A Câmara dos vereadores do município de Muniz Ferreira, no Recôncavo Baiano, apura fraude que teria sido praticada pelo prefeito Clóvis Penine (PCdoB), no valor de R$ 800 mil, em  licitação que contratou convênio com empresa de coleta de lixo da cidade. A denúncia está sendo apurada pela Comissão Especial de Inquérito (CEI) municipal.

Conforme o vereador Cléssio Souza de Jesus (PTB), as irregularidades não param por aí. Os servidores reclamam do desconto no salário de empréstimos consignados sem o devido repasse do banco do valor emprestado. “A agência bancária está, informalmente, dizendo aos clientes que a prefeitura não repassou o valor que reteu dos servidores”, afirmou o vereador.

Clóvis terá nesta terça-feira (29/11), a apreciação pela Câmara dos Vereadores de suas contas, referente ao ano de 2013, aprovadas com ressalvas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que indicou a devolução imediata de R$32 mil reais). “Redação Bocão News”