O artista baiano Fernando Pião, falecido em março, será homenageado durante o Seminário “Arte como Jogo”. O evento passa pelas cidades de Cachoeira e Salvador em setembro, integrando o programa Rede Nacional Funarte Artes Visuais.

Pião trabalhava com fotografia e integraria o grupo de artistas do seminário. Ele deixou muitos amigos no meio e alguns deles prepararam um breve vídeo sobre sua vida e obra, especialmente para o evento.  Ele era companheiro de Cristina Pescuma, palestrante principal do seminário, que é o segundo ciclo de palestras e conversas com artistas da série “A arte contemporânea e o Pensamento da Diferença”.

A organizadora do curso, Lanussi Pasquali, diz que a ausência de Pião será muito sentida por todos, pois em 2012, ele veio com Cristina e fotografou o encontro entre o público e os artistas convidados – produzindo um registro de olhar autoral, afetivo, que agora é lembrado com saudades.

Nos últimos anos, Fernando Pião expôs em São Paulo, Bahia e Porto Alegre em diferentes ocasiões. Na Bahia, participou da coletiva “Nós precisamos” (2010), com Lanussi Pasquali e Joãozito. Nos outros estados integrou a exposição “A Escala Humana como Elipse” (2012), organizada pelo Instituto Tomie Ohtake, ao lado da artista Denise Adams; além da 7ª Bienal do Mercosul (2009).

A homenagem, assim como o curso, será transmitida ao vivo de Salvador de 21 a 25 de setembro, das 19 às 22 horas, pelo  site isso.art.br. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Quarta Via Comunicação).

COMENTÁRIOS: 

Hermano Santos da Bôa Morte: O Pião me ensinou os primeiros passos do registro social através da fotografia. Fico surpreso com a noticia que tenho somente agora. Hermano. (boamorte58@hotmail.com).