Um ex-funcionário é suspeito de assassinar Sifredo Dias Almeida, 70 anos, dono da Pousada Village Itaparica, na manhã desta quinta-feira, dia 13. O principal suspeito é um ex-funcionário da pousada de prenome Manoel, que teria cometido o crime junto com outro suspeito, identificado apenas pelo nome de Joaquim.

Segundo a polícia, a dupla chegou ao local por um matagal e pulou o muro do fundo da pousada que dava acesso a alguns quartos que estão abandonados. Manoel, que tem aproximadamente 19 anos é de Santo Antônio de Jesus e trabalhou no local após sua mãe pedir emprego para ele. O suspeito foi demitido após ser flagrado fumando maconha na pousada. Na ocasião, ele tentou contra a vida de Sifredo, mas não conseguiu porque Sifredo estava armado.

Após invadirem o local, a dupla foi para o quarto de número 2, onde a vítima residia com o filho. A criança estava na cama quando os suspeitos entraram no quarto e Sifredo estava na cozinha externa. Ao voltar para o quarto, o dono da pousada se deparou com os dois homens.

Manoel teria questionado pela arma de Sifredo, que afirmou não estar armado. Em seguida, os acusados teriam disparado contra o pescoço do comerciante. Com a vítima ainda no chão, ele disparou novamente, dessa vez no tórax. Sifredo não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime. O sepultamento acontece nesta sexta-feira (14), no município de Jaguaribe, sua terra natal. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Voz da Bahia)

Colabore para que o nosso conteúdo chegue a um maior número de internautas, curtindo nossa fanpage. Clique Aqui !