Os primeiros frutos da Unidade de Observação instalada na comunidade de Lagoa Seca, zona rural de Castro Alves, foram colhidos na segunda-feira (19). Técnicos da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, juntamente com agricultores que atuaram na unidade experimental, colheram centenas de abacaxis produzidos ao longo dos últimos meses.

Segundo o secretário de Agricultura, João Mendonça, o resultado da colheita foi bastante produtivo. “Apesar de ter faltado chuva no período de frutificação a cultura se desenvolveu bem e a produção foi extremamente satisfatória”, revelou. Os técnicos da secretaria propuseram a unidade na cidade para observar como a produção de abacaxi se comportaria com o clima local.

A função da metodologia da Unidade de Observação é testar se uma determinada cultura pode ser inserida em uma região. Ao final do processo de plantio avalia-se a adaptação e condições de cultivo em uma região. Após constatado resultado positivo propõe-se e estimula-se a nova produção na cidade.

O incentivo a produção de abacaxis na cidade do recôncavo tem por objetivo dar aos agricultores uma nova opção de cultivo, visando ajudar a alavancar a produção local. É comum que os produtores cultivem sempre o mesmo tipo de cultura. “Aqui em Castro Alves nota-se a produção focada na mandioca, laranja e limão. Muitas outras culturas podem gerar boa produção e fonte de renda”, finalizou o secretário.

Ascom