O Padre Nelson Franca, pároco da Paróquia Santo Antônio, esteve presente na noite desta segunda-feira (14/03), na Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus, onde na oportunidade discursou a respeito da Campanha da Fraternidade 2016 e agradeceu o convite formulado pelo vereador Uberdan Cardoso a Igreja Católica. Após dois anos, o padre retornou a Câmara saudando todos os vereadores.

A Igreja realiza a Campanha da Fraternidade há 50 anos, este ano o tema da Campanha é: ‘Casa comum, nossa responsabilidade’. “A Campanha deste ano é aquela que se volta para os mais pobres, para as periferias, para os bairros distantes onde não há cuidado com esgotamento sanitário, com a água de qualidade que lá não chega, onde sabemos que o esgoto corre a céu aberto”, explicou. O padre disse que a água do banho escorre pelo meio fio das mais diversas ruas de Santo Antonio de Jesus.

Padre Nelson critica o poder público sobre saneamento básico em Santo Antônio de Jesus - tribuna-do-povo, destaque“Se fizermos um ‘city tour’ iremos encontrar essa realidade, mas com certeza seria um passeio triste, porque iremos nos deparar com coisas que já podiam estar no estágio melhor conforme a dignidade das pessoas que confiam no Poder Publico”, disse.

Ainda no seu discurso, o padre lembrou aos vereadores que o primeiro esgotamento sanitário de toda Rua do Cajueiro foi feito pela Paróquia de Santo Antônio com o trabalho do padre junto às comunidades. Outro ponto importante que chamou atenção no seu pronunciamento era que ele não voltaria mais a Tribuna da Câmara para falar sobre a Campanha da Fraternidade já que há dois anos atrás o mesmo apresentou algumas propostas de lei que foram assinadas por todos os vereadores e até o presente momento não saíram da gaveta.

Franca disse que têm documentos guardados que provam sobre essas propostas de lei e que achava perder tempo retornar a Câmara, mas que ainda era preciso acreditar na criatura humana. “Eu vejo ao meu lado uma bíblia, antes aqui tinha a cruz, mas tiraram, louvado seja Deus. Ficou agora a bíblia que antes era aberta na Mesa Diretora, hoje fica fechada, louvado seja Deus. Antes se diria que a Sessão estava aberta em nome de Deus, hoje não sabemos em nome de quem a Sessão é aberta. Estou aqui em nome de Deus, da Fé e no que acredito”, criticou o sacerdote.

CANAL DO MUTUM: O padre Nelson Franca também questionou onde está o plano de saneamento básico de Santo Antônio de Jesus e disse que se daria por satisfeito se pelo menos o Canal do Mutum tivesse a sua conclusão. “É um pedaço da cidade que contemplaria a mim e a esta campanha também”, disse o padre recordando das chuvas e sofrimentos que as pessoas daquela comunidade passam todos os anos. O pároco lembrou que tudo que for na direção da Campanha da Fraternidade, garante colocar a comunidade ao lado e a favor dos vereadores.

“Se não trabalharem para o bem da vida, poderemos trabalhar de forma contrária, mas acreditem, não é isso que quero, porque não é isso que faço nos 39 anos que a graça de Deus me concedeu como pároco em Santo Antônio de Jesus. Ajudem-me a continuar trabalhando, sobretudo, a continuar acreditando no poder que a comunidade a cada um dos senhores confiou”, finalizou. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Redação: Portal Infosaj)

Aproveite e curta a nossa fanpage. Clique Aqui !