O MEC informou nesta sexta-feira (1) que, assim que for notificado, vai recorrer da decisão da Justiça Federal de Mato Grosso que determinou a prorrogação do prazo de inscrição para novos contratos do Fies.

O juiz federal Raphael Carvalho acatou uma ação civil pública e determinou que o governo federal prorrogue o prazo de inscrição por tempo indeterminado para os alunos que tentavam ingressar no programa pela primeira vez e não conseguiram.

O prazo para a adesão ao Fies terminou no último dia 30. O magistrado determinou multa diária de R$ 20 mil caso o governo não cumpra a prorrogação do prazo. (Redação/tribunadoreconcavo, com informações da agenciabrasil)

NOTICIA RELACIONADA:

FIES: estudante entra com ação civil pública contra o MEC