Na manhã desta terça-feira (30/01), no Hospital de Sapeaçu, o município iniciou uma série de atividades dedicada à conscientização sobre a hanseníase, levando informação aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e orientando a população sobre diagnóstico precoce, identificação da doença, sintomas e tratamento.

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, Cristiane Góis, os moradores de Sapeaçu identificados com a doença recebem acompanhamento durante todo o tratamento, que é realizado durante doze meses e tem garantia de cura.

“O paciente inicia o tratamento e é supervisionado para que seja eficaz. Os profissionais de saúde estão capacitados para a realização da busca ativa de novos casos e contatos para assim garantir um rastreamento melhor da doença em nosso município, além de cuidar do paciente, também orientam os familiares sobre os riscos da interrupção do tratamento, já que a doença deixa de ser transmitida quando o paciente inicia o tratamento, e a doença pode afetar os nervos caso não seja adequadamente tratada”, explica.

A secretária orienta que o morador que apresentar manchas no corpo com dormência ou formigamento nas mãos, braços, pés e pernas, ou não sentir efeitos ao se queimar ou se cortar, deve procurar a Unidade de Saúde próxima a sua residência e se informar com um profissional de saúde para efetuar a avaliação médica. (ASCOM-PMS)