Dois homens foram presos em Salvador após aplicarem um golpe em 36 turistas com vendas de abadás falsos para um suposto camarote localizado em Ondina, onde termina o circuito Dodô. As entradas custaram R$ 117 mil e não foram repassadas aos turistas. As informações foram divulgadas pela Polícia Militar nesta sexta-feira, 5.

Os acusados são: Rosimário Ramos Marquês, 43 anos, e Wagner de Oliveira, 44, que foram presos por policiais militares do 18º Batalhão do Centro Histórico. Com os dois, a polícia conseguiu recuperar R$ 108 mil das vítimas, que são do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Distrito Federal.

Uma das vítimas acionou a Polícia Militar, que efetuou a prisão e apresentou os suspeitos na  Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur). Os dois homens se comprometeram em devolver o restante do dinheiro das vítimas. (Atarde)