Uma manifestação na estrada que liga Castro Alves e Sapeaçu no Recôncavo Baiano bloqueou a rodovia na manhã desta quarta-feira (15). A motivação do ato foi a quantidade de buracos na pista, o que dificulta a mobilidade na região. Em protesto, os manifestantes queimaram pneus e escreveram ao redor de um buraco as diversas taxas pagas pelo contribuinte, como DPVAT, IPVA, vistoria, pedágio e emplacamento.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o protesto começou por volta das 4h. Os manifestantes acusam o estado da pista pelo aumento do número de acidentes e assaltos na estrada. Para desocupar a rodovia, os líderes do protesto cobraram a presença de autoridades e da imprensa.

Em resposta à manifestação ocorrida entre Castro Alves e Sapeaçu, o governo do estado informou que já realiza obras na via. De acordo com a Superintendência de Infraestrutura de Transportes (SIT), a manutenção da rodovia foi suspensa por conta das chuvas, mas antes dos festejos juninos, a SIT realizava uma operação tapa-buracos na rodovia, que deve ser reiniciada em breve. (Editado por Tribuna do Recôncavo, com informações do blogdovalente, bocaonews e bahianoticias).

Depois de manifestação governo sinaliza recuperação da rodovia Sapeçu - Castro Alves - sapeacu, reconcavo, destaque, castro-alves

Manifestantes escrevem taxas pagas pelo contribuinte, como DPVAT, IPVA, vistoria, pedágio e emplacamento