Na última sexta-feira (28/08) uma jovem de iniciais T.P., 19 anos, moradora do Bairro São Benedito em Santo Antônio de Jesus, procurou o Portal Tribuna do Recôncavo reclamando sobre o atendimento recebido na Unidade de Saúde da Família “São Francisco”.

Na reportagem a mesma relatou que buscou atendimento no Posto Medico na quarta-feira (26), mas não tinha fichas, voltou na quinta-feira (27), foi quando, segundo a reclamante, teria recebido a recomendação da medica para descansar por cinco dias e que a profissional não teria dado atestado por falta de papel.

Em direito de resposta, Dra. Indira Gonçalves, plantonista da unidade, informou que a paciente T.P. não chegou a ser atendida na unidade. “Na quinta-feira eu tinha muitos pacientes para ser atendidos, ela deve ter sido orientada a voltar no turno oposto, mas ela não foi atendida por mim. Eu jamais negaria um atendimento médico a uma paciente que tivesse necessidade de ficar em casa por cinco dias”, disse Gonçalves.

A médica ainda esclareceu que atende 16 pacientes pela manhã e 14 à tarde. “Isso não é fixo, se chegar um paciente com febre, dispnéia, com uma crise hipertensiva, esse paciente vai ser atendido; 10 fichas não é o nosso número”, disse. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo).