O governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult), divulgou, nesta terça-feira (07/02), o apoio para os blocos afros, Afoxé, Samba, Reggae e Índio, conforme publicação no Diário Oficial do Estado (DOE). Ao todo, o montante chega a R$ 4,1 milhões só com as atrações.

A maior parte da fatia foi para a categoria samba, com investimento de R$ 1,69 milhão, seguida do segmento afro (R$ 1,35 milhão), afoxé (R$ 800 mil), índio (R$ 140 mil) e reggae (R$ 135 mil). No entanto, a entidade que mais foi beneficiada com o apoio do poder público foi os Filhos de Gandhy, com R$ 130 mil. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bahia.ba)