O senador Magno Malta (PR-ES) confirmou na manhã desta quarta-feira (11) que não será o vice na chapa presidencial encabeçada por Jair Bolsonaro. O parlamentar capixaba decidiu que irá disputar a reeleição ao Senado.

Bolsonaro negocia aliança com o PR de Valdemar Costa Neto, condenado pelo envolvimento no escândalo do mensalão, para aumentar o tempo de TV e contar com uma organização maior nos estados. Malta não deu detalhes sobre o motivo de não aceitar o convite.

Fonte: Jornal “O Estado de S.Paulo” | Redação: Bahia Noticias