Os radares estáticos de Salvador ganharam uma nova roupagem. Os equipamentos, que fiscalizam excesso de velocidade, terão uma proteção metálica de cor laranja contra vandalismo. A mudança começou a ser implantada no último domingo (1º) na cidade.

“Não haverá nenhuma mudança na forma de fiscalização dos equipamentos. Apenas optamos por utilizar esta proteção para evitar que atos de vandalismo danifiquem os aparelhos. A cor alaranjada, bastante viva, permite que o aparelho seja facilmente identificado pelos condutores. Desta forma, evitamos que a população encare a situação como uma pegadinha da Transalvador, ou que colocamos o equipamento escondido”, contou o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller. De acordo com a entidade, em 2017 foram gastos R$11 mil em manutenção destes equipamentos. (Bahia Noticias)