Um dos donos do grupo J&F, o empresário Wesley Batista foi confundido neste domingo (11), num restaurante da franquia Barbacoa, em São Paulo, com seu irmão Joesley, que deixou a prisão na noite de sexta-feira (09).

Além de ‘ladrão’, o empresário foi hostilizado com gritos de ‘fora, Joesley’. Wesley deixou a cadeia no dia 20 de fevereiro último.

Ele foi preso em setembro de 2017 na ‘Operação Tendão de Aquiles’ (desdobramento da Lava Jato), em investigação sobre ‘uso de informação privilegiada para obter ganhos econômicos’. (Bahia.Ba)