Morro de São Paulo, localizado na Ilha do arquipélago de Tinharé, município de Cairu, numa região chamada Costa do Dendê, é um dos pontos turísticos mais frequentadas do Brasil. Quem visita a ilha fica encantado com tanta beleza à sua volta, além de ser um local propício para os diversos gostos: lazer, descanso, atrativos oferecidos na ilha e nas praias,  que são constituídas em primeira, segunda, terceira, quarta e quinta praia, cada uma com sua história e beleza peculiar.

Morro de São Paulo é um dos destinos mais procurados do Brasil, pelos brasileiros de diversas regiões e de outros países. O número de turistas estrangeiros é muito grande, sobretudo em excursões. As praias são constituídas de águas limpas e cristalinas. Além de rochas ao redor, que proporcionam uma beleza natural ao local.

Em Morro de São Paulo não existem carros circulando, isso proporciona um ambiente de calmaria aos visitantes, sem o costumeiro movimento de veículos das cidades, cada turista pode andar tranquilamente pelas ruas – os veículos que circulam são um trator para transportar o lixo e uma ambulância (moto adaptada para prestar socorros aos visitantes).

Ao desembarcar na ilha os turistas que possuem muitas bagagens, pagam um táxi(um carro de mão) conduzido por um nativo que o leva até seu destino.

Além das praias, Morro de São Paulo, por ser um local tipicamente turístico, apresenta lojas com artigos diversos, muitas pousadas, restaurantes, barzinhos, fontes de lazer: como descer de tirolesa até a praia, mergulhos, passeios de lanchas, trilhas, visita ao Farol do Morro, etc.

À noite há a típica feira de artesanato no centro da vila, onde diversos objetos são vendidos, alguns típicos da região, as lojinhas ficam abertas até por volta das 22 horas, há luaus nas praias, música ao vivo em diversos restaurantes e bares e espaço com música ao vivo, enfim há atrativos para todos os gostos e horários.

Por ser um local tipicamente turístico, ao desembarcar na ilha o turista paga uma taxa de R$ 15 reais, exceto os moradores de Valença. Embora o custo no local seja caro, as muitas belezas compensam os valores pagos com hospedagem, alimentação, transportes marítimos para chegar ao local e entretenimento.

Matéria: Jocinere Soares

Fonte: Tribuna do Recôncavo