O problema é histórico e a solução parece distante de ser encontrada. O lixo amontoado às margens do quilometro 267 da BR 101 em Santo Antônio de Jesus vem incomodando moradores, trabalhadores de oficinas e os usuários da via.

Segundo informações de um senhor que não quis se identificar, a coleta só é feita uma vez por semana. “Tudo que não presta jogam aqui, caixas, roupas e sapatos velhos, resto de comida etc, ninguém suporta o mau cheiro”, disse .

A indignação da comunidade é por conta do comportamento de alguns moradores que capinam seus quintais ou reformam suas casas e depositam todo material no canteiro, o que atrai animais peçonhentos e facilita a proliferação do mosquito da dengue. A comunidade cobra do poder público uma caixa coletora . (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo)

Lixo às margens da BR 101 causa transtornos em Santo Antônio de Jesus - tribuna-nos-bairros, saj

Lixo amontoado na BR 101 em frente ao Posto Uirapuru