Começa a valer em 1º de novembro a exigência de habilitação para guiar motos ‘cinquentinhas’. Segundo determinação do Contran, o condutor que for pego conduzindo o veículo sem habilitação cometerá infração gravíssima com multa agravada, que é multiplicada por três.

Assim, como a penalidade para infração gravíssima subirá para R$ 293,47 em 1º de novembro, a cobrança por rodar sem habilitação chegará a R$ 880,41. O veículo também poderá ser apreendido. Em Santo Antônio de Jesus a Polícia Militar e a SMTT intensificaram na fiscalização e algumas blitz estão sendo feitas em várias partes do município.

De acordo com o comandante do 14º BPM Coronel Piton, cerca de 20 motocicletas com pendências e documentação irregular já foram apreendidas e salienta que a partir do dia 1º de novembro as blitze serão intensificadas. “Não iremos mais tolerar. Já passou a época da orientação”, disse.

Ainda de acordo o Comandante, algumas pessoas não se atêm as determinações e continuam sem fazer uso dos equipamentos de segurança, sobretudo o uso de capacete. “Os condutores que estiverem em situação inadequada serão autuados e as motocicletas serão apreendidas”, concluiu. (Reportagem: Joselito Fróes/ Rádio Recôncavo FM | Redação: Voz da Bahia)