Na manhã desta terça-feira (07/08), a Câmara Municipal de Mutuípe, no Vale do Jiquiriça, retomou às atividades do Segundo período legislativo de 2018. A Sessão contou com a presença de 10 dos 11 vereadores, da chefe de gabinete da Prefeitura, Elma Karla; o Presidente do PRB, Cremilson Andrade e o ex-funcionário da Câmara, Paulo Dubois, além de alguns munícipes.

O que mais chamou a atenção foram os discursos inflamados em defesa do vereador Lek, por sua não convocação para a Seleção de Veteranos de Mutuípe, considerado para muitos como perseguição política devido a participação efetiva do parlamentar ao G7.

O grupo dos 7 vereadores que apoiam a candidatura do vereador Índio Josafá – PDT à presidência da Câmara, conhecido como G7, mostrou uma grande força, deixando claro a sólida união do grupo que propõe mudanças na condução do Poder Legislativo de Mutuípe, a partir de 2019.

“Sr. Presidente, é necessário que este parlamento cumpra o papel constitucional que lhe compete. Não podemos permitir que terceiros se imponham como donos desta casa que deve ser do Povo. É preciso firmeza, coragem e determinação. Não é mais admissível a condução confusa e frágil, não temos o direito de aceitarmos interferências que não sejam as do Povo, pois o Povo deve estar aqui”, falou o vereador Índio Josafá em seu discurso.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Vale Mais Notícias