O Fundo Monetário Internacional (FMI) avaliou como positiva a implementação de medidas de austeridade anunciadas pelo governo brasileiro e apostou que as ações devem ajudar a recuperar a confiança e impulsionar o crescimento.

O relatório da entidade foi divulgado nesta sexta-feira (10). No documento, o FMI estima queda de 1% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro neste ano, em decorrência das políticas fiscais e monetárias mais restritas e os cortes da Petrobras. A instituição, no entanto, acredita que o ajuste fiscal pode atrair investimentos no final de 2015, o que estimulará o crescimento da economia já em 2015. (bahianoticias)