O comerciante Anderson de Oliveira, condenado por agredir a auxiliar de produção Fernanda Regina Cézar com uma cotovelada, conseguiu liberdade condicional da Vara de Execuções Criminais de São José dos Campos (SP).

De acordo com o G1, Anderson deixou a Penitenciária “Dr. José Augusto Salgado” II de Tremembé (SP), na última sexta-feira (06/05), onde cumpria pena em regime semiaberto. O agressor pegou uma pena de cinco anos, mas teve descontado o período de um ano que passou detido durante o processo de intestigação e julgamento. O crime aconteceu em 2014.

Na ocasião, Fernanda sofreu traumatismo craniano após receber uma cotevalada quando saia de uma casa noturna no dia 16 de agosto daquele ano. Ela ficou internada por 15 dias, em Sorocaba. Em depoimento, em 2015, o então acusado disse que teve a intenção de bater na vítima, embora não tivesse premeditado. Ainda segundo o G1, na época, o réu disse que a agressão foi motivada por provocações da vítima. (Noticia ao Minuto)