Os moradores do condomínio Estoril Praia, na Rua Miguel Burnier, na Barra, em Salvador, enfrentam uma batalha judicial por causa de um carrinho de cachorro-quente. A luta envolve uma vaga de garagem que seria utilizada de forma indevida. E essa questão resultou até em agressões físicas: a síndica do prédio, Géorgia Figueiredo, foi agredida pelo proprietário do carrinho de cachorro-quente “Scooby Doo”, Leonardo Andrade Cortizo.

A luta, até então no campo judicial e administrativo, se transformou em luta corporal nos corredores do Fórum Ruy Barbosa, no último dia 26 de janeiro. Ao Bahia Notícias, Geórgia relatou a agressão que sofreu, com chutes e pontapés em seu rosto no principal fórum de Salvador, que teriam sido desferidos pela família de Leonardo.

A síndica contou que todo o imbróglio com o morador-proprietário começou há cerca de três anos, quando Leonardo, dono do antigo “Beiju dos Artistas”, resolveu transformar uma vaga da garagem em núcleo de preparação de alimentos de forma irregular: sem autorização do condomínio, sem alvarás da prefeitura e sem permissão de funcionamento da Vigilância Sanitária. (Bahia Noticias)