Com a chuva que cai em Santo Antônio de Jesus aumenta a quantidade de veículos no centro da cidade, e por conta da ausência de agentes de trânsito nas principais ruas e avenidas o trânsito fica lento.

Na saída da Rua Viriato Lobo, próximo a Secretaria de Educação, há constantes congestionamentos, principalmente nos horários de pico, das 7 às 8h da manhã, intervalo de almoço e no final da tarde. Em contato com o site Tribuna do Recôncavo nesta sexta-feira (05/05), o técnico em informática Gerson sugeriu a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) que coloque um agente no local.

Na Rua Castro Alves, próximo a Top Line, o problema é mais grave, pois na entrada da Rua Armando Tavares (Rua da Urmec) foi feito um serviço na rede de esgoto, o asfalto não foi reposto e com as últimas chuvas o piso cedeu. “Escavaram a rua para fazer o serviço bem no lugar que a água da chuva passa, o local afundou e os motoristas têm que passar devagar para o carro não ficar preso no buraco”, disse Gerson ressaltando que enquanto o trânsito está travado da Rua Castro Alves até a Armando Tavares, a Rua 7 de Setembro está livre. “Se tivesse um agente da SMTT no local resolveria o problema”.

Outros pontos críticos são na frente de alguns colégios particulares, localizados no centro da cidade, a exemplo da antiga Travessa 15 de Novembro (Rua da Câmara de Vereadores), Rua 7 de Setembro e Rua Monsenhor Antônio Oliveira (em frente a Veu de Noiva), onde os pais, geralmente, páram seus carros no meio da rua para deixar ou esperar seus filhos. (Tribuna do Recôncavo)