As duas mortes que aconteceram durante uma festa de ‘paredão’, conhecidas por utilizarem som automotivo e organizadas por grupos, que aconteceu na cidade de Muniz Ferreira, na noite da ultima sexta-feira (21), ‘não foram dentro do Bar Las Vegas’. A afirmação é do dono do estabelecimento, Edson dos Santos, conhecido como ‘Jú Músico’. A Polícia Civil da cidade está investigando o caso.

O proprietário do Bar disse que o incidente envolveu duas pessoas, que foram baleadas. Segundo Jú Músico, que estava trabalhando no bar juntamente com outros funcionários, foram ouvidos tiros e algumas pessoas que estavam do lado de fora correram assustadas para dentro do bar para se protegerem dos disparos. “Após a aglomeração, um dos funcionários viu uma pessoa caída no chão e, ao examinar o corpo, percebeu que a vítima foi atingida por um dos disparos. Ligamos para o SAMU para socorrer a vítima”, contou.

Edson conta que, após o ocorrido, surgiram comentários de que mais duas pessoas foram atingidas e morreram, mas ele garante que socorreu apenas uma das vítimas. “Até então, eu não tinha conhecimento de outros atingidos. Não sabemos o motivo dos disparos. O estabelecimento possui um espaço restrito com segurança e detector de metal, por este motivo o ocorrido não foi no interior do bar”, afirmou.

Reportagem: Tino Alves | Fonte: Andaiá FM