A partir de abril o consumidor deverá pagar menos pela energia. A redução será possível com a adoção da bandeira verde no sistema de bandeiras tarifárias, que adota as cores verde, amarela e vermelha para informar o consumidor, a cada mês, se a energia está mais cara ou mais barata.

Neste mês, o governo anunciou que em março seriam desligadas sete usinas térmicas com custo de geração acima de R$ 420 por megawatt por hora (MWh). Posteriormente, foi decidida uma redução incluindo 15 usinas que geravam energia a um custo de R$ 250 por MWh.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga,  em abril, 5 mil MW gerados pelas térmicas já terão sido desligados do sistema, o que representará uma economia total de R$ 10 bilhões ao ano. “Não é apenas uma questão de redução de consumo. A entrada da energia gerada em novas usinas, como as de Belo Monte, Jirau e Santo Antônio tem contribuído [para os desligamentos das térmicas]”, acrescentou Braga. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: A tarde)

Aproveite e curta nossa fanpage. Clique aqui !