O prefeito de Vitória da Conquista, no sudoeste, Herzem Gusmão [MDB] disse que a prefeitura local não apoiará a Policlínica regional, construída pelo governo do estado. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (26).

A unidade está prevista para ser entregue em abril do ano que vem. Gusmão – que teve um áudio vazado em que critica um adversário político por conta de outra policlínica (ver aqui) – disse que prefere destinar recursos para outras unidades de saúde locais, como a Policlínica Cemae, que realizaria 15 mil procedimentos/mês.

Herzem Gusmão afirmou também que a policlínica anunciada pelo estado não traria “resultados concretos para a população”, o que justificaria investimentos na ampliação da rede credenciada de saúde da cidade. Herzem ainda declarou que o governo do Estado investiu em “pirotecnia partidária em ano de eleições” e “alarde” ao inaugurar as policlínicas.

O prefeito conquistense ainda disse que a posição que tomou se associa a mesma feita pelo prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, que teria dito ao prefeito de Conquista ter suspendido o repasse mensal de R$ 215 mil a policlínica da cidade.

Bahia Noticias