Idosa procura por suas filhas em Amargosa e Milagres

Idosa procura por suas filhas em Amargosa e Milagres - milagres, cade-voce

A Senhora Alice Pereira dos Santos, procura por suas filhas há muitos anos e diz que o seu sonho é reencontrá-las antes de partir. Ela já é de idade e há quase quinze dias está no leito de um hospital, pois sofre de um delicado problema cardiológico e até o momento não há previsão de alta.

Há muitos anos atrás foi tirada dela suas três filhas mais novas, duas quando tinham aproximadamente 14 anos e desde então não teve nenhum contato. Segundo Ana Paula, neta da senhora Alice, sua avó só sabe o primeiro nome das filhas porque foi o pai delas que as registrou e ela não tem conhecimento de sobrenome, mas acredita que elas se recordem do nome de sua mãe.

As filhas procuradas, Marilene, residente em Amargosa e Marinalva, moradora de Milagres são gêmeas e nasceram em 12/01/1966. Segundo informações, uma delas morreu aos 14 anos. A outra filha é chamada de Magnólia, nascida em 17/11/1965, que também mora em Milagres.

Quem souber informações poderá entrar em contato com sua neta Ana Paula, pelo número: (027) 9.9766-2683. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Amargosa Urgente e Criativa On Line) (mais…)

Moradora de Salvador procura familiares em Santa Terezinha

Moradora de Salvador procura familiares em Santa Terezinha - santa-teresinha, cade-voce

Me chamo Lidiane, sou de Salvador Ba, estou a procura dos familiares duma senhora Chamada Carmelita de Jesus Queiroz. Na certidão de nascimento consta que ela foi registrada no município de santa Terezinha, ela hoje se encontra-se debilitada e não fala muita coisa, poucas coisas coerentes, fala muito de uma irmã que ela chama de Nênêm, que morava na zona rural de Iaçu, ela fala muito de Itaberaba e da Fazenda das Cabras.

Ela veio para salvador há aproximadamente 40 anos e sempre trabalhou em casa de família. Ela é mãe do meu esposo, mas nunca moraram juntos, porque meu esposo, ainda criança, foi colocado no Orfanato Irmã Dulce. Até o momento Dona Carmelita morava na casa dos patrões e agora está aos nossos cuidados.

O nome da mãe de minha sogra é Maria Agripina de Jesus. Gostaríamos muito de encontrar a família dela. Quem tiver alguma informação sobre os familiares de Carmelita de Jesus Queiroz, favor ligar para (71) 9.9166-8987/9.8677-3785. (Redação: Tribuna do Recôncavo) (mais…)

Familiares procuram santoantoniense que deve morar em Pernambuco

Familiares procuram santoantoniense que deve morar em Pernambuco - saj, cade-voce

Os familiares do santoantoniense José Carlos Pereira dos Santos estão a procura de informações sobre o mesmo. Segundo a senhora Antonia Pereira, seu irmão saiu de Santo Antonio de Jesus, na Bahia, há 20 anos para trabalhar com outro irmão no bairro de Santa Cruz na capital baiana, e há mais de 15 anos foi para o estado de Pernambuco trabalhar como ajudante de pedreiro e nunca mais se teve noticia.

Recentemente um caminhoneiro passou por salvador e contou que ele estaria em Toritama, na Vila Canã, mas encontrava-se sem documentos, pois tinha sido assaltado. Outro boato dava conta que o mesmo tinha morrido e o corpo estava no IML (Instituto Médico Legal) de Caruaru precisando ser reconhecido, no entanto a família entrou em contato com o IML e foi informada que não existia nenhum corpo com essas caracterizas por lá.

Os familiares de José Carlos, que deve ter de 45 a 47 anos, querem saber o paradeiro do mesmo, pois tem a ansiedade e a esperança de reencontrá-lo. Quem souber alguma informação favor ligar para (75) 9.8135-6017 (WhatsApp) ou (75) 9.8893-7460.  (Tribuna do Recôncavo)

(mais…)

Funcionário da TV Globo em SP procura familiares na cidade de Laje, na Bahia

Funcionário da TV Globo em SP procura familiares na cidade de Laje, na Bahia - destaque, cade-voce, brasil

O funcionário da TV Globo em São Paulo, Josué Brito dos Santos, está a procura dos seus avós paternos que residiam na cidade de Laje (BA), no Vale do Jiquiriçá. Josué é técnico de captação de som no programa local “SPTV” e no Jornal da Globo que é apresentado por William Waack às 23:40 em rede nacional.

Conforme vídeo enviado ao Portal Tribuna do Recôncavo, Josué está a procura de seus avós José Brito dos Santos e Francisca. “Eles se casaram e formaram família aí [em Laje] e eu gostaria de informações sobre eles…e se a gente ainda tem algum parente que mora aí na cidade”, disse.

Qualquer informação sobre o casal José e Francisca, filhos ou netos, favor entrar em contato com nossa redação pelo Email: contato@tribunadoreconcavo.com ou deixar recado com telefone e email aqui no post. “Ficarei imensamente grato se puderem me ajudar a encontrar meus familiares”, concluiu Josué. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo). ASSISTA O VÍDEO ABAIXO»»

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=kZlgAgZ-h_M[/youtube]

COMENTÁRIOS: 

Gessé Rodrigues: Existem muitas pessoas com sobre nome Brito dos santos em serra do frio em Laje Bahia e em várzea município de Valença Bahia. (Jesserodrigues2456@live.com) (mais…)

Soteropolitana procura irmãos que devem residir em São Miguel das Matas

Soteropolitana procura irmãos que devem residir em São Miguel das Matas - sao-miguel-das-matas, destaque, cade-voce

Uma senhora participou do quadro “desaparecidos” do Programa Bahia Meio Dia da TV Bahia, nesta terça-feira (05/01) em Salvador, para procurar familiares que devem residir no município de São Miguel das Matas, no Vale do Jiquiriçá. Irene Nogueira Santos, 58 anos, pretende localizar seus quatro irmãos que viu pela ultima vez em São Miguel. “45 anos ou até mais sem ver a minha família, e a minha alegria, o meu prazer, é eu rever minha família”, disse Nogueira.

O quadro “desaparecidos” da TV Bahia é uma parceria com o DPP (Departamento de Proteção a Pessoa), órgão criado em 2012 que já registrou 755 casos e reencontrou 644 pessoas. Segundo a investigadora do DPP, Cristiana Coelho, a maioria dos desaparecidos são adolescentes, idosos que sofrem de Mal de Alzheimer, pessoas com problemas mentais e em alguns casos pessoas envolvidas com drogas.

Em Salvador não é necessário aguardar 24 horas para registrar um boletim de desaparecimento na polícia, a equipe do Departamento de Proteção a Pessoa inicia a investigação no momento do registro. Quem souber informações sobre os familiares da senhora Irene Nogueira, favor entrar em contato com o DPP pelo telefone: (71) 3116-0357.

Tribuna do Recôncavo

Pernambucana procura pai que nunca conheceu; ele morava em Santo Antonio de Jesus

Pernambucana procura pai que nunca conheceu; ele morava em Santo Antonio de Jesus - cade-voce, brasil

A comerciante Ana Regina da Conceição, 33 anos, moradora da cidade de Igarassu, região metropolitana de Recife em Pernambuco, está a procura de seu pai de prenome Orlando que hoje tem 60 anos de idade e residia em uma cidade na região de Feira de Santana. Segundo Ana, ele deve está residindo na Bahia, Pernambuco ou Paraíba.

Em 1981 sua mãe, Regina Maria da Conceição, que na época tinha 19 anos, conheceu seu pai, Orlando, na cidade de Pedras de Fogo, estado da Paraíba, com quem engravidou e veio morar na Bahia. Segundo Dona Regina Maria, os dois viviam bem, mas de repente começaram a se desentender. “Ele morava numa fazenda de cacau e tinha 13 filhos, certo dia mandei um dos filhos dele perguntar ao mesmo o que iriámos comer no almoço, o garoto não foi e me falou que Orlando tinha mandado matar uma galinha, pedi ao garoto para pegar uma ave no quintal e ele me trouxe uma galinha choca, preparei a ave para o almoço, e quando Orlando chegou discutimos feio. Já estava com quase dois meses de grávida, mesmo assim vim embora aqui pra Pernambuco e nunca mais tive contato com ele”, disse Regina.

A pernambucana Ana Regina informou que seu pai, Orlando, tem um irmão conhecido como Zeca Vaqueiro e quando conheceu sua mãe, ele tinha um filho com 5 anos de idade. “Eu e minha mão não queremos nada dele, só quero ver, conhecer meu pai. Não vejo a hora de ter noticias dele”, concluiu Ana.

Quem souber qualquer informação sobre o paradeiro de Orlando, favor entrar em contato com a nossa redação através do email: contato@tribunadoreconcavo.com ou via comentário. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo).

Voltar à página inicial