Barrocas: ONG lança Projeto Quintal CO2 Free

Barrocas: ONG lança Projeto Quintal CO2 Free - barrocas, bahiaFoto: Divulgação

O Instituto Quintal lança no dia 17, às 10h, o projeto Pacto Quintal CO2 Free, na Câmara de Vereadores de Barrocas (BA), cidade onde fica o terreno próprio e será construída a nova sede da ONG. A iniciativa, voltada à mitigação de emissões de gases de efeito estufa, é composta por produção de mudas e plantio de árvores, a conscientização da população para o descarte adequado de lixo e a capacitação de professores. O projeto, aprovado pelo Conselho dos Direitos da Criança e dos Adolescentes de Barrocas conta com investimento de cerca de R$ 1,8 milhão ao longo de um ano da mineradora canadense de ouro Equinox Gold, que tem operação na cidade.

O Pacto Quintal CO2 Free tem três etapas simultâneas. A primeira consiste na produção de 24 mil mudas de árvore para plantio e comercialização. Cerca de 15 mil dessas mudas vão ocupar o terreno do instituto, num esforço para preservação da vegetação nativa e sequestro de CO2.

A segunda etapa envolve capacitar trabalhadores de coleta seletiva para atuação como agentes ambientais; instalar 20 pontos de coleta e 50 composteiras públicas pela cidade e povoados vizinhos; e iniciar a coleta seletiva na cidade, tendo em vista a reciclagem. A terceira etapa foca na capacitação de cem professores de Barrocas e regiões vizinhas, com orientações sobre o uso da educação ambiental de forma recorrente nas escolas. (mais…)

Barrocas, Nordestina e Santa Brígida entram em emergência por conta da estiagem

Barrocas, Nordestina e Santa Brígida entram em emergência por conta da estiagem - barrocas, bahiaFoto: Elói Corrêa/ GOV-BA

Os municípios de Barrocas e Nordestina, na região sisaleira; e Santa Brígida, no Nordeste baiano, tiveram decretos de emergência reconhecidos pelo estado nesta quarta-feira, dia 24. O motivo dos decretos é a estiagem que afeta as cidades.

Conforme a medida, a condição de emergência tem validade de 180 dias, contados a partir de 26 de janeiro em Barrocas, em 28 de janeiro em Santa Brígida, e em 8 de fevereiro em Nordestina. As datas informadas correspondem aos dias em que os decretos foram homologados pelas prefeituras. Segundo a Defesa Civil do Estado [Sudec], a estiagem ocorre quando um município passa um período, como entre abril e julho, sem chuvas suficientes.

Com os decretos de emergência, as prefeituras podem fazer dispensas de licitação com objetivo de contratar obras e serviços para exclusivamente minimizar os efeitos da estiagem. No caso de Barrocas, Nordestina e Santa Brígida, os contratos não podem passar de 180 dias, período estabelecido pelos decretos.

Bahia Noticias