O Ministério da Educação (MEC) anunciou que adiará, pela segunda vez, o início das aulas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), uns dos carros-chefe do governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

A pasta, por causa da restrição de verbas, também atrasa os repasses às escolas. O inicio do curso mudou de 17 de junho para 27 de julho. (Redação/tribunadoreconcavo/metro1)