No dia 21 de setembro de 2015, uma notícia se espalhou através de inúmeras páginas do Facebook e em vários sites e blogs. De acordo com o texto, um veículo de comunicação teria deixado vazar a informação de que o ex-presidente Lula teria sido preso em sua casa em São Bernardo do Campo-SP.

Os policiais estariam cumprindo um mandado expedido como resultado das investigações da 19ª fase da Operação Lava Jato. Ainda, segundo o que diz na reportagem, Lula não teria resistido à prisão e pediu apenas para não ser algemado para preservar a sua imagem. A foto abaixo mostra o exato momento da prisão, mas será que isso é verdadeiro ou falso?

lula-presoA notícia é uma invenção de um blog humorístico, mas foi copiada por diversos outros sites e blogs, até que algumas páginas do Facebook com “revoltados” no nome passassem a espalhar a brincadeira como se fosse real!

No dia 21 de setembro de 2015, o blog Brasil Esperança publicou um artigo fictício mostrando a suposta prisão do ex-presidente Lula. Ao clicarmos em qualquer parte do site com o botão direito do mouse, podemos ler uma mensagem avisando que todo o conteúdo ali publicado não deve ser levado a sério!

OPINIÃO: Caro internauta, com o advento da internet, o papel do jornalista de registrar acontecimentos com fotografias e redigir textos, passou a ser exercido por qualquer cidadão que tenha em mãos um aparelho de celular ou qualquer outro equipamento com câmera. Esse jornalismo cidadão, já que pode ser exercido por qualquer pessoa, não segue os requisitos básicos do jornalismo, que seria a checagem para verificar se o fato é real, e a apuração, com a finalidade de buscar dados para enriquecer o texto.

Por conta dessas postagens e publicações feitas de forma irresponsável ou de má fé na Rede Mundial de Computadores, muitas pessoas morreram sem ter morrido, a exemplo do cantor Daniel, o humorista Renato Aragão, entre outros. Vamos ter mais cuidado antes de curtir, e principalmente compartilhar ou repassar notícias nas redes sociais. Verifique se a mesma informação está em sites seguros. Caso contrário você pode destruir a vida de um inocente. (Editado por Portal Tribuna do Recôncavo | Informações: e-farsas)