Portal Tribuna do Recôncavo entrevista o cantor Adelmo Casé. Confira o texto e vídeo!

O Portal Tribuna do Recôncavo falou com o cantor Adelmo Casé, revelado em 2002 no Fama da Rede Globo, mesmo programa que revelou Thiaguinho. Natural de Salvador, Casé tem mais de 50 composições e já abriu shows para Fernanda Abreu, Ed Motta, Flávio Venturini, entre outros.

Para o cantor, o Fama foi um grande momento de aprendizagem. “A gente leva para o resto da vida porque existem vários reality shows, mas o ‘FAMA’ tem aula, tem acompanhamento de fonoaudiólogo e isso acrescenta muito na vida do artista que trabalha com música, e isso pra mim marcou. Depois de 13 anos de programa as pessoas no Brasil inteiro ainda lembram, eu fico muito feliz de ter participado, um orgulho muito grande de ter chegado a final”, disse.

Antes do Fama Adelmo Casé foi vocalista da extinta banda baiana Funk Machine, o que pra ele foi um momento de aprendizagem, de muita importância em sua carreira. “Foi uma trajetória muito bonita construída com muita musicalidade, sem aquele compromisso de dar certo. Foi o meu grande laboratório musical de 98 até 2002, fiz um público fiel até hoje”.

Na época, Casé foi muito cobrado e até mesmo criticado por ter migrado para o Axé Music. No entanto, o cantor prometeu um flash back da Fank Machine, que já está sendo preparado, e em breve os seus fãs poderão recordar os melhores momentos dessa banda que deixou saudade.

Adelmo foi um dos seguidores do Black Music, gênero musical marcado pela chegada da música negra americana no Brasil, tendo Tim Maia como um dos grandes precursores. “O Tim foi um grande representante da Música Sol, do Funk Brasileiro genuíno porque ele não imitava nenhum americano. Ele tinha suas influências do Soul, do Gospel e do Arembi, mas ele misturava esses ritimos com baião e com o samba. Então, Tim era o Soul Brasileiro na essência… Tim Maia, sem dúvida, é um grande referencial, um grande ídolo e um espelho pra gente”, afirmou Casé.

Quanto aos comentários sobre a sua provável saída da Banda Negra Cor, Adelmo descartou essa possibilidade. “Eu sempre gostei muito de banda, tive três anos de carreira solo logo quando sair do Fama, e em 2005 montei a ‘Negra Cor’. Então, eu gosto de tá dividindo ideia de arranjos, enfim, o grupo me ajudando, pensando juntamente comigo e trazendo a contribuição musical que cada instrumentista tem, isso é muito importante dentro de um processo”, concluiu Adelmo. (Redação: Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo). Assista o vídeo!

Baiana ganha concurso para bailarina do Faustão

A baiana Lorena Improta deu um show na noite deste domingo (26) e foi a vencedora no concurso para bailarina do Faustão. Brennda Martins e Francielle Pimenta ficaram com os segundo e terceiro lugares. Depois de encararem uma seletiva intensa, com mais de dez mil inscritos, as três beldades superaram 57 bailarinas no palco do Domingão. Lorena recebeu a nota máxima de 9,9. A nova dançarina ganhou R$ 10 mil reais e um carro 0km.

Moradora de Vilas do Atlântico em Lauro de Freitas na Bahia, Lorena utiliza as redes sociais como trabalho. Ela é instabloggers, pessoas que usam o aplicativo Instagram como diário virtual e fazem publicidade de marcas. Lorena dá dicas de moda, beleza, coreografias, fitness, além de compartilhar a rotina em fotos e vídeos. Lorena já tem mais de 15 fã-clubes.

As novas integrantes do Balé do Faustão, Lorena, Brendda e Francielle se jogaram no samba e no forró, acompanhadas pelo cantor Lucas Lucco e pelos atores Raphael Viana e Marcello Melo Jr. (Editado por Tribuna do Recôncavo, com informações do ibahia).

Lorena, Brendda e Francielle – novas bailarinas do Faustão

(mais…)

Amado Batista polemiza na Câmara dizendo que é a favor de tapinhas em criança

A participação de Amado Batista na comissão especial da Câmara dos Deputados que avalia a PEC da redução da maioridade penal, nesta quarta-feira (27), foi marcada por frases polêmicas do cantor.  Batista disse ser a favor da redução da maioridade penal. “Eu sou totalmente a favor da redução da idade penal, mas sou mais a favor da punição dos criminosos em qualquer idade. Não importa se o menino tem 10 anos, 11 anos, 20 anos, 50 anos. Estou falando do ser humano”, afirmou.

O cantor, famoso por sucessos como “Secretária” e “Princesa”, reclamou do que classificou como falta de liberdade dos pais para educarem seus filhos. “O governo tem que dar liberdade para que os pais possam educar as crianças. Como era antigamente. Hoje, não pode nem olhar para uma criança que é crime (…) Você precisa educar a criança em casa ou dando uns tapas ou botando de castigo. Agora, excessos, tipo quebrar braço, deixar roxo, eu sou totalmente contra esse tipo de coisa”, afirmou Amado Batista. (Redação/tribunadoreconcavo, com informações da UOU)

Irmã de Luan Santana pode integrar time de atrizes da Globo

A bela Bruna Santana, irmã de Luan Santana, falou sobre os boatos de que estaria fazendo teste para entrar na novela teen ‘Malhação’. A jovem compareceu ao show do cantor na madrugada desta sexta-feira (22), em uma casa de eventos de São Paulo.

“Não sei o que aconteceu. Mas tenho vontade. Fiz um ano de curso de teatro, mas larguei agora para fazer Administração. Não tem nada a ver comigo, né? Quem cuida dos negócios da família é meu pai.

Minha mãe não quer seguir isso, então precisei fazer a faculdade. Mas vou tentar voltar ao curso de teatro este ano”, disse ela. Rumores já contam como certa a presença da beldade no time de atrizes da Globo. (Postado por Tribuna do Recôncavo, com informações da Ego)

Voltar à página inicial