Durante sessão ordinária realizada na tarde desta segunda-feira (04/06), a Câmara de Vereadores de Varzedo aprovou as contas anuais do ex-prefeito Radaman Barreto, exercício 2015. E rejeitou o parecer prévio do Tribunal de Contas dos Municípios.

O motivo do Tribunal de Contas ter rejeitado as contas foi a realização da despesa total com pessoal em percentual correspondente a 63,90% da Receita Liquida, segundo o TCM, violando as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em sua defesa, o ex-gestor apresentou os processos de pagamentos que comprovam que, diversas despesas não poderiam ser consideradas despesas de pessoal, tais como coleta de lixo, exames médicos especializados e execução de programas federais como PDE, PDDE, PNATE, dentre outros.

A votação foi 6 a 1. Votou contra a vereadora Juscelia-PSD e votaram a favor: José Valdemir-PSD (presidente); Antônio Vasconcelos-PP; Manoel Soares-PTB; Fábio Souza-PT; Luis Carlos Assis-PSB e Eurides Neto-PT.

Fonte: Tribuna do Recôncavo