As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 poderão ser feitas de segunda-feira, dia 9, até as 23h59 do dia 20 de maio, e as provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro.

As inscrições são feitas exclusivamente pelo site do Inep e o candidato precisa ter em mãos os seus documentos pessoais: CPF (Cadastro de Pessoa Física) e RG (Registro Geral – carteira de identidade). Menores de 18 anos que ainda não tiverem os documentos precisarão providenciá-lo.

Um endereço de e-mail e um número do celular pessoais e válidos, que servirão para a organização do exame entrar em contato com o candidato, também deverão ser informados. Além disso, é preciso indicar no momento da inscrição o município em que irá realizar a prova do Enem, bem como a opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol) da prova de Linguagens.

Entre as novidades desta edição do Enem está a adoção de coleta de impressão digital dos candidatos. O procedimento é para aumentar a segurança e evitar fraudes. A coleta acontece no primeiro ou no segundo dia de provas e não há possibilidade de uma pessoa fazer prova no lugar de outra. O novo procedimento de segurança soma-se aos demais — envelope com lacre e detector de metais. (Gazeta Digital). Leia Mais »Os estudantes também poderão instalar no celular um aplicativo do Enem 2016 para acompanhar as inscrições e conferir informações como o cronograma do exame, tira dúvidas e dicas. Disponível para smartphones, o recurso também servirá para o envio de informações aos inscritos, como cronograma do Enem, mural de avisos, dicas e resultados, além de espaço para contato.

Taxa de inscrição e isenção: Neste ano, a taxa de inscrição será de R$ 68, 5 reais a mais do que o cobrado no último exame, e poderá ser paga em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Até o ano passado, a inscrição era paga apenas nas agências do Banco do Brasil. A taxa pode ser quitada até o dia 25 de maio, às 21h59.

Quem for concluir o ensino médio no ano letivo de 2016 e estiver matriculado na rede pública de ensino tem direito à isenção automática na inscrição do Enem 2016. Se o interessado não for concluinte de escola pública, mas for proveniente de família de baixa renda, poderá declarar carência e conseguir a isenção da taxa. Cabe ao candidato acompanhar, durante o período de inscrição e pelo sistema, se o seu pedido de isenção foi aceito.

A partir deste ano, os estudantes isentos do pagamento da taxa que não compareceram às provas em 2015, sem justificar a ausência, perdem a isenção. Assim como no ano passado, o cartão de confirmação estará disponível apenas na internet.

Horários de provas: Os portões dos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília. Como no ano passado, o início das provas será às 13h30.

No dia 5 de novembro, sábado, o candidato terá quatro horas e meia para fazer as provas de Ciências Humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia) e Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia). No dia 6, domingo, serão cinco horas e meia para as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira: Inglês ou Espanhol, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação), Redação e Matemática.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no site do Inep, até o terceiro dia útil seguinte ao de realização das últimas provas. Os resultados serão divulgados em data a ser definida ainda. Os resultados para os participantes treineiros serão divulgados 60 (sessenta) dias após o resultado oficial.

Mais informações: Acesse www.enem.inep.gov.br/ ou ligue para o telefone 0800 616161. (Gazeta Digital)