Os professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) resolveram aprovar o estado de greve no campus 1 em Salvador. Os professores da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), da Universidade Estadual do Sudoeste Baiano (Uesb) e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) já tinham aprovado o estado de greve. Todas universidades estaduais vão paralisar suas atividades no dia 8 de abril.

Os professores reivindicam a ampliação do quadro de vagas e desvinculação das classes, respeito aos direitos trabalhistas dos docentes e aumento dos incentivos do Estatuto do Magistério Superior, além do maior repasse orçamentário. (Redação/Tribuna, com informações do metro1)

Professores da Uneb declaram greve e paralisação das atividades - noticias

ALUNOS E PROFESSORES

A diretoria da Aduneb afirmou que se o governador não sentar para negociar com os professores a tendência é que nas próximas semanas seja deflagrada greve por tempo indeterminado.