O Instituto Paraná Pesquisas apontou que 52% dos brasileiros não simpatizam com nenhum do Supremo Tribunal Federal (STF). A presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, é a mais querida: 20%. Sem seguida aparece Edson Fachin, com 5,8%.

Na lista, Gilmar Mendes surge com 1,6%, à frente de Marco Aurélio, Alexandre de Moraes (1,2%) e Dias Toffoli (0,3%). O levantamento ouviu 2.640 pessoas em todos os estados, entre segunda-feira (21) e quinta (24). (O Globo e bahia.ba)