em outras cidades baianas, como Festival Brasil Guitarras, Música no Parque, Enxaguada do Bonfim, Mercado Iaô e Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), contam com o apoio financeiro do Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (Fazcultura). A iniciativa é responsável por investir milhões de reais na promoção da cultura na Bahia. Em 2017, o Governo do Estado destina R$ 15 milhões para essas propostas.

Gerido pela Secretaria de Cultura (Secult), em parceria com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), o Fazcultura segue com as inscrições abertas até o fim do ano. Em 2016, 54 projetos foram beneficiados pelo programa de incentivo, que investiu R$ 13,4 milhões em projetos diversos. Os recursos são destinados às ações culturais através de renúncia do ICMS. O Governo do Estado renuncia de uma parcela do imposto de determinada empresa e destina o valor aos projetos. Essas quantias podem variar de 5 a 10% do imposto anual recolhido pela empresa.

De acordo com o superintendente de Promoção Cultural da Secult, Alexandre Simões, o Fazcultura é um dos principais mecanismos de financiamento de políticas culturais no estado. “Somos um celeiro de boas ideias, e o Fazcultura tem a responsabilidade de mesclar a valorização das iniciativas de artistas consagrados com aqueles que têm batalhado pelo seu espaço, por visibilidade em todos os segmentos. O programa é uma janela de oportunidade para o produtor que tem uma ideia, seja na capital ou no interior, consagrar seu trabalho, tirar a ideia do papel e transformar em realização”, explica Simões.  (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bocão News)

Filme baiano “Jonas e o Circo Sem Lona” faz estreia nacional

Aos 13 anos de idade, Jonas tem uma difícil missão: administrar o circo que ele mesmo fundou no quintal de sua casa. Neto de artistas circenses, o garoto tenta manter a paixão da família através do seu circo improvisado, na periferia de Salvador. O dia a dia deste artista-mirim do circo é mostrado no documentário Jonas e o Circo Sem Lona”, primeiro longa de Paula Gomes, que estreia em todo Brasil  através do projeto Sessão Vitrine Petrobras.

Em Salvador, haverá um debate com a diretora e a presença do personagem principal, nesta quinta-feira (16), às 20h30, no Shopping Paseo. O filme entra em cartaz no dia seguinte (17 de março) nos cinemas Paseo, Itaú Glauber Rocha e UCI Oriente do Shopping Barra. As sessões custarão R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia entrada).

Rodado ao longo de dois anos na Região Metropolitana de Salvador, o filme partiu de uma pesquisa iniciada em 2006 pela diretora. Paula procurava por circos itinerantes pelo interior da Bahia quando conheceu a família de Jonas. Vindo de uma família tradicional de artistas, Jonas teve a ideia de criar o seu próprio circo, usando materiais que restaram do circo que a família tinha deixado para trás. Os novos artistas são amigos e vizinhos que ele convidou para participar e ensinou um pouco da arte circense.  (mais…)

TCA 50 Anos: Exposição reúne imagens e áudios históricos

Como parte das comemorações por seus 50 anos, o Teatro Castro Alves abre, neste fim de semana, o projeto “Vozes do Brasil”, que de sexta a domingo reunirá diversas manifestações artísticas, em muitas linguagens como dança, música, performance e teatro.

Além disso, será inaugurada nesta terça-feira (14), a exposição fotográfica “Vozes do Brasil no TCA”, que reúne imagens marcantes da história do teatro, além de áudios históricos. A primeira parte é composta por cerca de mil fotografias projetadas em um grande painel e contempla a diversidade de artistas baianos que se apresentaram no Complexo TCA. Os registros fotográficos fazem parte do acervo do Centro de Memória, Documentação e Pesquisa da instituição.

Já a segunda parte traz gravações especialmente selecionadas, de momentos musicais históricos que tiveram o TCA como palco: desde o “Barra 69”, show de despedida de Gil e Caetano antes do exílio, até gravações mais recentes como os DVDs de Beth Carvalho e Saulo. A mostra segue aberta ao público até 14 de abril, com visitação das 13h às 18h.

A programação do evento, que se espalhará por diferentes espaços do complexo TCA – palco principal, foyer, vão-livre e esplanada – de sexta a domingo, conta com atrações que iniciam às 13h e seguem até às 23h. Entre as presenças confirmadas encontram-se a atriz e bailarina Ana Paula Bouzas, o ator Ricardo Castro, a cantora e violonista Rosa Passos, o grupo Os Filhos dos Caras e o sambista Arlindo Cruz. Cada artista representará um movimento – a exemplo da Tropicália – e diferentes artistas da música brasileira, como Vinicius de Moraes, Gal Costa e Elis Regina. A direção é de Elísio Lopes Jr. (Bahia.ba)

170 anos de Castro Alves são celebrados em Cabaceiras do Paraguaçu

O município de Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano, onde nasceu o poeta Antônio Frederico de Castro Alves, celebra os 170 anos de aniversário do autor de “Espumas Flutuantes” com uma programação especial que acontece nos dias 11 e 14 de março, no Parque Histórico Castro Alves, na Fazenda Cabaceiras, local onde ele nasceu. Aliás, 14 de março, dia de nascimento de Castro Alves era oficialmente o Dia Nacional da Poesia, até que, em 2015, foi sancionada a lei 13.131, que mudou a data para o aniversário de Carlos Drummond de Andrade – em 31 de outubro. Sem que nenhum parlamentar baiano tomasse partido ou se manifestasse.

A programação inclui a 16ª edição do Festival de Declamação de Poemas de Antônio de Castro Alves e o 3º Festival Infantil de Declamação de Poemas de Castro Alves. O evento é uma iniciativa da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bahia.ba)

Skol lança ação para trocar cartazes machistas de bares

Nesse Dia Internacional da Mulher, a Skol decidiu lançar uma campanha para retirar de bares cartazes antigos da marca com a estereotipada imagem da mulher retratada como objeto sexual. “Isso não nos representa mais”, anuncia o vídeo que está foi lançado nessa quarta-feira (8) nos canais digitais da marca. Oito artistas mulheres foram convidadas para fazerem releituras de pôsteres antigos da marca e a Skol está pedindo que as pessoas indiquem bares com cartazes machistas ainda pendurados na parede para que seja feita a substituição.

Não é de hoje que esse tipo de propaganda incomoda muita gente e tem sido alvo de críticas. Aos poucos, as marcas de cerveja em se esforçando para mudarem a forma de representação da mulher. Em seu novo posicionamento, a Skol passou a adotar desde o último verão a assinatura “Redondo é sair do seu quadrado”, em que já procurava dar um enfoque mais plural para a clássica fórmula praia, sol e piscina. A campanha de agora não chega a ser um pedido de desculpas pelas peças do passado, mas representa de certa forma um marco, à medida em que a empresa admite que as peças do passado eram machistas e que imagens sexistas não mais a representam, e também a incomodam.

De acordo com a diretora de marketing da Skol, Maria Fernanda de Albuquerque, os cartazes com mulheres seminuas já não fazem parte das campanhas da marca há pelo menos 10 anos, mas continuam sendo encontrados em bares pelo país, principalmente fora dos grandes centros. “Chega uma hora que esses cartazes passam a incomodar”, afirma a diretora. “É uma coisa que naquele momento funcionava, mas que hoje não faz mais sentido, não conversa com os valores da empresa muito menos com os jovens”. Segundo ela, não se trata necessariamente de deixar de mostrar a mulher de biquíni, e sim de retratar a realidade sem estereótipos. Continue Lendo >> (mais…)

SAJ: Tatuador “Moykan Tattoo” esclarece dúvidas sobre a tatuagem e critica o preconceito relacionado a essa arte

O tatuador e desenhista, Moykan Tattoo é natural de Salvador, e atualmente trabalha em Santo Antônio de Jesus. Ele falou ao portal Tribuna do Recôncavo sobre o preconceito que as pessoas que fazem ou tem tatuagens sofrem, sobre os cuidados que as pessoas devem ter com as tatuagens, além disso, esclareceu dúvidas sobre essa arte.

De acordo com Moykan, a tatuagem é uma herança de família e ele começou a fazer essa arte por incentivo de amigos que o considerava como um bom desenhistas e o incentivaram a se especializar na área. Ele informou que “a tatuagem é uma arte milenar, não modifica as pessoas. A tatuagem é uma forma de você demonstrar na sua pele o que sua alma e sua essência gritam.” Segundo o tatuador, as tatuagens podem ser usadas para vários fins, como para expressar carinho, demonstrar sua cultura ou sua religião, homenagear alguém ou como fim estético. Portanto, não deve ser vista como algo ruim que modifica as pessoas de uma maneira negativa. “A tatuagem não faz de você um malfeitor e sim uma pessoa que tem estilo e liberdade de expressão”, declarou.

Com relação a aceitação de pessoas tatuadas no mercado de trabalho, ele diz que as mídias e redes sociais contribuíram para que essas pessoas fossem aceitas nas empresas e salienta que a tatuagem não interfere na qualidade do profissional. “A tatuagem não vai interferir em nada na função dele na empresa ou no seu  profissionalismo.” Para ele, a tatuagem cada vez ganha mais espaço, uma prova disso é que ele e alguns amigos já estiveram em outros estados demonstrando a arte de tatuar, o que mostra que a tatuagem está rompendo barreiras.

Sobre os tipos de tatuagem com as quais trabalha, Moykan informou que não há restrições, vai desde a criação de desenhos personalizados a coberturas. Segundo ele, as pessoas quando vão se tatuar pela primeira vez preferem fazer nomes os desenhos pequenos até se adaptar. Para essas pessoas, ele alerta sobre os cuidados que as mesmas devem ter quando fazem as tatuagens, tais como, cuidar da alimentação evitando comer derivados de porco nos primeiros dias, evitar banhos de mar ou piscina e aplicar pomadas dermatológicas indicadas pelo tatuador. Para as pessoas que se arrependem de ter feito alguma tatuagem, ele informa que é possível fazer uma cobertura ou remover, pois existem clínicas especializadas em remoções. E para as pessoas que querem se tatuar, ele aconselha a procurar um bom profissional e um Studio registrado.

O Studio “Moykan Tattoo”  fica localizado na Rua Nestor Santos (descendo a La Italia, 1ª Travessa após a Fonte de Santo Antônio). Os valores das tatuagens estão a partir de R$150, pois o preço depende do tipo de desenho e da técnica utilizada. O atendimento é feito de sexta a sábado, com hora marcada. Os agendamentos podem ser feitos através do número (75) 98125 5022. (Maíra Oliveira/Tribuna do Recôncavo) (mais…)

Apresentação de pesquisa de mestrado divulga mestras do saber do povoado de Conceição de Salinas da Margarida

Promover as Comunidades tradicionais e reconhecer sua importância para manutenção da cultura popular é um compromisso das pesquisas de Mestrados acadêmicos e profissionais. Desta forma, a Prof. Ana Carla Nunes discente do Programa GESTEC da UNEB – Universidade do Estado da Bahia, apresentará para a comunidade do Povoado de Conceição de Salinas a pesquisa do seu trabalho de Mestrado sob orientação da Profa. Dra. Kathia Marise Sales.

Essa pesquisa teve como produto final um Museu Virtual, que visa difundir o conhecimento popular de duas Mestras do Saber do Povoado de Conceição de Salinas, Dona Zéo (Rezadeira) e Dona Silvia (Matriarca de um Centro de Umbanda) na cidade de Salinas da Margarida-Bahia.

O trabalho foi concretizado a partir de pesquisas históricas e bibliográficas, entrevistas com moradores e fotografias. O processo só foi possível porque contou com o apoio da comunidade local, das responsáveis pelo centro comunitário da Igreja de Nossa Senhora da Conceição e das Associações de Pescadores e Marisqueiras. Continue Lendo >> (mais…)

Recôncavo Jazz Festival volta para Cachoeira

A elegância do jazz vai se misturar mais uma vez com o charme do Recôncavo Baiano. De 6 a 8 de abril, Cachoeira recebe a terceira edição do Recôncavo Jazz Festival. O evento aberto ao público traz à Bahia nomes do jazz local, nacional e internacional. A programação  contribui para o fortalecimento da cultura do jazz e da música instrumental no Brasil.

Com patrocínio da Prefeitura Municipal de Cachoeira, o Recôncavo Jazz Festival é produzido pela Putzgrillo! Cultura e Ginga P Culture Business, responsáveis por trazer o saxofonista Joshua Redman na primeira edição do evento e pelo Santo Antônio Jazz Festival, que já trouxe para a Bahia a lenda do gênero, o pianista McCoy Tyner. O evento tem realização da Funarte e Governo Federal. (Laboratório da Noticia)   (mais…)

FazCultura: inscrições para exercício de 2017 abrem nesta sexta-feira

Estão abertas a partir desta sexta-feira (3) as inscrições para o Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (FazCultura). O sistema de financiamento público/privado a projetos culturais está no 21º ano de atividade, mantendo o investimento de R$ 15 milhões disponibilizados através de chamada de renúncia fiscal pelo Governo da Bahia.

Quem quiser se inscrever no programa executado em parceria com as secretarias de cultura e da fazenda, para o exercício de 2017, tem até o final do ano. Em 2016, o FazCultura beneficiou 54 iniciativas, concedendo R$ 13,4 milhões para projetos em áreas diversificadas, um acréscimo de 42% em relação à utilização de recursos do ano de 2015, que chegou a R$ 9,4 milhões. O patrocínio foi realizado com participação de 23 empresas recolhedoras de ICMS, em segmentos como música literatura, audiovisual e teatro, entre outros. (Bahia.ba)

Saj: Varal das Artes reuniu arte e cultura na Praça Padre Mateus neste domingo, 19

Neste último domingo (19/02), no espaço cultural Renato Machado, da Praça Padre Mateus, o Varal das Artes promoveu um evento repleto de atrações artísticas para a população. Na ocasião, o portal Tribuna do Recôncavo entrevistou o professor de Direito, Valter Almeida, que falou sobre a finalidade do evento e como é realizado. Segundo ele, há três anos eles tinham um calendário com 12 apresentações contínuas e depois desse tempo parado, o grupo retomou as atividades.

Esse é o primeiro evento de 2017 e este ano terá eventos desse tipo mensalmente, aos domingo. Eles estão trabalhando num calendário que terá informações a respeito dos eventos. Breve o calendário será divulgado nas redes sociais. Inclusive com frequência os membros do grupo se reúnem virtualmente para planejar as atividades e, quinzenalmente, têm as reuniões presenciais

De acordo com o professor Valter, nesse evento teve atrações variadas com a exposição artesanatos e fotografias, apresentações musicais de diferentes ritmos, apresentações de danças e sapateado, além de apresentações de teatro e recitais de poesia. Para ele, as apresentações promovidas pelo Varal das Artes são muito importantes porque “mexe com a vida das pessoas e dá esperança para que elas possam pensar na vida com uma expectativa mais positiva. São espaços de conscientização. Salva vidas. A cultura e a educação dão oportunidade de vida.”

O professor convida as pessoas a participarem seja se apresentando ou prestigiando os artistas. Para ele, “a cidade precisa valorizar mais a cultura. Precisamos de um espaço adequado para as apresentações e de apoio, pois esses artistas precisam de cachê porque eles estão buscando se profissionalizar. Então, fica aqui um apelo para uma maior atenção por parte do poder público.” Para as pessoas que tiverem interesse em se apresentar, ele orienta que elas devem enviar um e-mail para o endereço:varaldasartes@hotmail.com. Feito isso haverá uma reunião com todos os interessados para organizar as apresentações, os horários e os materiais necessários. (Maíra Oliveira/Tribuna do Recôncavo). VEJA O VÍDEO:

‘Varal das Artes’ em Santo Antônio de Jesus dia 19/02. Participe!

Vem aí o Varal das Artes dia 19 de fevereiro em Santo Antônio de Jesus. Segundo o professor de Direito Valter Almeida, o evento começou com um simples encontro entre amigos na Praça Renato Machado.

“Fizemos a projeção de um filme, após o filme ficamos discutindo sobre arte e pensamos em nos reunir sempre, criar um espaço que fosse positivo para o artista expor seu talento e que a família pudesse ir. Cada varal teria uma temática, nesse agora vamos fazer um varal multitemática abordando todas as linguagens artísticas”, disse.

No dia 31 de janeiro acontecerá uma reunião com todos os participantes para organização das apresentações. Os interessados devem entrar em contato através do e-mail varaldasartes@hotmail.com. (Blog do Valente) (mais…)

S. A. de Jesus: Artista plástica de apenas 4 anos já pintou mais de 300 telas

A pequena Maria Luiza começou a pintar com apenas 2 anos e hoje com 4 anos tem mais de 300 telas pintadas. Tudo começou quando seu pai, Jailson Prazeres, decidiu fazer da pintura uma terapia para superar os impactos psicológicos que a família sofreu por causa da crise econômica que afeta o país. Entretanto, a pequena Maria Luiza tomou posse dos materiais de pintura de seu pai e começou a pintar. A família ficou surpresa ao ver o trabalho da menina que em um dia chegou a pintar 6 telas.

Com as telas da garota já foram realizadas 3 exposições e mais uma será realizada pelo SESC no dia 17/02 e ficará aberta à visitação até o dia 01 de abril. Depois as telas serão encaminhadas para Sesc de outras cidades do interior da Bahia e depois para o Sesc do Rio de Janeiro.

Em entrevista ao repórter Hélio Alves, Jailson contou que no momento as telas da criança não estão à venda, são apenas para exposição, mas talvez no futuro quando a menina estiver mais velha. Além disso, ele disse que se a menina continuar pintando e tiver uma quantidade considerável, eles podem vender para ajudar com os estudos da criança. Inclusive duas empresas, uma em São Paulo e outra em Santa Catarina, demonstraram interesse em vender as telas da pequena Maria Luiza.

Apesar de ser uma artista, Maria Luiza tem uma vida como das outras crianças. Estuda e tem momentos de lazer, como ir à praia e passear no shopping. Quem quiser conhecer o trabalho da Maria Luiza pode conferir na exposição que vai ocorrer no Sesc ou pode acompanhar nas redes sociais da pequena grande artista. (Maíra Oliveira/Tribuna do Recôncavo)

“Quinta do Artesanato” reúne artesãos em Santo Antônio de Jesus

Toda quinta-feira acontece na Praça Padre Mateus “A quinta do Artesanato”, uma feira na qual artesãos têm a oportunidade de apresentar e vender suas produções. Nesta quinta-feira (02/02), o portal Tribuna do Recôncavo visitou a feira e conversou com algumas artesãs a respeito do trabalho que desenvolvem. O grupo de artesões que participa da feira é composto por cerca de 48 pessoas, dentre eles está a senhora Jucélia Gomes que declarou que trabalha com artesanato há mais de vinte anos e falou sobre suas produções. De acordo com a artesã, ela produz diversas peças em crochê, como vestuário feminino e acessórios para casa.

Outra artesã entrevistada foi a senhora Marinalva que há vinte anos produz bonecas de tecido. Segundo ela, “é um sonho de infância. Desde criança, sempre gostei de boneca de pano”. Além de produzir ela foi instrutora do Senae por dez anos, onde ensinava a fazer bonecas de tecido. Por motivos de saúde teve que se afastar, mas continuou a produzir. Além de ser uma atividade complementar à renda para a artesã, é segundo ela, “uma terapia”, por isso ela recomenda que outras pessoas conheçam melhor esse trabalho.

O Tribuna do Recôncavo também ouviu a senhora Tânia Maria que produz bichos e bonecas em feltro e tecido, além de pesos para porta. A artesã declarou seu amor ao artesanato, “eu trabalho porque eu amo muito. Eu sou apaixonada por essas coisas. Amo fazer o meu trabalho”. Para ela o artesanato também é uma terapia, uma maneira de suportar os problemas, por isso, ela recomenda que outras pessoas pratiquem artesanato.

De acordo com as artesãs, o dia da feira será alterado para as quartas-feiras afim de abranger um público maior, mas por enquanto, continua acontecendo às quintas-feiras das 9h às 19h. Antes a exposição era realizada até às 21h, mas por conta da violência e da falta de segurança, esse horário foi reduzido. (Maíra Oliveira/Tribuna do Recôncavo)

Governo libera R$ 15 milhões para o Fazcultura

As secretarias da Fazenda (Sefaz) e de Cultura (Secult) do governo do Estado destinam R$ 15 milhões para o Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (Fazcultura). A verba se destina para ano exercício financeiro de 2017, por meio de incentivos fiscais.

Conforme o superintendente de Promoção Cultural em exercício, Matias Santiago, “O Fazcultura é uma das principais ferramentas de incentivo à cultura do Estado e tem conseguido aproximar patrocinadores e projetos culturais consolidados, fruto de um trabalho de comunicação junto aos proponentes que acessam o programa”.

A parceria entre a Secult e a Sefaz, o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia, tem o objetivo de promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bahia.ba)

Últimos dias para realizar inscrições no Edital de Mobilidade Artístico-Cultural

Musical Infantil Circo de Só Ler Foto: Pedro Moraes/GOVBA

Continuam abertas até o dia 7 de fevereiro as inscrições para a chamada única do Edital de Mobilidade Artístico-Cultural para atividades a serem desenvolvidas de maio a junho de 2017. Em 2016 foram realizadas três chamadas públicas, tendo sido disponibilizado um total de R$ 750 mil. A nova convocação envolve recursos de R$ 250 mil, sendo que as propostas têm valor limite de R$ 50 mil para projetos de intercâmbio e difusão; e R$ 25 mil para projetos de Residência Artística e Cultural e Formação Artística e Cultural.

O edital e os formulários de inscrição encontram-se disponíveis na página da SecultBA. O apoio é voltado para ações que impulsionem a circulação de artistas, técnicos, produtores e obras. Segundo o superintendente de Promoção Cultural, Alexandre Simões, o objetivo do edital de Mobilidade Artístico-Cultural é divulgar a produção artística e cultural do Estado. “O ‘Mobilidade’ incentiva e ampara iniciativas de agentes culturais, permitindo a troca de experiências nas diversas linguagens da cultura, qualificando os nossos artistas e também absorvendo o melhor da cultura nacional e internacional”.

O edital, segundo ele, investe na profissionalização de agentes culturais. As propostas inscritas serão avaliadas por uma comissão de mérito, de acordo com a capacidade de execução. As inscrições foram abertas no dia 9 de janeiro. O edital com novas chamadas para 2017 será divulgado ainda no primeiro semestre deste ano envolvendo projetos a serem desenvolvidos a partir do mês de agosto/2017. Nele, constará um novo formato, agregando modificações sugeridas pelos próprios proponentes culturais selecionados nas edições anteriores. (ASCOM/SecultBA) (mais…)

Voltar à página inicial