O carnaval de 2017 terá 2,6 mil coletivos, divididos em 140 linhas em operação, em três faixas de horário, nos três circuitos da festa. Das 5h às 13h, o sistema terá 50% da frota disponível. Entre 13h e 21h, a população contará com 60% da frota. Já das 21h às 5h, estarão em circulação 70% dos veículos. Conforme a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), 12 mil rodoviários vão atuar nos 11 dias de festa.

Entre os dias 22 de fevereiro e 01 de março, o órgão realiza uma operação especial para controle e fiscalização do transporte. A frota reguladora também ganhará reforço nas estações da Lapa, Pirajá, Mussurunga e Barroquinha, e pontos especiais nas avenidas Garibaldi, Centenário e Reitor Miguel Calmon, além da Praça Cayru.

A novidade deste ano é a criação de uma linha gratuita que vai ligar a Lapa ao bairro do Calabar, próximo ao circuito da Barra, que passa a operar a partir da quinta-feira (23). O serviço de traslado contará com 36 veículos e funcionará durante 24h, a partir de 5h de 23 de fevereiro, até as 10h da Quarta-Feira de Cinzas (01).

Expresso Carnaval – Outra opção de translado para os foliões é o Expresso Carnaval oferece uma frota exclusiva, composta por 50 veículos, que sairá a cada 15 minutos do Salvador Shopping e do Salvador Norte Shopping. Com o ingresso para o veículo, os motoristas ganham o direito de estacionar os carros nos centros de compra, que irão buscá-los após a festa.

Cada bilhete custa R$ 25, R$ 5 referentes ao cartão, que pode ser recarregado e utilizado por uma família inteira. Ou seja, a partir da segunda viagem, o trecho de ida e volta passa a custar R$ 20. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bahia.ba)