Deus, na sua magnífica sabedoria, um ser especial modelou e esculpiu.

Deu-lhe o sopro da vida e uma singular missão lhe atribuiu.

És formosa por excelência e determinada por sapiência.

Labutas do amanhecer ao anoitecer com garra e eficiência.

Transpões as barreiras do preconceito, impõe-se socialmente com altivez e respeito.

Superas as adversidades cotidianas numa perspectiva de ascensão pessoal e social.

Possuis a dádiva de ser a matriz do ciclo vital.

Doas o seu ser e o seu tempo para a edificação da justiça e da dignidade.

Sabiamente concilias a sua essência feminina à árdua realidade.

És meiga e guerreira!

És sábia e altaneira!

És o bálsamo da humanidade!

És MULHER, a humana divindade!

Autora: Maria do Carmo da Silva Santos – colunista do Tribuna do Recôncavo.