A Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) marcou para a próxima terça-feira (19), o julgamento da acusação contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), por supostamente pedir e receber R$ 1 milhão do esquema de corrupção que atuava na Petrobras.

Após o ministro Celso de Mello liberar o caso, nesta ultima terça-feira (12), Ricardo Lewandowski, chefe do colegiado, marcou o julgamento. Além de Gleisi, o ex-ministro Paulo Bernardo, marido dela, e o empresário Ernesto Kugler Rodrigues também são acusados dos crimes. (Metro1/ G1)