Chegou a 16 o número de mortos em deslizamentos decorrentes das chuvas que atingiram a Grande São Paulo desde a tarde de quinta-feira (10). No total, ao menos 20 cidades foram afetadas pelos temporais. Em Itatiba, no interior do Estado, estão sendo investigadas duas mortes. Segundo a prefeitura, ainda não se sabe se as duas vítimas – ambos homens – morreram por causa do temporal.

De acordo com o Instituto de Meteorologia, foi registrado volume de 87,2 mm de chuva no Mirante de Santana, na zona norte da capital, entre as 9h de quinta e o mesmo horário desta sexta-feira (11), 54% do volume esperado para março. O mês já acumulou 194,9 mm, volume 21% superior à média histórica, de 160 mm.

No município de Mairiporã, quatro pessoas morreram e outras sete ficaram feridas no bairro Jardim Néri, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros. A tragédia ocorreu por volta das 21h, na altura do número 500 da Rua Primavera.

Em Francisco Morato, já na madrugada desta sexta-feira (11), outros deslizamentos deixaram ao menos dez mortos. A prefeitura de Francisco Morato decretou estado de emergência devido às chuvas, o que facilita o pedido de ajuda financeira aos governos estadual e federal para contornar prejuízos. (ultimosegundo.ig)

Alagamento provoca congestionamento na Marginal Tietê, altura da Ponte da Casa Verde, em São Paulo (SP), na manhã desta sexta-feira (11). Marcos Bezerra/Futura Press

Alagamento provoca congestionamento na Marginal Tietê, altura da Ponte da Casa Verde, em São Paulo (SP), na manhã desta sexta-feira (11). Marcos Bezerra/Futura Press