Foi por volta das 6 horas da manhã do dia 17 de maio de 1992, que o prefeito da cidade de Varzedo, no Recôncavo baiano, Manoel José de Souza, conhecido como Nonô, foi assassinado com três tiros.

Nesta quinta-feira (17/05/2018), feriado municipal em Varzedo, acontece às 5 da tarde, na Câmara de Vereadores, uma Sessão Solene em homenagem a Nonô.

Filho de agricultores negros, Nonô, mesmo sendo semianalfabeto, conseguiu estabilidade econômica, se tornando a principal liderança política do município.

Fonte: Tribuna do Recôncavo